(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Você se sente seguro hoje em Anápolis?

Segurança Comentários 03 de abril de 2014

Até bem pouco tempo, era possível ver em Anápolis crianças brincando nas ruas até ao anoitecer e os vizinhos reunidos conversando na porta de suas casas. Hoje, este retrato mudou.


Até bem pouco tempo, era possível ver em Anápolis crianças brincando nas ruas até ao anoitecer e os vizinhos reunidos conversando na porta de suas casas. Hoje, este retrato mudou. Pela Cidade, o que mais se vê são casas com muros imensos, com cercas elétricas, portões com cadeados e rodeadas por câmeras de segurança. Os condomínios fechados passaram ser a preferência das famílias, que buscam mais segurança, muitas vezes, pagando um alto preço.
Os comerciantes, que costumavam ficar com as portas abertas durante à noite e nos fins de semana, também foram obrigados a mudar de rotina e a investir em câmeras, grades e, até, na contratação de seguranças particulares.
A Prefeitura também apostou na tecnologia das câmeras de segurança para vigiar por 24 horas as proximidades das praças, parques e ruas com agências bancárias.
O fato é que, à medida que Anápolis se desenvolve, cresce também a violência. As delegacias registram todos os dias centenas de boletins de ocorrências de furtos, roubos e assaltos que acontecem a qualquer hora do dia.
Nesta semana, o CONTEXTO abriu espaço para os seus leitores dividirem suas opiniões a respeito das seguintes perguntas sobre o tema: Você se sente seguro em Anápolis? Você ou alguém da sua família já foi vítima de algum desses crimes?

Não saio de casa depois das 17 horas. Num feriado fui à Igreja e na volta, 9 da manhã, parou do meu lado e o motociclista diz três vezes “passe a bolsa”. Quando percebi que era assalto fiz uma careta, contorci os braços e dei um grito gutural que fez o cara correr quase mais que a moto! Ana Rabelo

Infelizmente já fui vítima de assalto,com tiro e muita tortura emocional. É uma experiência que não desejo a ninguém e mesmo sendo terminantemente contra pena de morte, acho que estes delinquentes tinham que sofrer alguma punição que os fizesse nunca mais repetirem as atrocidades que fazem. Mariza Borges

Totalmente seguro em Anápolis ! Obviamente tento evitar situações perigosas, mas no geral, não tenho uma insegurança arraigada. Waldo Gomes

Apesar de nunca ter sido assaltado vejo que já necessitamos de um plano para melhorar a segurança, principalmente, nos bairros periféricos onde o índice de furtos,roubos e e outros crimes estão altos. José Eduardo Santos
Não culpo a Polícia Militar de nada, e sim, a Justiça. É um prende e solta. A PM faz seu trabalho árduo,profissão de risco,não tenho nada que reclamar da polícia e sim dessa Justiça de leis ultrapassadas. Graça Rocha

No ano da Segurança Pública o Governo de Goiás devolveu, por falta de planejamento, mais de R$ 12 milhões que o Governo Federal tinha destinado para a construção de novos presídios. A falta de compromisso do governador com a segurança pública coloca Goiás entre os estados mais violentos do País. Lacerda Maria Lucia

Parcialmente seguro. Há muitos policiais, quando andamos nas ruas percebemos que a cada momento nos deparamos com viaturas. Entretanto, a criminalidade campeia nas periferias. Creio que a grande culpa é da Justiça, que é falha, lenta e solta todos "os coitados". Claudiomir Justino Gonçalves

Não me sinto seguro, mesmo sem nunca ter sido assaltado.Fatores como a demora dos ônibus a noite, que nos faz ficar ali uma eternidade e muitas vezes em lugares sem nenhuma iluminação; a ausência da polícia em lugares mais distantes; além dessa impunidade absoluta. Jamerson Fonseca Silva

Pouco seguro, pois minha residência já foi invadida duas vezes. Na última levaram quase tudo, inclusive, o cofre de 215kg. Na época em que ocorreu invadiram cerda de 12 casas vizinhas e nada foi recuperado ou descoberto pelos policiais. Até vemos muitas viaturas nas ruas, mas nunca quando precisamos. Amir Abrahão Junior

Totalmente inegura. Anápolis se tornou muto violenta. No meu bairro dizem que no período da manhã a droga rola solta na sala de aula. Cadê o policiamento pra ver isso? Crianças com drogas na escola, isso é um absurdo. Dina Martins

Não me sinto segura. Meu avô já foi assaltado quatro vezes em um ano. Todos os roubos aconteceram durante o dia e a poucos metros de casa. Já tive minha casa invadida, 9h da manhã, e não recuperei nenhum dos meus pertences pois na época a Polícia Civil estava de greve. Meu bairro, que era considerado tranquilo, toda semana tem pelo menos uma notícia de roubo. Anápolis há muito tempo não é uma cidade e segura. Os moradores precisam se trancar em casa, prestar muita atenção em todo movimento na rua e deixar de sair em algumas situações. Larissa Lopes

Meu filho foi assaltado, a menos de um mês, quando saiu do banco. Graças a Deus ele tinha dinheiro e celular, porque se não só Ele sabe o que poderia ter acontecido. Eles ainda deram um soco no rosto dele. Marlene Garcino
Em lugar nenhum do País estamos seguros . Meu esposo é motorista da TCA e já foi assaltado duas vezes . Aparecida Eliotério

Não há segurança em Anápolis. Há necessidade urgente de modificar a estrutura policial. Existe um Projeto de Emenda Constitucional -PEC 51- no Congresso que ajuda a mudar a estrutura policial, contudo ainda falta modernizar a investigação criminal. Suender Sts

Infelizmente estamos rodeados de marginais, mesmo com as ruas repletas de policiais eles estão atacando cada vez mais e com muita violência. Aqui no Jundiaí está impossível de deixar nossos filhos andarem desacompanhados pois estão tomando celulares, tênis, relógios. Principalmente nas proximidades dos colégios. Daisy Lana

Em Anápolis é melhor ter medo do GPT do que dos bandidos. Magno Moreira

A polícia faz o trabalho dela, mas infelizmente existem muitas brechas na lei que prende e solta hoje. Enfim, temos que ficar trancados em casa e os bandidos soltos. Valcely Rodrigues Silva

Gostaria de me sentir seguro, mas nos dias de hoje seria algo impossível. A violência tomou conta do País, até mesmo nas cidades do interior. Ainda não fui acometido de nenhum delito devido a vontade de Deus, mas não estou seguro. Tive pessoas da família assaltadas e foi muito constrangedor para todos. José Otávio Henriques

Já sofri vários roubos e assalto a mão armada .Segurança zero em Anápolis. Joaquim Oliveira Da Elizanjela Pio

Não me sinto segura. Já fui vítima de roubo e assalto, só que na segunda vez foi muito pior já que minha mãe estava comigo e foi baleada há um mês e dez dias. Ela ainda sente muita dor e até hoje não voltou seus movimentos do pé. Muito triste. Iolanda Barbosa

Relativamente segura. Já fui vítima de dois assaltos a mão armada, tive por alguns segundos um revólver apontado na minha cabeça, mas considero a situação como acaso. Estava no lugar e hora errados. Nas duas ocasiões fui prontamente atendida pela Polícia Militar, tive parte dos meus pertences recuperados, inclusive o veículo S-10, e três dos quatro marginais foram presos. Ana Paula Gomes de Abreu

Seguro? Com dois carros furtados? Hoje em dia não da pra viver sem câmeras de segurança e seguro de carro, por exemplo. Ninguém se sente seguro, basta olhar os números e reportagens em jornais ,televisão e rádio. Anápolis não foge a regra das grandes cidades. Aurélio Castro Guimarães

Nunca fui vítima de qualquer violência em Anápolis nos 10 anos que moro aqui. Ao contrário de muitos anapolinos, eu me sinto seguro pois como morava no Distrito Federal e lá o grau de criminalidade é muito maior. Gutemberg Pereira

Sentir-se seguro é algo impensável. A violência é generalizada, atinge a totalidade da população e, evidentemente, eu não seria uma exceção. Também já fui vítima de furtos. Por outro lado, tomo uma série de precauções para minimizar os efeitos da exposição à violência. Tento, na medida do possível, levar a vida normalmente. Talmon Pinheiro Lima

Parcialmente seguro,vejo uma viatura as 5:30 da manhã. Eles passam por mim, mas o mato aqui perto de casa, que fica na Cruzeiro do Sul, próxima à IgrejaCatólica, está muito alto e a Prefeitura não faz a limpeza já tem dois anos. Neide Ferreira Maia

Autor(a): Wanessa Mereb

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Projeto tem o apoio do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

08/12/2017

A audiência pública realizada no último dia 4 na sede da Associação Comercial e Industrial de Anápolis, para debater a ...

Caso do Uber - Acusado diz: “queria somente divertir”

08/12/2017

O acusado de roubar na semana um veículo Uber e restringir a liberdade do motorista Cleyton da Silva Nascimento já está pr...

Treinamento para delegadas, agentes e escrivãs

30/11/2017

A 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Anápolis realiza vários cursos de atualização voltados para delegados, agen...

Ruas do centro terão policiamento ostensivo durante o fim de ano

30/11/2017

O policiamento nas regiões de maior presença do comércio em Anápolis, terão o policiamento reforçado neste final de ano...