(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Violência contra a mulher teve ações em Anápolis

Cidade Comentários 29 de novembro de 2018

Palestras foram ministradas em diversos setores da Cidade, com a participação da Patrulha Maria da Penha


O Serviço de Convivência do Setor Industrial Munir Calixto foi escolhido pela Secretaria de Desenvolvimento Social Trabalho Emprego e Renda como ponto de partida para o início da Campanha Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher, na última segunda-feira,26. Foram ofertadas palestras sobre a metodologia da rede de atendimento às mulheres, assessorias jurídicas e psicológicas, além de corte de cabelo e massagem.
Na sequência, ações foram realizadas no CRAS Leste, na quarta-feira (28) e na quinta-feira (29), no CRAS Norte. A intenção de descentralizar as ações sobre essa temática é fazer justamente com que essas mulheres, de regiões mais afastadas, tenham acesso a essas informações para que sejam multiplicadoras nos seus bairros. “É fazer com que todas as mulheres entendam que existe uma rede de proteção atuante, dispostas a ajudá-las, a orientá-las para fornecer essa proteção que elas precisam no momento em que sofrem violência”, diz a secretária da pasta de Desenvolvimento Social, Trabalho, Emprego e Renda, Eerizânia de Freitas Lobo.
Já a coordenadora do Centro de Referência à Mulher, Erondina Moraes, lembra que há uma rede protetora que começa com a Patrulha Maria da Penha (Polícia Militar), Polícia Civil e vai até uma Casa de Acolhimento – uma das poucas cidades do País a prestar esse tipo de serviço à comunidade. “Não fazemos apologia à separação da mulher. Não estamos aqui para julgar e sim para amparar. Não vamos decidir a vida de ninguém”, diz.
Uma das palestrantes, a Sargento Daiane, da Patrulha Maria da Penha, ressaltou que existem diversas formas de violentar uma mulher – não somente a física. “Danificar bens materiais, violência psicológica, sexual, afrontar a mulher nas redes sociais. Tudo isso é violência e tem de ser combatida, mas para isso é preciso denunciar. Ligue no número 180, não precisa se identificar”, esclarece.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Cidade

Anápolis ganha escola com padrões de alta modernidade e tecnologia

07/12/2018

Parece até uma escola particular. E de primeiro mundo. Cada uma das salas da Escola Municipal Luiz Carlos Bizinotto, localiz...

Desestatização de órgãos municipais tranferirá serviços à iniciativa privada

07/12/2018

Através de um Plano Municipal de Desestatização (PMD), a Prefeitura de Anápolis vai transferir para a iniciativa privada ...

Anápolis aumenta sua participação no bolo do ICMS

07/12/2018

O Conselho Deliberativo dos Índices dos Municípios (Coíncide) aprovou na quarta-feira, 05, o Índice de Participação dos...

FIEG entrega sede própria para a Regional e Sindicatos em Anápolis

07/12/2018

A Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) entregou, na noite da última quarta-feira,05, a sede que abrigará ...