(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Violência perto de zero no Terminal

Cidade Comentários 12 de julho de 2013

Presença das polícias Civil e Militar, mais agentes do Comissariado de Menores, garante a paz na estação urbana


É perto de zero o índice de ocorrências policiais no Terminal Urbano de Anápolis, onde passam 75 mil pessoas dia – 2,5 milhões mês. Segurança máxima, em contraste com o que acontece nas cidades de médio e grande portes do País. Polícia Militar, Polícia Civil, Juizado de Menores, Fiscalização, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e TCA garantem a vigilância do local através de uma ação integrada de todos os órgãos de segurança da cidade, cujo planejamento estratégico preventivo envolve tática e tecnologia.

Anápolis é refência
Enquanto terminais de grande público batem recordes de ocorrências policiais, no resto do País, aqui o índice de violência perto de zero é uma referência de investimentos em segurança. O modelo é aprimorado e ampliado a cada dia, com foco na formação de profissionais de excelência e atuação permanente no Terminal Urbano. O índice de furtos e violência no terminal e nos ônibus, que já era baixo, praticamente zerou na era da bilhetagem eletrônica que reduziu a circulação de dinheiro em espécie no sistema.

Vigilância preventiva
O Chefe de Segurança do Terminal Urbano, Odair Borges, explica que o planejamento estratégico de combate preventivo à violência é o segredo da tranqüilidade dos usuários e prestadores de serviços: “os meliantes sabem que a polícia é acionada em tempo real, pois estamos atentos a tudo”. Profissional polivalente e experiente, advogado, oficial da reserva da 3ª. Força Aérea Brasileira e atual diretor do Departamento de Agentes de Proteção do Juizado da Infância e Juventude, cargo que acumula com a função de chefe de Segurança do Terminal Urbano de Anápolis, Odair Borges comanda uma equipe preparada para contornar os conflitos que surgem no local, o que também justifica a redução de ocorrências policiais.

Videomonitoramento 24H
Uma das principais estratégicas de defesa social do terminal é o videomonitoramento 24 horas, integrado ao GIMM, sistema de segurança da implantado pela Prefeitura Municipal. Ao gravar tudo o que acontece naquele local, através de câmeras estrategicamente instaladas, a TCA inibe a marginalidade e contribui para a segurança de seus colaboradores, clientes, prestadores de serviços e comerciantes.

Proteção contra incêndios
Para garantir a proteção das 75 mil pessoas que passam diariamente pelo Terminal Urbano, a TCA implementou moderno sistema de prevenção e combate a incêndios no local de maior concentração humana da cidade e mantém contínua parceria com a guarnição local dos Bombeiros da Polícia da PMGO para a vistoria dos equipamentos, com regularidade acima da exigência legal.
Primeiros socorros
Em casos de emergências, a equipe de segurança do terminal está preparada para prestar primeiros socorros a pessoas doentes ou feridas até a chegada de ajuda profissional. Não é comum pessoas serem lesionadas no terminal, mas a equipe TCA tem que estar pronta para qualquer emergência, inclusive a bordos dos ônibus. Nos cursos “Profissionais de Excelência”, motoristas e cobradores recebem aulas sobre primeiros socorros.

Vigilância contra drogas
Em conexão com o Grupo Especial de Repressão a Narcóticos, a equipe de segurança do Terminal Urbano está vigilante no combate às drogas. O grande número de pessoas que transitam pelo local exige a atuação conjunta e permanente com a GENARC Anápolis para evitar a ação de traficantes, com atenção especial aos menores de idade e ao contingente estudantil.

De ôlho nos aposentados
Entre as pessoas incautas, as vítimas preferidas dos golpistas são os aposentados que se dirigem ao terminal depois de receberem seus proventos. A equipe de segurança está sempre de olho para proteger os idosos. “A presença da Polícia Militar dificulta a ação dos golpistas, mas a segurança de milhares de pessoas, em especial da terceira idade, não pode prescindir da nossa proteção”, diz Odair.

Todo cuidado é pouco
Apesar do alto nível de segurança no terminal, Odair Borges avisa que todo cuidado contra golpistas é pouco, pois eles estão em todos os lugares e são muitos. É aconselhável não expor objetos de valor, muito menos dinheiro, no meio de tanta gente. Desconfiar de pessoas que fazem todo tipo de abordagem é outra recomendação do Chefe de Segurança do Terminal Urbano. A pessoas que se dirigirem às baias de embarque, depois de fazerem saque em dinheiro, na agência lotérica do terminal, devem ter cuidado redobrado. É recomendável não ostentar máquinas fotográficas, filmadoras, correntinhas, relógio, medalhas, braceletes e outros pertences e nem carregar grandes quantias em dinheiro ou cartões de crédito, se não houver necessidade. “Estamos vigilantes, mas é melhor não descuidar”, alerta Odair Borges.

Cartão do sait evita furtos
Com o advento do cartão eletrônico do Sait diminuiu a circulação de dinheiro em espécie no sistema de transporte coletivo de Anápolis, acentuadamente, no Terminal Urbano. Em conseqüência, o pagamento das passagens com cartão eletrônico provocou também a queda da incidência de furtos durantes as viagens e na estação de embarque e desembarque. A criação do Cartão Silmples, que pode ser adquirido no posto do Sait, ao lado das catracas, contribuiu para reduzir ainda mais a criminalidade no terminal. Na proporção que diminui o manuseio de dinheiro dentro do sistema, aumenta a segurança dos clientes da TCA.

Algumas dicas de segurança:

O chefe de segurança dá outras dicas importantes paras os freqüentadores do Terminal Urbano:
- Evite falar com estranhos, principalmente os insistentes
- Não deixe seus pertences sem vigilância
- Não forneça informações pessoais para qualquer pessoa
- Em caso de qualquer problema, procure um policial ou segurança
- Se sentir que está sendo seguido, procure apoio rápido
- Mantenha a bolsa, carteira, pacotes ou sacolas colados na frente do corpo
- Em ônibus com poucos passageiros, procure viajar próximo ao motorista
- Ande sempre com o cartão do Sait
- Evite ficar sozinho em pontos de parada isolados

Responsabilidade social
O investimento em segurança reflete positivamente na qualidade do atendimento da TCA, segundo o diretor da empresa, Sr. Lacy Martins da Silva, que ressalta a importância da parceria com a Polícia Militar, a Polícia Civil, a Polícia Federal, a Fiscalização Municipal e o Juizado de Menores, com foco na prevenção da violência, para resguardar a integridade física dos clientes, colaboradores e prestadores de serviços. “Quando a falta de segurança aflige a população é gratificante praticar esta ação de responsabilidade social que praticamente acaba com a criminalidade dentro do sistema” – destaca o diretor da empresa.

Autor(a): Manoel Vanderic

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis gerou 139 novos empregos formais em julho

18/08/2017

Pelo sétimo mês consecutivo, Anápolis manteve em julho um saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada, a...

Anápolis mantém redução alta em casos de dengue

18/08/2017

A dengue tem dado uma trégua em Anápolis, desde o começo do ano. No último boletim epidemiológico divulgado pela Secreta...

Desvio de rede de esgoto interdita trecho da Avenida Brasil

18/08/2017

O diretor geral da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte, Carlos Cezar Toledo, comentou, em sua rede social, sobre as...

Gerados 139 novos empregos em julho

18/08/2017

Pelo sétimo mês consecutivo Anápolis manteve em julho um saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada, al...