(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

“Viaduto do DAIA já deveria estar pronto”, diz Rubens Otoni

Cidade Comentários 09 de setembro de 2011

Deputado federal do PT considerou “ridícula” a recomendação do Ministério Público Federal em Anápolis para que uma nova licitação para a obra seja feita em 30 dias


Cancelada por conta de sobrepreço em seu orçamento, denunciada pelo Ministério Público Federal em Anápolis, a construção do viaduto no trevo de acesso ao Distrito Agro Industrial de Anápolis volta a ser motivo de polêmica na Cidade. Esta semana o MPF emitiu documento em que recomenda a abertura de uma nova licitação para a execução da obra, no prazo de 30 dias, tendo em vista o clamor popular e a necessidade premente de se equacionar o escoamento do tráfego naquele setor da BR 060, saída para Goiânia e para a região da Estrada de Ferro (GO 330) que corta, ao meio, o Distrito Agro Industrial de Anápolis. O deputado federal Rubens Otoni (PT) um dos “padrinhos” da obra, disse pelas emissoras de rádio da Cidade que o viaduto já deveria estar pronto, mas a execução da obra esbarrou em proposta do Ministério Público Federal que, à época, detectou falhas na composição orçamentária do referido serviço. Segundo o que se publicou na ocasião, haveria um sobrepreço de, aproximadamente, R$ 10 milhões. Depois de refeitos os cálculos, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) calculou em R$ 5 milhões o sobrepreço, ou seja, o cálculo a maior para a realização do serviço. Rubens Otoni não poupa críticas ao, então, senador Marconi Perillo que teria arguido essa diferença, propondo uma auditoria na licitação, o que, de alguma forma, teria apressado ou influenciado na investigação do Ministério Público.
Críticas
Em suas colocações, o parlamentar petista disse que “se não fosse essa intervenção, a obra já estaria pronta. Agora, não se sabe se a nova proposta orçamentária será do mesmo valor, passado tanto tempo. Pode ser que o serviço fique, até, mais caro”, justificou o parlamentar, muito embora já existam cálculos de que o serviço poderá ser feito com valor bem abaixo do que foi estipulado na primeira licitação. E mais: segundo ele, como houve a interceptação do Ministério Público Federal, o Governo Dilma vai seguir a todas as orientações dele advindas. “Vamos fazer a obra do jeitinho que eles determinarem”, disse o deputado, alegando que, “assim, não haverá dúvidas”. Ainda sobre a intervenção do MPF, o deputado alegou que “se a obra não saiu, não foi por falta de recursos. O dinheiro tem, mas como eles entendem que está errado, vamos fazer a nova licitação”. Ao criticar, mais diretamente, a participação do MPF, Rubens Otoni disse que “esta recomendação não significa nada. Não tem força alguma. Recomendar é mais ou menos dar um palpite, uma sugestão. O Ministério Público chegou à conclusão que todo mundo já sabe: a obra é importante e fundamental”, alegou. Além disso, o parlamentar petista assegurou que esta posição “beira o ridículo, pois sinaliza que o Ministério tem interesse que a obra seja realizada e esta é uma forma de demonstrar isso”. Disse, concluindo, que o Governo Federal vai fazer todas as modificações sugeridas no projeto e que “o mais difícil já foi conseguido, que é o dinheiro”.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis tem novos comendadores

20/07/2017

A Comenda “Gomes de Sousa Ramos”, maior honraria instituída pelo Município, foi entregue a personalidade de diversos se...

Monumentos históricos de Anápolis completam 60 anos

13/07/2017

Ignorados por grande parte da população e, até, pelas autoridades governamentais, dois monumentos que ficam no centro de A...

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...