(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Vereadores visitam o senador Marconi Perillo

Política Comentários 24 de abril de 2009

Parlamentares anapolinos vão ao Congresso Nacional e apresentam reivindicações para o municipio


Em comitiva liderada pelos vereadores peessedebistas Fernando Cunha e Mírian Garcia, 13 parlamentares estiveram nesta quinta-feira, 23, em Brasília para um encontro com o Primeiro Vice Presidente do Senado, Marconi Perillo, também do mesmo partido. O objetivo da reunião foi o de estreitar relações e discutir problemas municipais com o ex-governador do Estado. No entanto, o senador surpreendeu os edis com o comprometimento em algumas propostas.
Atendendo a uma solicitação do vereador Sírio Miguel (PSB), o senador disse que, através de emenda parlamentar, poderá destinar R$ 1 milhão para a construção da nova sede da Câmara Municipal. Diante dessa afirmativa, os vereadores ficaram contentes e prometeram cobrar tal medida do representante goiano no Senado.
O vereador Pedro Mariano (PP) aproveitou a oportunidade e solicitou um intercâmbio com o presidente do Congresso Nacional, José Sarney. O motivo é que o edil pretende agraciá-lo com o título de cidadão anapolino. A Ferrovia Norte-Sul foi idealizada em 1987 pelo então presidente José Sarney, que teve como objetivo promover a integração nacional. “Anápolis é beneficiada por esta ferrovia e por isso Sarney merece o título”, disse o vereador. No mesmo instante, Marconi Perillo ligou para o presidente do Senado que logo aceitou. O evento ainda será marcado.
Amilton Batista (PTB) ressaltou ao senador sobre um projeto iniciado no governo do tempo novo, o Programa Asfalto Novo (PAN) que beneficiou apenas três bairros. O vereador aproveitou a oportunidade e criticou o atual governo.
Márcio Jacob (PTB) questionou ao senador sobre o que acha do atual governo de Goiás, Alcides Rodrigues (PP), citando as possíveis intrigas ditas na mídia e sobre 2010. Marconi Perillo foi enfático ao dizer que nunca teve intriga, “mas isso não significa concordar com que está sendo feito”. O vereador finalizou sua explanação dizendo que o senador é o “Ronaldinho da política”. Marconi nada disse sobre futura candidatura.
Cada vereador tinha um tema a tratar com o Primeiro Vice Presidente do Senado. Wesley Silva (PMDB) falou sobre as deficiências da Universidade Estadual de Goiás, principalmente a biblioteca. Quanto ao possível corte do governo estadual do repasse de dois por cento à Universidade, o senador adiantou o assunto e disse que conversou com Alcides Rodrigues para que o repasse seja mantido.
O vereador Mauro José Severiano (PDT) ressaltou os problemas com o presídio de Anápolis e o senador se propôs a discutir em Anápolis com as lideranças locais e buscar providências imediatas até a conclusão da obra de um novo presídio.
Faltaram, apenas, os vereadores Carlos Antônio (PSC) e Dinamélia Ribeiro (PT).

Autor(a): Jackeline Rust / Ana Gabriela

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Política

Ronaldo Caiado acusa Governo de usar dados para mascarar crise do Estado

08/11/2018

O governador eleito Ronaldo Caiado (Democratas) cobrou maior transparência nos dados repassados à equipe de transição pel...

Partido realiza ação social em prol da Casa Joana

08/11/2018

O Democratas Mulher Anápolis irá realizar nesta sexta-feira, 09, a partir das 09 horas, em Anápolis, uma manhã odontológ...

Vereador exige explicações para aumento da energia elétrica em Goiás

08/11/2018

O vereador João da Luz (PHS) informou na tribuna, durante a sessão ordinária da última quarta-feira,07, que esteve em Bra...

Ronaldo Caiado terá muitos desafios para enfrentar em sua terra natal

02/11/2018

Não dá para falar que se trata de uma “herança maldita”. Mas, dá para dizer que os “gargalos” de Anápolis vão o...