(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Vecci e Baldy garantem a parte do Governo

Economia Comentários 18 de maro de 2011

Os membros da comunidade Bahá'ís em Anápolis, se preparam para comemorar a virada do ano, ou Naw-Rúz, como a data é chamada


Os membros da comunidade Bahá'ís em Anápolis, se preparam para comemorar a virada do ano, ou Naw-Rúz, como a data é chamada. Todos os anos, os grupo se reúne para manter uma tradição milenar.
Conforme estudo realizado pela Organização das Nações Unidas, o Naw-Rúz é comemorado por diversos países faz mais de 3.000 anos. Pelo calendário oficial, o dia 21 de março foi instituído como o Dia Internacional do Naw-Rúz. A comunidade Bahá'í de Anápolis também participa dessa festividade.
Para os seguidores da Fé Bahá'í, o Naw-Rúz é sempre comemorado de forma festiva. A Fé Bahá'í iniciou-se em 1844, na antiga Pérsia, atual Irã, com a vinda de Báb e Bahá'u'lláh, considerados pelos Bahá'ís como Mensageiros Divinos que foram enviados à Terra por Deus para guiar a humanidade em direção à paz mundial e à unidade de todo o gênero humano.
Para os bahá'ís, o Naw-Rúz é um dia sagrado, e um dos motivos que o torna uma data especial é a combinação com o fim do período do jejum, que se inicia no dia 2 de março e termina na véspera do ano novo. O jejum é realizado entre o nascer e o pôr do sol (no calendário bahá’í os dias começam e terminam ao pôr do sol) como forma de purificação do corpo, reflexão e fortalecimento do espírito para o novo ano que se iniciará. No dia 20, os cerca de 7 milhões de bahá'ís espalhados pelo mundo se reúnem com familiares e amigos para fazer orações e festejar.
A próxima segunda-feira, dia 21 de março, dará início ao ano 168 da Era Bahá’í. O Badí, calendário bahá'í, é baseado no ano solar, e consiste em 19 meses de 19 dias, mais os quatro “dias intercalares” que completam os 365 dias do ano. Foi adotado em 1844 quando o Báb, precursor da Fé Bahá’í, anunciou uma nova era, que teve início com a vinda de Bahá’u’lláh. Assim como foi Jesus Cristo, Buda, Zoroastro, Maomé e todos os grandes líderes religiosos, os bahá'ís acreditam que Bahá’u’lláh é o mensageiro de Deus para essa época. Os principais ensinamentos da Fé Bahá’í se fundamentam na unidade: unidade de Deus, unidade da religião, unidade da humanidade.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...