(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Vagas em creches são insuficientes

Educação Comentários 15 de janeiro de 2010

Com apenas 12 CMEIs (antigas creches) faltavam vagas para as crianças menores na rede pública. Mas, através de parcerias, reformas e construções a Secretaria Municipal de Educação espera dobrar a capacidade de atendimento


As aulas da Rede Municipal de Ensino começam no próximo dia 18. Algumas escolas e Centros Municipais de Educação Infantil - CMEIs, ainda passam por reformas e ampliações. Depois da contratação de novos professores e da parceria com o Governo Federal para a construção de outras unidades, a Secretaria espera poder suprir as necessidades da educação em Anápolis.
Anápolis tem, hoje, 13 centros municipais de educação infantil - CMEIs, espalhados pela cidade, no centro, e, em bairros, como Vivian Parque, Recanto do Sol, Setor Industrial, Jaiara, entre outros. Mas infelizmente eles ainda não são suficientes para atenderem à demanda. A Secretária Municipal de Educação, Virgínia Pereira Melo, explica que para o ano de 2010, serão feitas adaptações, citando, como exemplo, o Setor Industrial, onde a Escola “Josefina Simões” vai concentrar alunos do primeiro ao quinto anos. “Para que a Escola “José Cupertino” atenda como CMEI, ampliando assim as vagas naquela área, estamos ampliando nossas parcerias e convênios para aumentar o número de vagas” disse a secretária. Ela declarou, também, que esteve presente a uma reunião com o Ministro Fernando Haddad (Educação) e ele liberou a construção de mais cinco centros: “o do Jardim tropical já está pronto, os outros devem começar a ser construídos em breve”, conta. A parte que de planejamento já foi feita, e a secretaria aguarda, apenas, a autorização do MEC para dar andamento à construção dos outros centros. Com essas mudanças, a capacidade de atendimento dos centros de educação, que hoje é de três mil alunos, deve duplicar.
Os CMEIs e os Centros de Educação Infantil - CEIs, que são conveniados, diferente das antigas creches (que tinham por objetivo apenas cuidar das crianças) têm, agora, a obrigação, também, de educá-las. “O aluno que passa pela educação infantil chega à primeira série com suas habilidades, principalmente, psicomotoras já desenvolvidas”, explica Virginia Melo. Segundo ela, os CMEIs trabalham as crianças através dos cuidados com a alimentação, higiene, hábitos, rotinas e socialização. E, principalmente, a questão motora e a introdução da criança no ambiente letrado - história, música, teatro e correlatos.

Realizações de 2009
A secretária acredita que no ano de 2009 a educação avançou bastante. Segundo ela, “hoje a situação com relação aos professores é tranquila, já que a Prefeitura conseguiu aplicar, desde o início do ano, o piso salarial nacional. “Temos o plano de carreira aprovado e pronto para ser implantado. Então, a parte que direciona a carreira dos professores está bem estruturada”, avalia. Virgínia Melo disse que já foram feitas três chamadas para a admissão de novos professores no ano que passou. “Portanto, estamos mais tranquilos quanto ao déficit”. Já com relação a estrutura física das escolas, Virgínia afirma que estão em andamento uma reforma e duas ampliações. Além disso, a secretária está aguardando a ordem de serviço para a reforma dos CMEI’s no Jardim Tropical e na Escola “Doutor Anapolino de Faria”. “A parte de estrutura física é nosso ponto mais fraco, mais já caminha a passos largos para a melhoria”.
Os documentos da secretaria, regimentos, leis e normas passaram por uma revisão estão sendo reestruturados. “Fizemos a aquisição de cinco mil novas carteiras escolares. E o transporte também estará trabalhando bem, pois com recursos do tesouro municipal compramos 16 ônibus, no programa Caminho da Escola, do MEC. Começamos 2010 com mais segurança”, comemora.

Capacitação de servidores
Os motoristas da Rede Municipal estão fazendo um curso de aperfeiçoamento que se encerra nesta sexta-feira, dia 15. Além deles, os servidores da merenda escolar passam uma capacitação de duas semanas. E os secretários gerais e os gestores - tanto novos, quanto reeleitos - também farão um curso, que é obrigatório. “Todas as áreas receberão cursos de aperfeiçoamento. O centro de formação está preparado para atender professores e servidores técnico-administrativos”, garante a secretária.

Oferta de vagas
A secretária diz que não faltam vagas na rede pública municipal, para os alunos de primeiro ao quinto ano. Segundo ela o grande problema é que às vezes não há como alocar as crianças na escola de preferência dos pais. Mas, quando isso acontece, os alunos são encaminhados para a escola mais próxima. “O problema é que não podemos ultrapassar o número de alunos por sala de aula. Existe um termo de ajuste de conduta, junto ao Ministério Público que proíbe, por exemplo, mais de 25 alunos em uma sala de primeiro ano”.
Virginia pede aos pais que acompanhem a vida escolar dos filhos, conhecendo os professores, as instalações do prédio, as atividades realizadas, o plano de trabalho, participando das reuniões. “Estudos mostram que quando os pais estão presentes o desempenho dos filhos na escola melhora. Além disso, um pai presente pode apontar possíveis problemas e sugerir soluções”, finaliza.

Projeto Piloto
A Prefeitura vai desenvolver no ano de 2010, um projeto piloto de distribuição de kits aos alunos de sua rede. Todos ele vão receber um uniforme básico. Alunos da educação infantil até o quinto ano, receberão bermudas, ou shorts-saia e camiseta. Alunos de nono ano e educação de adultos receberão camisetas. Além disso, todos vão receber uma mochila contendo um kit com materiais de uso pessoal. A verba para a realização desse projeto veio do Tesouro Municipal.

Autor(a): Carolina Umbelino

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Educação

Saúde na Escola atende a quase 40 mil estudantes

20/10/2017

A Prefeitura de Anápolis, em parceria com o Governo Federal, está desenvolvendo o Programa de Saúde na Escola (PSE), um co...

Oficinas gratuitas oferecidas no programa Semana Cidadã

06/10/2017

A 1ª edição da Semana Cidadã, uma parceria entre a UniEVANGÉLICA e a Prefeitura Municipal de Anápolis, através da Secr...

UEG abre inscrições para o vestibular de 2018

28/09/2017

Estão abertas até o dia 10 de outubro, as inscrições para o Processo Seletivo Vestibular 2018/1 da Universidade Estadual ...

Encontro faz elo entre empresas e instituição

28/09/2017

Empresários de vários setores de Anápolis participaram da apresentação do Programa UniEVANGÉLICA + Empresários, onde c...