(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

União Literária completa 15 anos de fundação

Cultura Comentários 26 de junho de 2015

Entidade que congrega os escritores anapolinos iniciou suas atividades em 1998 sob a batuta da poetisa Dona Loló, hoje conta com sede própria e relevantes serviços prestados à Cidade


A União Literária Anapolina completou 15 anos de fundação, nesta última quarta-feira, 24 de junho. Idealizada pela professora e poetisa Laurentina Murici de Medeiros (Dona Loló), a entidade completa o quinto lustro com grande sucesso, sendo o maior de todos “ter atravessado este tempo em plena atividade ininterrupta”, afirma a atual presidente, Natalina Fernandes da Cunha.


A história da ULA teve início em 1998, quando Laurentina de Medeiros, então diretora da Escola de Artes Plásticas “Osvaldo Verano”, procurou por amigos com a proposta de criar uma entidade literária. Ela preparava-se para deixar a direção da escola e queria doar seu tempo a uma causa importante em favor da cultura. Uma das propostas era facilitar aos estudantes e pessoas interessadas a possibilidade de congregar com os amantes das belas letras.


No dia 16 de setembro de 1998, ela, o poeta e dramaturgo Jarbas de Oliveira, o promotor cultural e escritor Tauny Mendes, e o radialista Whexon Wasan reuniram-se para tratar do assunto numa sala do Centro Cultural Ulysses Guimarães (onde funcionara o Fórum e hoje está a Secretaria Municipal de Cultura), na praça Bom Jesus.


Chegou-se a propor o embrião de diretoria e um estatuto. Entretanto, do encontro, restou definido apenas que mais pessoas seriam convidadas a participar. Outra reunião foi marcada, mas o evento foi logo em seguida cancelado. Transcorreu, então, mais de um ano, até o encerramento de 1999. Desta vez, numa tarde de sábado de novembro, no mesmo local, reuniram-se Laurentina Medeiros, Maria Stela (Maristela) Duarte Mendes, Natalina Fernandes da Cunha, Antônio de Deus Teles Filho, Claudius de Souza Brito, Eraldo Silva Baptista, Henrique Alan Kardec Mendonça, Jarbas de Oliveira (Artemídoro Alves de Oliveira), e Juscelino Martins Polonial.


Foi a partir desse encontro que outros sucessivos ocorreram ininterruptamente até a fundação oficial da entidade em junho de 2000, tendo como presidente Jarbas de Oliveira.


Uma proposta significativa foi apresentada, possivelmente por Laurentina, para que a entidade se constituísse num grêmio literário em vez de academia. E a explicação era razoável. “Um grêmio literário democratiza o acesso aos que têm vontade de participar de um grupo, mas não se vêem à altura de acadêmicos”. E assim foi feito. Decidiu-se pela criação de uma entidade associativa.


Com a aproximação do poeta Paulo Nunes Batista, que inicialmente se encontrava afastado e não pretendia participar de atividade alguma, surgiu sua proposta para que o grêmio fosse denominado ULA (União Literária Anapolina).


Laurentina sucedeu a Jarbas de Oliveira na presidência. Ambos viriam a falecer respectivamente em dezembro e agosto de 2010.


Em 2012, a entidade passou a contar com sede própria, no bairro Maracanãzinho, sob concessão do município, com o nome de Centro de Eventos Literários “Laurentina Murici de Medeiros”.


Outro fato que merece registro refere-se à fundação da Academia Anapolina de Letras (Anale), também nesse ano de 2012, que surgiu a partir dos integrantes da ULA.


 


Publicações


Das publicações da União Literária Anapolina, a mais antiga é o informativo “Jornal da ULA”, cujo primeiro número saiu em outubro de 2000. Através dos anos, e com dificuldade, foram publicadas 33 edições, algumas com apoio de mecenas como os empresários Sandro Mabel e Antônio Almeida, e de alguns anônimos amantes da cultura.


Em 2004, uma grande parceria veio enriquecer o grêmio literário, quando o cantor Roberto Brenner (Roberto Alves Dionísio) e o músico Giovani Troncone uniram-se aos integrantes da ULA para musicar poesias da autoria destes. Foi lançado, no Teatro Municipal, no mês de março de 2004, um CD com 11 canções. Outros foram produzidos pela dupla com enfoque para a poesia anapolina. Inicia-se, a partir dessa época uma programação de visitas às escolas, em que membros da ULA comparecem acompanhando o cantor, para difundir a literatura de Anápolis e incentivar os alunos.


Em 2005 a ULA lançou o livro “Antologia em Verso e Prosa”, também publicado com auxílio de um mecenas, sensibilizado com o entusiasmo de Larentina. Esta obra, de 302 páginas, reuniu trabalhos de 36 escritores e poetas da ULA. Teve a organização de Natalina Fernandes e nossa assessoria na parte editorial.


Dois anos depois, era lançado o livro “Anápolis Centenária, em Prosa e Verso”, organizado por Natalina, para registrar a passagem de 100 anos (em 31 de julho de 2007) da elevação de Anápolis a condição de cidade. Antologia com 228 páginas, contém obras de 52 autores.


Ao comemorar os dez anos, em 2010, a entidade publicou o livro “Memória dos Escritores da ULA”, organizado por Valéria Victorino Valle e Natalina Fernandes, chegando a três as antologias publicadas pela ONG cultural cada vez mais decidida a permanecer no cenário literário de Anápolis, de Goiás e do Brasil.

Autor(a): Henrique Mendonça

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cultura

Salão Anapolino de Arte recebe inscrições até o dia 07 de julho

02/06/2017

Com uma novidade em seu formato – o Prêmio Curadoria -, o Salão Anapolino de Arte recebe inscrições para sua vigésima ...

Embaixada do Japão dará apoio a festival de cultura em Anápolis

04/05/2017

O Embaixador do Japão no Brasil, Satoru Satoh, esteve em Anápolis nesta quinta-feira,04, para uma agenda protocolar com vá...

Festival de dança vai acontecer até sábado

27/04/2017

Começou na última quarta-feira, 26, o 12º Festival de Dança de Anápolis. A abertura do evento, no Teatro Municipal, se i...

Inscrições abertas para as oficinas do EDAnça

19/04/2017

Um dos eventos consolidados no calendário da Secretaria Municipal de Cultura, o Festival de Dança (EDAnça) acontece, neste...