(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Unidade pediátrica será inaugurada no final de janeiro, garante Prefeitura

Cidade Comentários 20 de dezembro de 2018

Estabelecimento vai funcionar no antigo CAIS Mulher, no Bairro Maracanã, com atendimento 24 horas


A Prefeitura deverá inaugurar no final de janeiro ou, no mais tardar, no início de fevereiro, a mais nova Unidade de Pronto Atendimento, com perfil exclusivamente pediátrico. Ela funcionará no antigo CAIS Mulher, no Bairro Maracanã, onde as obras de readaptação estão em fase de conclusão, com previsão de serem finalizadas no início da segunda quinzena de janeiro de 2019.
A UPA com perfil pediátrico vai funcionar 24 horas por dia, com uma completa estrutura de profissionais especializados. O local terá um espaço destinado ao atendimento a crianças em estado grave, denominada de sala vermelha, dotada com três leitos e outro setor com mais 30 leitos de observação. Nestes dois setores, os pacientes poderão permanecer por, até 72 horas para depois, se for o caso, serem transferidos para uma unidade hospitalar.
Esta UPA terá área de recepção, local de espera para acompanhantes, consultórios médicos, farmácia, sala de procedimentos e de exames de imagem, leitos de observação e isolamento, setor de urgência com reanimação e ludoteca. O atendimento será feito por uma equipe multidisciplinar composta por médicos pediatras e clínicos, técnicos de enfermagem, assistente social, nutricionista, farmacêutico, biomédico e psicólogo.

Adequações
No prédio do antigo CAIS Mulher estão sendo feitas adequações exigidas pelo Ministério da Saúde para que o local seja transformado em uma UPA e receber recursos federais que vão auxiliar na manutenção de uma unidade desse porte. Além de desafogar a rede de urgência e emergência, a UPA terá toda a estrutura necessária para atendimento específico e de qualidade para as crianças. O Secretário Municipal de Saúde, Lucas Leite, lembrou que a inauguração da unidade integra uma série de ações desencadeadas no final de outubro, objetivando garantir mais eficiência e qualidade, as quais, segundo ele, já apresentam melhorias significativas no perfil de atendimento à população. “Com essa nova UPA, Anápolis passará a contar com duas unidades de pronto atendimento 24 horas”, acrescentou Lucas Leite.
Com a reestruturação da rede, o CAIS “Abadia Lopes” passou a funcionar como Unidade de Saúde Mista, com duas equipes de Estratégia de Saúde da Família e uma do Núcleo Ampliado de Saúde da Família, que dão suporte à atenção básica, com funcionamento até às 22 horas. O CAIS Mulher funciona no mesmo local, depois de ser incorporado ao CAIS “Abadia Lopes”. As mudanças já proporcionaram duplicar o número de mamografias e que a meta imediata é a de triplicar o número de ultrassom e readequar os consultórios para aumentar o número de consultas ginecológicas. Disse também que para atender a população residente na periferia, as unidades de saúde do Parque Iracema e do Parque dos Pirineus passaram a funcionar até às 22 horas e que o quadro médico da UPA da Vila Esperança também recebeu um reforço em seu quadro médico. “Com isso, aumentamos para três o número de unidades com atendimento até às 22 horas”, frisou.

Pregão
Em relação às reformas no Hospital Municipal, Lucas Leite informou que elas estão em fase de conclusão, o que vai permitir um aumento de mais 15 leitos na enfermaria e mais 10 na UTI. Dentro desse processo de reestruturação, o secretário inclui os postos de coleta de materiais para exames de análises clínicas, instalados no Parque Iracema, no CAIS “Abadia Lopes” e no Hospital Municipal.
Lucas Leite anunciou também para o próximo dia 07 de janeiro, a realização de um pregão eletrônico para a compra de equipamentos usados em unidades de saúde mais bem estruturadas citando, entre os principais, um tomógrafo, dois raios-X digitais, um mamógrafo digital, seis aparelhos de ultrassom, 40 monitores, dentre outros. Segundo ele, neste pregão serão gastos R$ 8 milhões.
O anunciou também a instalação de dois novos Centros de Atendimento Psicossocial três (CAPS) na área central da Cidade e dotados de grande estrutura de atendimento para estabilização de pacientes que não têm perfil de internação e de um ambulatório de saúde mental, no Bairro Jundiaí. Outra mudança foi a inauguração da sede própria do Banco de Leite Humano, no Bairro São Joaquim. “A sede do Banco de Leite funciona, agora, em um prédio bem adequado ao seu tipo de atendimento”, disse o secretário, No local, as mães que doam leite passaram a receber, também, atendimento odontológico, psicológico e nutricional.
Por último, o Secretário Lucas Leite anunciou o início de instalação do novo sistema de saúde com prontuário eletrônico, de controle de estoque, financeiro e regulação e também a criação do Núcleo de Regulação em Oncologia, para acelerar os agendamentos e orientar pacientes e profissionais da área.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Sociedade se mobiliza para reduzir indicadores de dengue em Anápolis

22/03/2019

A Prefeitura de Anápolis lança nesta sexta-feira, 22, a campanha: “Todos em ação contra o mosquito – dengue, chikungu...

SANEAGO intimada a reparar estação de tratamento de esgoto sanitário

15/03/2019

Acatando parcialmente pedido de liminar do Ministério Público de Goiás, o juiz Carlos Eduardo Rodrigues de Sousa, da Vara ...

Moderna tecnologia é aplicada para melhorar a qualidade de vida

07/03/2019

Cada vez mais, a tecnologia se torna um grande aliado para a saúde e o bem estar das pessoas. Com isso, aumenta, também, o ...

Projeto de vereadora propõe punir com multas os “sujões” da Cidade

07/03/2019

Matéria em tramitação na Câmara Municipal quer penalizar quem descarta papéis; anúncios; invólucros, sobras de aliment...