(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

União em combate ao crack

Geral Comentários 16 de abril de 2010

A Fundação Frei João Batista Vogel, Ministério Público, Juizado da Infância e Juventude lançaram o projeto “Diga não ao crack: apresentando soluções”.


A Fundação Frei João Batista Vogel, Ministério Público, Juizado da Infância e Juventude lançaram o projeto “Diga não ao crack: apresentando soluções”. O objetivo não é falar sobre o problema, que a maioria da população já conhece, mas buscar alternativas e promover ações práticas de combate a esta droga. O promotor Carlos Alexandre Marques, durante o lançamento, enfatizou a necessidade de pensar “como enfrentar a situação e buscar soluções em diversas áreas da sociedade”. Ele acredita que todas as unidades de saúde precisam ter um setor para amparar famílias que buscam soluções para usuários. “Cais, Posto de Saúde, Santa Casa, Hospital Municipal, precisam trabalhar neste setor, nem que seja para orientar aos que buscam ajuda”, defende.
Carlos Alexandre Marques cita que a área da educação deve investir em medidas preventivas. “Se a droga não causasse prazer ninguém usava. Mas, os estudantes não têm sonhos, não tem teto, não tem aonde comer, não tem área de lazer”, diz. Na segurança pública, avalia o promotor, não pode haver a descriminalização do usuário, ou seja, todos que portarem a droga devem ser punidos.
E por fim, ele destacou a necessidade de “ousadia” para ter programas sociais, educativos e culturais. “Bogotá (na Colômbia) resolveu parte dos problemas de drogas, criando praças de esporte e cultura em todas as regiões, com monitores 24 horas. Isto substitui as drogas, isto tem um valor para os jovens. Com certeza, é mais barato investir na prevenção”, sugere.
O juiz da Infância e Juventude, Carlos Limongi, diz que em muitos casos a família toda é usuária, e os irmãos mais velhos colocam os menores para furtar e comprar a droga. Ele cita o caso de dois usuários, que foram até o abrigo para retirar o irmão mais novo, com objetivo de fazer com que o mesmo comercialize o crack. Há dois anos, o juiz observa o aumento da criminalidade e do consumo da droga por crianças.
Ação – A proposta da Fundação Frei João Batista Vogel é utilizar a audiência das emissoras São Francisco AM e 96 FM para despertar a atenção do ouvinte para o problema. Diariamente são veiculados boletins educativos, que falam sobre os malefícios causados pela droga. Outro boletim, denominado ‘No mundo das drogas só tem dois caminhos, cadeia ou cemitério’, relata histórias de crianças e adolescentes que foram assassinadas.
Ainda durante a programação das emissoras, são veiculados depoimentos de usuários e familiares, que retratam o dia-a-dia da dependência, os furtos para conseguir dinheiro para comprar a droga; a violência dentro de casa; a crise da abstinência; a falta de programas e projetos de recuperação para crianças e adolescentes, principalmente, mulheres.
Membros do poder Judiciário, das policias civis e militares, profissionais de saúde, educadores, dirigentes de casas de recuperação têm sido entrevistados para apresentar “soluções” para o problema do crack. No mês de junho próximo, será promovido um Seminário, no auditório do Fórum, com a intenção de também apresentar proposta de combate a droga.
O projeto lançou também o blog www.radiosaochico.com.br/blog, que possui áudios de entrevistas e depoimentos, com o objetivo de promover o debate com o internauta. Por meio dele, é possível fazer denúncias, relatar fatos, dar sugestões e fazer críticas. Mais parceiros têm aderido à campanha, dentre eles, Prefeitura Municipal de Anápolis, Polícia Militar, Delegacia de Apuração de Atos Infracionais e Justiça Federal.

Autor(a): Leticia Jury

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Prefeitura quer novas regras para a exploração do serviço funerário

27/04/2017

A Prefeitura de Anápolis vai criar novas regras para a exploração do serviço funerário. As atuais são consideradas obso...

Membros do Conselho da Juventude empossados em concorrida solenidade

27/04/2017

Aconteceu na manhã da última terça-feira, 25, no miniauditório da Prefeitura de Anápolis, a posse dos membros do Conselh...

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....