(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Uma delegacia para cuidar dos idosos vítimias de violência

Segurança Comentários 17 de maio de 2013

Especializada começou a funcionar em Anápolis e tem por objetivo garantir segurança aos cidadãos da terceira (melhor) idade


Já está em pleno funcionamento a Delegacia de Proteção ao Idoso, parte da Polícia Civil que vai cuidar, especificamente, de apurar crimes e outros delitos contra as pessoas da faixa etária considerada idosa em Anápolis. A princípio, esta delegacia vai estar acoplada ao Sexto Distrito Policial, na região do Bairro JK até que se defina outro local para sua instalação. Quem está respondendo por ela é, também, o delegado titular do Sexto DP, Manoel Vanderic Filho, que disse considerar “um avanço” a iniciativa da Secretaria de Segurança Pública, atendendo a recomendação do Ministério Público para que a especializada fosse instalada. Ressalte-se que Anápolis é a primeira cidade goiana a contar com esse tipo de atendimento na área policial.
Segundo o delegado Manoel Vanderic Filho, as demandas nesta área da segurança pública são bem mais volumosas do que se possa imaginar. “O idoso sofre todo tipo de agressão nos dias atuais e, lamentavelmente, a maioria absoluta dos agressores está entre os membros da família, como filhos, netos, sobrinhos e afins. A violência contra eles vai, desde as agressões físicas, como espancamentos e torturas, até os constrangimentos, como falta de assistência, apossamento de proventos (muitos têm as aposentadorias e pensões literalmente tomadas pelos parentes), sem contar uma série de outros crimes tipificados nos códigos convencionais (Civil e Penal), além do Estatuto do Idoso”, disse o bacharel.
Muitos casos
De acordo com o delegado Manoel Vanderic Filho, Anápolis registra um elevado índice de violência contra idosos, alguns deles, inclusive, mostrado pelos veículos de comunicação da Cidade. Até há poucos dias, uma família mantinha o patriarca em total isolamento, em que pese ele ser proprietário de imóveis e ter uma razoável conta bancária. “Mas, vivia em completo abandono, enquanto os filhos desfrutavam de todo o seu patrimônio”, disse o titular do sexto DP. Neste caso, houve um ajustamento de conduta e a família se comprometeu a cuidar do idoso, o que será acompanhada pela Polícia.
Na semana passada, uma denúncia anônima levou os policiais do Sexto DP a uma casa no Bairro de Lourdes, onde uma senhora de 78 anos vivia em condições subumanas. Embora tenha filhos em situação financeira confortável ela, praticamente, era deixada em total abandono, sem comida, sem remédio, sem qualquer tipo de assistência.
O delegado disse que são, apenas, dois exemplos citados, mas que o número é infinitamente maior. A Delegacia recentemente implantada vai contar, a princípio, com dois agentes. Mas é pensamento buscar apoio de estagiários, psicólogos e outros profissionais que possam ajudar na recuperação da autoestima dos idosos agredidos, assim como punir, de acordo com a lei, os seus agressores. Lembra, mais, o delegado, que muita gente desconhece aas obrigações que filhos, netos e outros parentes têm para com as pessoas idosas, incorrendo, assim, em crimes, como o de abandono, que podem render grandes aborrecimentos.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Acidente com professora que caiu de moto causa comoção em Anápolis

17/04/2019

Um acidente trágico ocorrido na última segunda-feira, 15, tirou precocemente a vida da professora Thalita dos Santos Bueno,...

Centro de Inserção Social é uma bomba prestes a explodir, assegura advogado

05/04/2019

O presidente do Conselho da Comunidade de Execução Penal da Comarca de Anápolis, advogado Gilmar Alves, fez na manhã dest...

Novo Delegado Regional recebe visita de vereadores

29/03/2019

O delegado Pedro Caires, titular da 3ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Anápolis, recebeu, na tarde da última quart...

Júri condena membros dos “Três Patetas”

29/03/2019

O Tribunal do Júri da comarca de Posse, localizada no Nordeste goiano, condenou Florisvan Guedes da Silva, integrante do gru...