(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Um dia de amor ao próximo e de solidariedade

Geral Comentários 23 de dezembro de 2015

Uma ação solidária do Porto Seco, Jeep Esporte Clube de Anápolis, Jornal Contexto e de vários empresários voluntários, proporcionou um Natal diferente para crianças e idosos


Manhã de domingo (20), quase véspera do Natal. Uma movimentação atípica logo nas primeiras horas do dia, na sede do Porto Seco Centro-Oeste, no Distrito Agro Industrial de Anápolis (DAIA), mostrava que aquele seria um dia diferente. E foi, principalmente, para muitas crianças e idosos que ganharam presentes e o calor da solidariedade de um grupo de empresários e membros do Jeep Esporte Clube de Anápolis (JECA) que, há 10 anos, se reúne para fazer o bem. Um exemplo que demonstra que o amor ao próximo não está fora de moda.
Os ‘jipeiros’ e demais voluntários se reuniram na sede do Porto Seco Centro-Oeste, antes de iniciar o roteiro programado para o dia. Após o café da manhã, a caravana saiu em direção ao Jardim Esperança, onde centenas de crianças, acompanhadas dos seus pais, aguardavam com ansiedade a chegada do Papai Noel. E ele chegou em grande estilo, a bordo do seu Jeep, de óculos escuros e fazendo muita festa. A entrega dos brinquedos aconteceu no centro comunitário do setor, que ficou completamente tomado. Os voluntários organizaram as filas e, uma a uma, as famílias receberam os presentes. No local teve, até, estacionamento para carrinhos de bebês. O sorriso no rosto da garota Thaís Merielle resumiu o bem que faz fazer o bem. “Adorei o meu presente. Estou muito feliz”, comemorou a menina.
O presidente do JECA, Eniquerson Gomes Nascimento, destacou que esta ação não acontece apenas às vésperas do Natal, mas também ao longo do ano, com a entrega de cestas básicas, remédios e outros tipos de donativos para pessoas de baixa renda que são cadastradas pelo próprio clube. “É um trabalho voluntário e muito bonito, onde os ‘jipeiros’ e os empresários se unem e, com o apoio do Porto Seco, vem trazer um pouco de alegria para as pessoas”, disse. O Jeep Esporte Clube de Anápolis tem mais de 20 anos e, hoje, conta com 35 membros no grupo.
O empresário Wellington “Panela Velha” participou de todas as edições da caravana da solidariedade e faz sempre questão de adotar, com muito estilo, o figurino do Papai Noel, com muita dose de irreverência e animação. Um dos fundadores do Jeep Clube de Goiás e de Anápolis, ele ressalta que é “preciso repartir alegria com as pessoas”. Conforme observou, o presente é importante, mas o calor humano é o componente fundamental e é uma troca. “Para nós, voluntários, é sempre um momento especial e único”, afirmou.
Asilo
Terminada a primeira parte da programação, a caravana seguiu para o Asilo São Vicente de Paulo, na BR-153, próximo ao Posto Presidente. A entrega dos presentes foi direcionada aos idosos, homens e mulheres que, em boa parte, não contaram com a sorte de chegar a certa altura da vida com o conforto de um lar, a proximidade de familiares e amigos. E, muitos, sem gozar de boa saúde física e mental. Por este e outros motivos, a instituição tem sido um ponto de parada obrigatória do grupo de voluntários.
A coordenadora do Asilo, Marilda Moreira Teles informou que o local abriga 40 idosos - 08 homens e 32 mulheres. Ela agradeceu a solidariedade da caravana, que proporcionou momentos de alegria para os internos. E aproveitou o momento para fazer um apelo, para que as pessoas visitem os idosos, não só às vésperas do Natal, mas durante todo o ano. “Nós precisamos de apoio e de doações. Mas precisamos que as pessoas venham trazer o seu calor para estes idosos, eles necessitam muito dessas visitas”, conclamou.
A terceira e última parte do roteiro foi no Bairro Santo Antônio, na Rua Sebastião Gomes, onde o alvo foram as crianças. Carrinhos, bolas, bonecas e outros brinquedos fizeram a alegria de centenas delas, que ganharam, também, balinhas e o carinho dos voluntários.
O superintendente do Porto Seco Centro-Oeste, Edson Tavares, fez um balanço positivo da ação. “Estamos há 10 anos fazendo este trabalho e, cada vez mais, nos sentimos gratificados em poder compartilhar alegria com as pessoas”, disse, acrescentando que este ano foram arrecadados cerca de sete mil brinquedos, sendo que parte destes donativos foi entregue na caravana e a outra parte, posteriormente. O Porto Seco ofereceu toda a logística necessária com ônibus e caminhão à disposição da caravana. Edson Tavares agradeceu a participação dos voluntários e dos empresários que fizeram doações e, em especial, a parceria do JECA. “Com certeza, a gente ganha muito para a nossa vida, fazendo o bem para o nosso próximo”, sintetizou.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Adoção de selo eletrônico é adiada

22/06/2017

A Secretaria da Fazenda informa que a obrigatoriedade de uso do Selo Fiscal Eletrônico para as embalagens descartáveis de ...

Jovem anapolino abre portas para o difícil universo das fragrâncias

15/06/2017

O jovem anapolino Helder Machado Owner é um exemplo de que o empreendedorismo não tem barreiras. A primeira coisa para aven...

Subseção da OAB entrega Moção a juíza de Anápolis

09/06/2017

A juíza titular da 2ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Anápolis, Aline Vieira Tomás, recebeu, na segunda-feira...

Controle da folha de pagamento é um desafio para a Prefeitura

02/06/2017

Dentro do que preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Prefeito Roberto Naves e a equipe econômica apresentaram, ...