(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed. 392

Geral Comentários 16 de novembro de 2012

Notas Gerais


Choque no crack
As polícias do Brasil terão armas de choque e spray de pimenta para conter dependentes de crack. A distribuição desses dispositivos é uma das ações previstas no programa "Crack, é possível vencer", do Ministério da Justiça. A utilização de força policial, incluindo armas não letais, para o controle de dependentes é controversa. Em São Paulo, operação iniciada em janeiro foi criticada por especialistas, que defendiam foco maior em saúde. A orientação para o uso de armas de choque, chamadas de taser, é da Secretaria Nacional de Segurança Pública. A intenção é que "os policiais tenham opções menos letais, principalmente para situações em que existem aglomerados de pessoas".

O mensalão e os bancos
A pena aplicada pelo Supremo Tribunal Federal STF a Kátia Rabello, dona do banco Rural, já está levando a uma reviravolta no setor financeiro e entre as empresas que usam o mercado de capitais para tomar empréstimos. Esta semana, um grupo de bancos se reuniu para discutir o que fazer com o novo tratamento proposto pelo Supremo Tribunal Federal para os crimes financeiros. Kátia Rabello foi condenada a 16 anos e oito meses de prisão. O Banco Rural ajudou a financiar o mensalão, concedendo empréstimos e permitindo que o dinheiro do esquema fosse distribuído em suas agências sem que os verdadeiros destinatários dos recursos fossem identificados.

Relatório paralelo
Os parlamentares do chamado bloco independente devem apresentar um relatório paralelo ao do relator da CPI do Cachoeira, deputado Odair Cunha (PT-MG), no mesmo dia em que Cunha ler seu voto, previsto para a próxima terça-feira, dia 20. O bloco é formado pelos senadores Randolfe Rodrigues e Pedro Taques e pelos deputados Rubens Bueno e Onyx Lonrezoni. Inicialmente, os parlamentares planejavam ingressar na Procuradoria-Geral da República pedindo aprofundamento da investigação sobre as relações de Carlinhos Cachoeira, com agentes públicos fora de Goiás e a participação da construtora Delta no esquema de desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

Ricos pressionados
A crise global está impulsionando um verdadeiro cerco para taxar ricos nos Estados Unidos e na Europa. Em um momento em que famílias pobres e de classe média são obrigadas a cortar gastos básicos, há cada vez mais apoio para que um aumento dos impostos no topo da pirâmide sirva como alternativa às medidas de austeridade. Nos EUA o Presidente Barack Obama disse que não abrirá mão de aumentar os impostos cobrados dos milionários e bilionários. Na semana passada, o Estado da Califórnia aprovou em referendo a Proposição 30, que aumenta o imposto de renda para quem ganha mais de US$ 250 mil por ano (R$ 512 mil) para evitar cortes na educação.

Solidariedade petista
O PT será solidário aos membros do partido condenados na Ação Penal 470, o ‘mensalão’, disse o presidente da legenda, Rui Falcão. Falando à BBC Brasil pouco antes do segundo turno das eleições municipais - e antes, portanto, da definição das penas aos réus do mensalão -, Falcão disse que o PT respeita a decisão do Supremo. "Como o Supremo é um poder da República, sua decisão prevalece. O que não significa que concordamos com ela", disse o deputado estadual em São Paulo. "Os filiados do PT que foram condenados ainda têm recursos a utilizar e vão lançar mão de todos os meios para provar a sua inocência. E nós vamos estar solidários com eles", disse Rui Falcão.

Cartões de crédito
As taxas do cartão de crédito caíram ao menor nível em 17 anos em meio à pressão dos bancos públicos para expandir à linha o movimento de redução dos juros deflagrado no início do ano. Segundo levantamento mensal da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, a taxa caiu quase 10% em outubro (1,04 percentual) na comparação com setembro, para 9,37% ao mês. É o menor nível já apurado desde o início da pesquisa, em 1995. A queda na linha começou a aparecer no mês anterior, quando houve a primeira alteração depois de 33 meses de estabilidade na taxa na esteira da entrada em vigência de parte das iniciativas voltadas especificamente para o cartão de crédito.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Uma viagem de realidade e ficção a Praga

18/08/2017

Tudo começou numa viagem de família à Praga, capital da República Tcheca, em 2013. A cidade antiga, cheia de belezas e de...

Anápolis recepciona interessados em conhecer os cursos

18/08/2017

O Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas Henrique Santillo da Universidade Estadual de Goiás (UEG), em Anápolis, realiz...

Ministério oferece cursos gratuitos e a distância

18/08/2017

Estão abertas as pré-matrículas para cursos de qualificação profissional na área do turismo com subsídios do Programa ...

Governo espera cadastrar 15 mil estudantes

18/08/2017

Depois de ter sido lançado em Anápolis, recentemente, o programa Passe Livre Estudantil foi apresentado de forma detalhada,...