(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed. 313

Geral Comentários 06 de maio de 2011

Notas Gerais


Diplomacia lulista
O Ministério Público Federal vai à Justiça pedir o cancelamento dos passaportes diplomáticos dos quatro filhos e três netos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Procuradoria já havia considerado irregulares os passaportes concedidos a dois dias do fim do mandato do petista. Em ofício encaminhado ao Itamaraty, assinado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, o MPF disse que pediria a anulação dos documentos se eles não fossem devolvidos em 30 dias. O prazo terminou e o Itamaraty enviou resposta escrita pelo ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, dizendo que os documentos não foram "recolhidos", nem "devolvidos" pelos parentes de Lula.

Novos marinheiros
Decisões liminares da Justiça Federal impedem a Marinha de fixar uma idade máxima e uma altura mínima como requisitos para dois concursos abertos neste ano. As decisões valem para a seleção de técnicos do corpo auxiliar - idade máxima de 36 anos - e de engenheiros - idade máxima de 36 anos e altura entre 1,54 m e 2m. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal. Outras três seleções também foram questionadas pela Procuradoria. São os concursos para capelães navais - idade entre 30 e 40 anos -, corpo de saúde - altura mínima de 1,54 e máxima de 2m, além de idade limite de 36 anos -, e quadros complementares de oficiais - altura entre 1,54 e 2m e idade máxima de 29 anos.

Mais ensino
O Senado aprovou um projeto de lei que eleva de 800 para 960 horas a carga horária mínima anual dos ensinos fundamental e médio e outro que aumenta a frequência exigida para aprovação, dos atuais 75% para 80%. Considerando-se 200 dias letivos, os alunos passam a ter quatro horas e 48 minutos de aula por dia, em vez de quatro horas. O número de horas mínimo por ano passa de 600 para 768. Os projetos ainda têm de ser aprovados na Câmara, e sancionados pela presidente Dilma Rousseff. Se isso ocorrer, o Brasil irá superar a carga horária escolar mínima da maioria dos países desenvolvidos. Na OCDE, organização que reúne alguns deles, a média exigida é de 837 horas por ano.

Dor de cabeça
Resultado de pesquisas feitas recentemente pela OMS (Organização Mundial de Saúde) apontam que cerca de 47% dos adultos nos mais diferentes pontos do mundo têm transtornos relacionados a dores de cabeça, mas o problema não recebe tratamento, por ser subdiagnosticado. A agência afirma, ainda, que os custos financeiros por perda de produtividade causada pelo problema são enormes, notadamente junto à população economicamente ativa. O transtorno foi considerado o mais caro para a sociedade nos EUA e na Europa. Sozinha, a doença é a causa da perda de 400 mil dias de trabalho nos países ricos. A enxaqueca atinge uma em seis mulheres e um em 12 homens no mundo.

Último guerreiro
Claude Stanley Choules, o último combatente da Primeira Guerra Mundial que ainda estava vivo, morreu na Austrália aos 110 anos, informou a rádio ABC nesta quinta-feira, 05. Britânico naturalizado australiano, Choules lutou quando ainda era um adolescente e faleceu em um asilo da cidade de Perth, segundo informou sua família. Com apenas 14 anos, Choules foi incorporado à Marinha do Reino Unido, pouco depois de o país declarar guerra à Alemanha, e a bordo do destróier "HMS Revenge" foi testemunha da rendição da frota alemã em 1918. Depois da guerra, Choules foi morar na Austrália, servindo nas forças armadas daquele país durante mais de quatro décadas.

Código Florestal
A senadora Kátia Abreu (PSD-TO) afirmou que a bancada ruralista não vai aceitar mudanças de última hora na proposta do Código Florestal que impliquem em redução da produção agropecuária brasileira. Na semana passada, o ministro Antônio Palocci (Casa Civil) pediu ao relator da reforma do projeto de lei, Aldo Rebelo (PC do B-SP), que refizesse a proposta que contraria a bancada ruralista. O Código Florestal está em tramitação na Câmara dos Deputados há quase 12 anos. Segundo a senadora líder da bancada ruralista, a discussão para a aprovação do código não é ideológica. "É econômica e social. O futuro para a produção de alimentos depende desta votação".

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Festival fecha o ano com música independente e Pablo Vittar

15/12/2017

O Festival Paralelo Sonoro realiza sua 9ª edição neste ano entre os dias 17 a 23 de dezembro, em Anápolis, Goiás. O foco...

Projeto Criar e Tocar forma nova turma de músicos

15/12/2017

Na última segunda-feira, 11, foi realizada a formatura dos alunos do Projeto Criar e Tocar que concluíram suas atividades e...

Crianças ganharão brinquedos novos

15/12/2017

Vem aí mais uma edição do programa Show de Natal, que faz a entrega de 1 milhão de brinquedos, no mês de dezembro, às c...

IFG oferece cursos com o ensino médio

15/12/2017

Uma boa oportunidade para quem deseja estudar e aprender uma profissão, ao mesmo tempo. Foram abertas as inscrições para o...