(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed. 310

Geral Comentários 08 de abril de 2011

Notas Gerais


Candidatos avulsos
A comissão de reforma política do Senado aprovou as candidaturas avulsas para prefeitos e vereadores. Com a mudança, os candidatos aos dois cargos não precisam ser filiados a partidos políticos para disputarem as eleições - mas precisam coletar o apoio de 10% dos eleitores do município para que tenham as candidaturas avalizadas pela Justiça Eleitoral. Os integrantes da comissão decidiram testar o modelo das candidaturas avulsas sem estendê-lo para outros cargos. Foi mantido o atual modelo de fidelidade partidária e domicílios eleitorais, que obriga o candidato a ter domicílio eleitoral no município um ano antes do pleito, bem como ser filiado a um partido no mesmo prazo.

Laranjas no rádio
A Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado vai realizar audiência pública para discutir a denúncia de que empresas abertas em nome de laranjas são usadas para comprar concessões de rádio e TV nas licitações realizadas pelo Governo. O requerimento pede que sejam ouvidos o Ministério das Comunicações, Anatel, TCU e Ministério Público Federal. A comissão também decidiu suspender a análise dos pedidos de concessões até que os senadores discutam as mudanças nas regras em vigor. Autor do requerimento, o senador Aloysio Nunes Ferreira quer discutir o assunto, pois cabe a esta comissão autorizar as concessões para rádio e TV, inclusive comunitárias.

Oceanos modificados
O terremoto de 9 graus que atingiu o Japão em 11 de março pode ter modificado a forma dos oceanos devido à sua intensidade. A informação é dos especialistas em observação da Terra da Universidade Politécnica de Munique (Alemanha) para apresentar os primeiros resultados do satélite europeu Goce. Roland Pail, especialista da Universidade Politécnica de Munique, deu por certo que o terremoto influiu na forma do geóide, já que foi "um movimento em massa". Por sorte, o satélite passou pela zona do terremoto um dia depois da catástrofe e por isso os dados e as imagens registrados mostrarão com segurança uma grande modificação a respeito da informação anterior.

Álcool mais barato
O abastecimento de álcool combustível deverá estar normalizado a partir de maio, informou o secretário adjunto da Secretaria de Assuntos Econômicos do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt. Com isso, o preço do combustível deverá retornar aos preços do final do ano, devido à quantidade de álcool que retornará ao mercado. Ele, no entanto, admitiu que, nos próximos anos, o problema de desabastecimento de etanol pode continuar devido ao período de transição, marcado pelo final de uma safra e o início da próxima, que se dá nos meses de março e abril. Bittencourt também disse que o preço do álcool voltará a ser mais competitivo nos estados que tem o ICMS menor.

Celular proibido
Celulares e aparelhos eletrônicos podem causar problemas para estudantes das escolas da rede municipal de ensino de Porto Alegre. Os vereadores da capital gaúcha aprovaram um projeto de lei que prevê advertência para os alunos que mantiverem os aparelhos ligados durante as aulas. Conforme a proposta, os telefones devem permanecer desligados e guardados durante as aulas. O projeto prevê ainda a colocação de cartazes nas portas das salas informando sobre a proibição. Os vereadores utilizaram a opinião de especialistas em educação, que consideram o uso do celular prejudicial ao aprendizado, pois distrai a atenção dos estudantes às aulas, para justificar a proposta.

Carona de luxo
O comandante do avião da Presidência da República, coronel Geraldo Corrêa de Lyra Júnior, infiltrou uma amiga nos voos de ida e volta que levaram Dilma Rousseff para descansar em Natal (RN) no carnaval. O episódio abriu uma crise no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável pela segurança da presidente. O coronel botou no avião presidencial a professora de educação física Amanda Correa Patriarca, irmã de Angélica Patriarca, comissária da mesma aeronave. A presença de uma estranha alojada de improviso no avião presidencial, sem a ciência de Dilma, foi considerada internamente um risco às regras no aparato de segurança e uma ousadia ao rigor militar.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Anapolino é destaque em competição nacional

21/09/2017

Na última segunda-feira, 18, o prefeito Roberto Naves recebeu em seu gabinete o jovem Gabriel Douglas Araújo, estudante da ...

Promotores de Justiça têm encontro em Anápolis

21/09/2017

Os encontros regionais da Procuradoria Geral de Justiça Presente e de elaboração do Plano Geral de Atuação do Ministéri...

Entenda o que é trabalho intermitente

21/09/2017

A Reforma Trabalhista tem um ponto que necessita de grande destaque, que é a criação de um novo modelo de trabalho que at...

Projeto ampara crianças em situação de risco

21/09/2017

Será lançado nesta sexta-feira, 22, o Projeto Querobem. A solenidade está marcada para o auditório do Bloco F, da UniEVAN...