(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed. 299

Geral Comentários 21 de janeiro de 2011

Notas Gerais


Nova identidade
Até o fim de 2011, dois milhões de pessoas terão o novo registro de identidade civil (RIC). De acordo com o diretor do Instituto Nacional de Identificação, Marcos Elias Araújo, as primeiras 100 mil pessoas foram selecionadas e seus documentos já estão sendo expedidos pela Casa da Moeda. As demais 1,9 milhão de pessoas serão convocadas ainda neste ano para a troca do documento. Mas, ainda não há data prevista para que isso aconteça. "Cada estado tem sua peculiaridade. Então, deixamos para que os institutos de identificação locais, que mudam de Estado para Estado, façam seus cronogramas. A prioridade agora é emitir os cartões e entregá-los aos institutos", disse.

Mais empregos
São Paulo foi a cidade que mais criou empregos em 2010. São informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. O município abriu 262.426 novas vagas. O segundo lugar ficou com o Rio de Janeiro: 119.391 postos com carteira assinada em 2010. Depois vêm: Belo Horizonte (79.519); Fortaleza (54.669); Recife (46.929); Curitiba (41.335); Salvador (37.786); Brasília (36.785); Porto Alegre (32.633), Goiânia (31.668) e São Luiz (30.571). Foram gerados, no total, 2.524.678 empregos formais no ano de 2010. Foi a primeira vez que o número de empregos com carteira assinada supera os dois milhões em um ano desde a adoção desta nova metodologia em 1999.

Lula de volta
Após temporada de férias, o ex-presidente Lula começa a traçar seus primeiros passos na política fora do poder. Lula vai se reunir com amigos e definir as primeiras agendas políticas e questões de estrutura de trabalho. Ele vai definir se participará do Fórum Social Mundial que começa dia 6 de fevereiro em Dakar, Senegal. Lula se queixou a amigos que não tem nem sequer um telefone celular - ele usava o da Presidência. O ex-presidente ainda não tem um local de trabalho. Depois de não conseguir um local para o futuro instituto com seu nome, Lula teve problemas com a reforma do prédio do Instituto Cidadania, no bairro do Ipiranga, onde deverá se instalar provisoriamente.

Execuções
Desde o início deste ano, uma pessoa foi executada a cada oito horas no Irã. O país mata, proporcionalmente, mais do que em qualquer outro lugar. Nos primeiros 15 dias de 2011, foram mais de 48 mortes, segundo o grupo independente International Campaign for Human Rights in Iran (Campanha Internacional pelos Direitos Humanos no Irã). As estatísticas refletem o que pode ser chamado de endurecimento nas regras do país. “No último ano de governo do ex-presidente Mohammad Khatami (1997-2005), houve 86 execuções. Já com o atual, Mahmoud Ahmadinejad, chegou-se a quase 400 mortes em 2009”, disse Hadi Ghaemi, diretor-executivo do grupo independente.

Novos aviões
Empenhada em minimizar o desgaste provocado pela compra de 36 caças para a FAB, a presidente Dilma Rousseff só vai anunciar uma decisão final depois de obter um parecer do Conselho de Defesa Nacional. Alvo de pressão internacional, Dilma deve convocar uma reunião do órgão especificamente para tratar do assunto, depois de concluir a análise do relatório que encomendou ao Ministério da Defesa sobre a negociação. O Conselho de Defesa Nacional tem a tarefa de assessorar a presidente nas questões relacionadas de segurança nacional. Isto permitirá a Dilma dividir a responsabilidade e o desgaste internacional que possa resultar da escolha com sua equipe de governo.

Êxodo urbano
Mais da metade dos moradores de São Paulo diz que, se pudesse, sairia da capital paulista para viver em outra cidade. De acordo com a segunda edição dos Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município, divulgada pela Rede Nossa São Paulo, 51% responderam que deixariam a cidade, enquanto 48% disseram que não se afastariam da capital paulista e 1% não soube ou respondeu. Em relação à pesquisa anterior, anunciada em dezembro de 2009, houve uma queda no índice. Naquela ocasião, 57% haviam dito que, se pudessem, partiriam da cidade. A pesquisa também diz que para quase a metade dos moradores de São Paulo a qualidade de vida melhorou em 2010.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Força-tarefa para agilizar fila de processos parados

18/05/2017

Imagine que você tenha terreno e recursos para iniciar uma obra, mas esteja impedido de dar prosseguimento por conta da falt...

Convênios públicos têm nova regulamentação

11/05/2017

A Câmara Municipal realizou audiência pública nesta quinta-feira,11, em conjunto com a Prefeitura de Anápolis, para trata...

Corpo encontrado em lago é de empresário anapolino

04/05/2017

Na noite desta quinta-feira, 04, informação colhida pelo Jornal “A Voz de Anápolis”, junto a um irmão de Edmar Almeid...