(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed. 264

Geral Comentários 14 de maio de 2010

Notas Gerais


Tranquilidade
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que não haverá gargalos ou bolhas na economia brasileira, apesar de reconhecer que é preciso investir mais em infraestrutura.
Segundo Mantega, para não haver gargalos é preciso "correr atrás do prejuízo deixado pelos governos anteriores" e rapidamente construir hidrelétricas e novas estradas, além de modernizar portos e aeroportos. "Não haverá gargalos na economia brasileira". O ministro fez tais declarações durante encontro com grupos empresariais em Brasília.

Genéricos
Índia e Brasil recorreram à Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a União Europeia e a Holanda pela apreensão de cargas de medicamentos genéricos. O pedido de consultas, primeiro passo de um processo formal na OMC, contrapõe os direitos de propriedade intelectual dos laboratórios ao acesso das populações de países pobres a medicamentos. A UE alega estava se precavendo da existência de medicamentos falsificados. O bloco europeu esperava obter uma solução negociada para o caso.

Socorro
O Brasil se tornou o primeiro país a contribuir com um fundo de reconstrução do Haiti, e o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, instou outros doadores a cumprir suas promessas para ajudar os haitianos a se reerguerem após o devastador terremoto de janeiro. O Brasil, que comanda a missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no país, pagou US$ 55 milhões ao fundo Em março, doadores internacionais anunciaram a doação de US$ 10 bilhões em 10 anos para ajudar o Haiti.

Crescimento
Quem chega de carro a Parauapebas (PA) se depara com um outdoor no qual está escrito: “Suas compras serão aqui”. Instalado na rodovia PA-275, ele indica o local em que será aberto o Unique Shopping, o primeiro do sudeste do Pará. Com inauguração prevista para este ano, com investimento de R$ 46 milhões. A cidade cresce em ritmo acelerado desde que foi fundada, em 1988. De lá para cá, a população aumentou 15 vezes e a economia cresce 20% ao ano - o dobro da taxa registrada na China.

Apocalipse
O aquecimento global pode deixar até metade do planeta inabitável nos próximos três séculos, de acordo com um estudo das universidades de New South Wales, na Austrália, e de Purdue, nos Estados Unidos. O estudo afirma que, embora seja improvável que isso aconteça ainda neste século, é possível que já no próximo, várias regiões estejam sob calor intolerável para humanos e outros mamíferos. "Um aquecimento médio de 7ºC e um aquecimento médio de 12ºC deixaria metade da população do mundo sem vida”.

Professores
Em debate no Senado Federal especialistas apresentaram argumentos contra e a favor da extinção da formação conhecida como magistério. O embate está entre o anseio de que os professores de todos os níveis tenham curso superior e o papel dos cursos técnicos para o magistério. Quem defende o fim dos cursos normais crê que a exigência de uma faculdade permite ganhos na qualidade de ensino. Os contrários à medida dizem que a modalidade técnica seria o primeiro passo para a carreira de professor e não o único.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Lei mira a perturbação do sossego público

14/09/2017

O Prefeito Roberto Naves (PTB) encaminhou à Câmara Municipal um projeto promovendo modificações na Lei Complementar 279/2...

Aumenta demanda por atendimento

08/09/2017

Revelados nesta segunda feira (4), pela dirigente do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Eriz...

Prazo para adesão próximo de acabar

31/08/2017

Contribuintes que estão inadimplentes com a Prefeitura de Anápolis têm até o dia 14 de setembro para quitar suas dívidas...

Ação contra Carla Santillo prescreveu

31/08/2017

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) entendeu estar prescrita a ação em desfavor de Carl...