(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Últimas da Web - Ed. 263

Geral Comentários 07 de maio de 2010

Notas da Web - Ed. 263


Previdenciário
O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse que o governo estima em R$ 4 bilhões anuais o impacto que o fim do fator previdenciário terá nas contas públicas. O fator previdenciário é o princípio segundo o qual a União tem de levar em conta o tempo de contribuição, a idade do trabalhador no momento do pedido de aposentadoria e a expectativa de vida para calcular os valores dos benefícios. Por esta regra, quanto mais se trabalha, maior é o valor pago na aposentadoria. A emenda foi aprovada após os deputados terem conseguido garantir, na Câmara, um reajuste de 7,7% para aposentados e pensionistas que recebem acima de um salário mínimo mensal.

Aposentados
Depois de aprovada pela Câmara na terça-feira, 04, a Medida Provisória 475/09 volta ao Senado. O texto aprovado reajusta os benefícios dos aposentados que ganham acima do salário mínimo em 7,72% a partir de 1º de janeiro e, por meio de emenda, acaba com o fator previdenciário. O prazo de validade da MP é 1º de junho. Se até lá não for votada pelo Senado (e novamente pela Câmara, em caso de nova alteração feita pelo relator designado pela presidência da casa), a medida provisória perderá efeito. Nesse caso, terá de ser editado um decreto legislativo para que os aposentados não sejam obrigados a devolverem os valores que receberam devido ao reajuste determinado pela MP.

Temperatura
A temperatura média global, somando a superfície dos oceanos e a terrestre, foi a mais alta já registrada em um mês de março pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA). O período entre janeiro a março deste ano, terminou como o quarto mais quente da história. A temperatura média em março foi de 13,5°C, que é 0,5°C acima da média do século XX, 12,7°C, para este mês. A superfície dos oceanos registrou a média de 16,5°C, a mais alta já marcada para março. A terrestre ficou em 6,19°C, a quarta mais alta para o mês passado. Situações mais quentes que o normal dominaram o globo, especificamente no norte da África, e no sul da Ásia e Canadá.

Os juros
Finalmente, uma boa notícia para os consumidores brasileiros. Em março, as taxas de juros cobradas nos empréstimos para as famílias caíram e para as empresas subiram, segundo divulgou o Banco Central. A taxa para as pessoas físicas passou de 41,9% ao ano em fevereiro para 41% ao ano, no mês passado, o menor patamar da série histórica do BC, iniciada em 1994. No caso das empresas, houve alta de 0,4 ponto percentual e passou para 26,3% ao ano. “O resultado do mês refletiu o aumento dos custos de captação associado às expectativas relacionadas ao comportamento futuro das taxas de juros”, é o que informa o documento sobre o aumento de juros cobrados das empresas.

Diplomatas
Qualquer pessoa com diploma de ensino superior pode participar da seleção para o corpo diplomático brasileiro, que reúne os mais diferentes e impensáveis profissionais, além dos óbvios bacharéis em direito e relações internacionais: engenheiros, físicos, químicos, biólogos, filósofos, designers. Os jornalistas também são numerosos entre os aprovados. Na última seleção, 42 aprovados eram do direito, 23 de relações internacionais, 11 jornalistas, sete administradores, seis engenheiros, cinco historiadores, três economistas, dois psicólogos, dois filósofos, dois sociólogos, dois da área de letras, um analista de sistemas, um designer, um físico, e um zootecnista.

Recenseamento
No dia 1º de agosto o IBGE iniciará o Censo 2010, que revelará o novo retrato da sociedade brasileira. Serão 225 mil agentes que vão percorrer 58 milhões de domicílios, em 5.565 municípios. Pela primeira vez, as pessoas poderão responder ao censo pela internet. Uma senha que dará acesso ao sistema do IBGE, será disponibilizada pelo recenseador. Os resultados finais vão servir para a formulação de políticas públicas e serão importantes para determinar, por exemplo, a quantidade de vereadores nos municípios, baseada na população residente, assim como os critérios para a divisão do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que tem recursos do Governo Federal.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Programa ID Jovem completa primeiro ano de vigência

08/12/2017

A Secretaria Nacional de Juventude comemora os bons resultados do Programa Identidade Jovem. Em 1 ano de vigência da iniciat...

Aumenta para oito anos prisão de bêbado que dirige e mata

08/12/2017

Após cinco anos de espera, o projeto 5568/2013 foi aprovado pela Câmara dos Deputados. A análise ocorreu na sessão desta ...

Pesquisa aponta intenção de compras dos anapolinos

08/12/2017

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis acaba de divulgar a pesquisa de intenções de compras do consumidor anap...

Residencial Copacabana recebe plantio de mudas de árvores

08/12/2017

Preservar o meio ambiente e cuidar do planeta. Foi com esta disposição que estudantes do 1º e 2º ano do Ensino Médio do ...