(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Tudo certo entre o PMDB e o PT em Anápolis, Segundo Onaide

Contexto Político Comentários 05 de maro de 2010

Chega sempre a hora em que não basta apenas protestar: após a filosofia, a ação é indispensável. (Victor Hugo)


Tudo certo
Onaide Santillo, candidatíssima a deputada estadual pelo PMDB, disse que entre seu partido e o PT de Antônio Gomide “está tudo bem”. Segundo ela, não existe qualquer dificuldades de relacionamentos. Entende a ex-deputada que o simples fato de fazer algumas críticas pontuais à administração municipal não significa rompimento. “A crítica é positiva, serve para nortear o procedimento da outra parte”, justifica.
De acordo com Onaide, se houvesse qualquer diferença entre petistas e peemedebistas, os dois vereadores do partido (Assef Nabem e Wesley Silva) não estariam apoiando o Prefeito Antônio Gomide. Ambos têm votado favoravelmente a todas as matérias oriundas do governo municipal. “É bom lembrar que os mandatos são dos partidos. Se o diretório não fosse favorável, orientaria seus vereadores a votarem contra”, alegou.
Outra coisa revelada por Onaide Santillo versa sobre Henrique Meirelles e Íris Rezende. Para a experiente política peemedebista, “embora o Presidente do Banco Central seja um nome de respeito no cenário nacional, o Prefeito de Goiânia está mais tarimbado e preparado para disputar o Governo de Goiás em outubro”. Ela fez referência, inclusive, à saúde de Íris que, no último domingo, deu mais uma demonstração de vitalidade, ao correr os cinco quilômetros da maratona dos carteiros em Goiânia. “Ele está com a saúde perfeita”, justificou Onaide.

Invasões
Multiplicam-se as denúncias sobre a ocupação indevida de áreas públicas em Anápolis. E, esta ocupação, se dá por diferentes formas. A mais empregada é o cercamento de terrenos com arame farpado. Logo surgem as edificações. Mas existem, áreas na chamada região nobre, também, sendo ocupadas na maior “cara de pau”. Sem contar os muros que são estendidos para a área que, originalmente, seria de calçadas. A Prefeitura não estaria vendo isso?
Festança
Pelo que se anunciou de véspera, vai ser uma grande festa a comemoração do aniversário do Senador Marconi Perillo (PSDB-GO), nesta sexta-feira, 05, em Goiânia. Vários ônibus foram fretados em cidades do interior, inclusive em Anápolis, para o evento.

Vai ficar?
O Secretário Municipal de Planejamento, Edir Xavier, transferiu residência para Anápolis. Significa que, ao contrário do que se andou falando, ele não estaria com a intenção de deixar a equipe do Prefeito Antônio Gomide. Edir está debruçado sobre o projeto do Plano de Cargos e Salários (carreiras e vencimentos) dos servidores municipais, que deve ser aplicado logo, logo.

Baixa I
Surpreendeu a muita gente, a notícia do desligamento do médico Elias Hanna, da equipe da Secretaria Municipal de Saúde. Elias, petista de quatro costados, uma figura benquista em todos os setores comunitários, ocupava o setor de Regulação na Semusa. Vai fazer falta, com certeza.

Baixa II
Elias Hanna é a segunda baixa importante do Governo Gomide. A primeira foi o jornalista Orisvaldo Pires que, no começo da administração, assumiu a Diretoria de Comunicação. Mas, tanto um, como outro, são velhos amigos particulares de Gomide e, esta amizade, certamente não se abala.

Pega mal
Depois de alguns e-mail’s informando sobre situações comprometedoras, envolvendo funcionários e vereadores da Câmara Municipal de Anápolis, outro tipo de “brincadeira de mau gosto” foi enviada, via internet para muita gente. Desta feita, foi a montagem de um áudio, aproveitando o pronunciamento de um vereador, também com proposta ridicularizante.

Candidata
A julgar pelas últimas aparições da senadora Marina Silva (PV-AC) em programas de televisão, não restam dúvidas de que ela, realmente, pretende ser candidata à Presidência da República. Por enquanto, Marina está ocupando espaço nas chamadas pequenas emissoras. Mas, não demora muito, e a acreana vai pintar nos chamados grandes canais.

Antenado
Pessoas que acompanharam o Governador Alcides Rodrigues na recente viagem pelo Leste Europeu, disseram que ele não desgrudou, um minuto, do telefone, sendo informado, passo a passo, de tudo o que ocorria nos meios políticos em Goiás durante sua ausência. E tem-se como certo que, já a partir desta semana, muita coisa começa a mudar na Administração
Estadual.

Mudanças
Muitos que estavam há onze anos (sete de Marconi e quatro de Alcides) em cargos importantes do Governo, está se despedindo da sombra do poder. O fim da Base Aliada respingou em dezenas de pessoas que vão cair fora de secretarias, diretorias, coordenadorias, assessorias e outras “ias”. É a realidade do jogo político.

De volta?
O ex-prefeito Pedro Sahium quebrou o longo período (mais de um ano) de silêncio e concedeu entrevista às emissoras de rádio em Anápolis. Abordou a situação da cidade, rememorando feitos de sua administração. Disse que está lecionando e iniciou um projeto de treinamentos e seminários, em parceria com o professor Nilton Barbosa. Sobre candidatura, ele que se filiou ao Democratas, alegou que ainda está amadurecendo a idéia.

Terceira via
Para quem pensa que o projeto da terceira via na disputa pelo Governo de Goiás esfriou, vai um lembrete: a partir da próxima semana devem surgir novidades. De preferência com a indicação do nome, ou dos nomes, com possibilidade real para o enfrentamento. A idéia é acabar com a polarização entre o PSDB e o PT. O Governador Alcides Rodrigues estaria cuidando, pessoalmente, disso. É esperar, então...

Mineirinho
Muito embora o Governador de Minas Gerais, Aécio Neves, tenha falado, por repetidas vezes, que está fora das disputas de outubro e que pretende concluir seu mandato, ninguém acredita. Tem-se como certo que ele será, realmente, o companheiro de chapa de José Serra (Governador de São Paulo) na corrida presidencial. Aécio estaria desviando o foco, propositadamente, para aparecer, depois, como o conciliador. Será?

Tempo
Realmente, “o tempo é o senhor da razão”. Esta semana o ex-governador de Brasília, Joaquim Roriz, que teve de renunciar ao mandato de senador para não ser cassado por falta de decoro e por envolvimento em desvio de dinheiro, deu entrevista na televisão considerando “um absurdo, uma vergonha, um desrespeito”, o que está acontecendo com o chamado ‘escândalo Arruda’. Quem diria...

Escutando
Procedimento adotado, ainda, na administração Ernani de Paula, a Prefeitura mantém um perfeito serviço de rádio-escuta, conferindo a programação jornalística das três emissoras AM da cidade. O objetivo, segundo se explica, é saber de onde partem as reclamações da população para a tomada de providências e, ainda, saber o que estão falando os adversários e os correligionários. Para, da mesma forma, preparar a reação.

Fachadas
Setores do empresariado local andam meio que “de bico virado” com a Prefeitura, por conta da cobrança da taxa de publicidade. Por menor que seja o estabelecimento, desde que tenha uma placa, um letreiro, uma propaganda qualquer, o Código Tributário do Município estipula a cobrança da referida taxa. Mas, se está na lei, é para se cumprir.

Sem trégua
As pesadas chuvas dos últimos dias causaram estragos consideráveis na malha viária municipal. O pior é que o mau tempo não permite que os reparos sejam feitos. Algumas ruas de bairros, como o Parque Iracema, estão, literalmente, intransitáveis. Fazer o quê?

Sandálias
Gente que andou criticando colegas de profissão por exercerem cargos públicos, agora, se viu na obrigação (e na necessidade) de calçar as “sandálias da humildade” e aceitar um “empreguinho”, como se falava na época. Vida que segue...

Dia da Mulher
No próximo dia 1º, às 19:30 horas, será realizada uma Audiência Pública para discutir os reflexos da Lei Maria da Penha. Esse evento será realizado dentro da comemoração do Dia Internacional da Mulher, promovida pela bancada feminina da Câmara Municipal, composta pelas vereadoras Míriam Garcia, Dinamélia Rabelo e Gina Tronconi. O evento terá a participação da senadora Lúcia Vânia, relatora da lei que entrou em vigor em 22 de setembro de 2006.

Praça Vermelha
A solidariedade da Câmara Municipal foi total à greve dos vigilantes. A categoria realizou várias assembléias na Praça 31 de Julho e, ali, fincou diversas bandeiras vermelhas da Central Única dos Trabalhadores (CUT), que deu apoio ao movimento. O vereador Valmir Jacinto (PR), foi mais além, pediu e obteve licença para permanecer em plenário com o boné, vermelho, do movimento. A livre manifestação é democrática e garantida constitucionalmente. Assim como foi legítima a paralisação dos vigilantes. Mas, o parlamento, como Poder constituído, deve primar e se pautar pelo princípio da imparcialidade. Ou, não!

Investigação
O presidente da Câmara Municipal, vereador Sírio Miguel (PSB), acionou a Polícia Federal para investigar a utilização do e-mail da Casa para disseminar acusações contra vereadores, funcionários e jornalistas que fazem cobertura no parlamento. Conforme essa coluna trouxe na semana passada, são acusações sérias que não podem ficar imunes, até para que não se repitam. Para o vereador Mauro Severiano (PDT), pelo conteúdo dos falsos e-mails, trata-se de alguém que conhece muito bem a Câmara. Agora é aguardar.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Contexto Político

Clique na imagem para ver a coluna

18/08/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.634

10/08/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.633

03/08/2017

Contexto Político...

Clique na imagem para ver a coluna - Ed.632

28/07/2017

Contexto Político...