(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Trilhos da ferrovia são aprovados em inspeção

Transporte Comentários 28 de fevereiro de 2015

De acordo com a Valec, os resultados mostraram que o material atendem as especificações necessárias e, consequentemente, a demanda de tráfego no trecho de Anápolis a Palmas (TO)


Em atendimento à determinação do Ministério dos Transportes, a Valec contratou empresa especializada para inspeção dos trilhos no trecho compreendido entre Anápolis e Palmas (TO), com a finalidade de verificar tecnicamente possíveis problemas apontados e, se confirmados, verificar o comprometimento do nível de segurança operacional da Ferrovia Norte-Sul.
As inspeções e ensaios foram realizados com o intuito de fornecer um posicionamento conclusivo a respeito da qualidade dos trilhos e segurança da ferrovia. Os trilhos passaram por uma série de testes que vão desde a verificação visual e inspeção por ultrassom até ensaios laboratoriais de massa, dimensional, dureza, metalográfico, tração e alongamento.
Ao fim dos trabalhos, gerou-se dois Relatórios Finais, sendo o primeiro “Relatório Final de Inspeção Visual e Ultrassom”, elaborado em campo, e o segundo “Relatório Final Análise Laboratorial”, após ensaios de amostras retiradas da linha férrea, em laboratório. Ambos afirmaram que os resultados obtidos atendem as especificações da Valec, e que “todos os lotes considerados estão em de acordo com o esperado pelo tipo de material e sua aplicação”; e , “não haverá comprometimento à segurança e à vida útil do trilho”.
Ainda, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de forma a auxiliar na interpretação dos dados, realizou ensaios complementares, constatando que os trilhos TR-57 adquiridos pela Valec atendem tecnicamente à demanda de tráfego da Ferrovia Norte-Sul.

Liberada
A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou, no dia 18 último, a operação comercial da Ferrovia Norte-Sul entre os municípios de Gurupi/TO e Anápolis.
A operação do trecho será realizada pela Valec, que fará acordos comerciais com as empresas habilitadas pela ANTT para realizar o transporte. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União e contemplou o transporte de carga e a velocidade máxima para os trens de 40 quilômetros por hora no trecho.
As primeiras locomotivas da empresa VLI estão chegando ao pátio de Anápolis. Assim, com a conclusão da construção da tulha de embarque de farelo de soja da Granol, a expectativa é de que a operação desse trecho da Ferrovia Norte-Sul tenha início em breve. (Com informações da Valec)

Autor(a): Gonçalves e Ventura

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Transporte

Frota terá gestão inteligente em breve

30/11/2017

O vereador João da Luz (PHS) repercutiu durante a sessão da Câmara Municipal realizada na última segunda-feira, 27, a vi...

Passagem reajustada após 18 meses

03/11/2017

Depois de, exatamente, um ano e meio, o valor da tarifa do transporte coletivo, em Anápolis, sofreu novo reajuste. A passage...

Passe livre estudantil para 15 mil estudantes em Anápolis

03/08/2017

Centenas de jovens lotaram o auditório do Senac, na tarde desta quinta-feira,03, para acompanhar a solenidade oficial de lan...

Gratuidade no transporte público ganha nova regulamentação

20/07/2017

Foi publicado no Diário Oficial da última quarta-feira,19, o Decreto nº 41.699, regulamentando a Lei Municipal nº 3.824, ...