(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Transporte clandestino vai ser combatido pela AGR em Anápolis

Geral Comentários 21 de abril de 2012

Prática muito comum na rota Anápolis-Goiânia, representa riscos para os passageiros. Somente no ano passado, a AGR efetuou 501 apreensões de clandestinos que operavam irregularmente em vários municípios


A Agência Goiana de Regulação (AGR) irá desenvolver, em todo o Estado, uma campanha de combate ao transporte clandestino, prática que é muito comum na rota entre Anápolis e Goiânia e vice-versa. O presidente do Conselho Regulador da AGR, Humberto Tannús Júnior, destaca que a iniciativa contará também com ações que visam a melhoria do transporte regular de passageiros do transporte intermunicipal.
A campanha contará com a veiculação através do rádio, alertando para os riscos do transporte clandestino, além de cartazes, folders e outdoors. O material vai sensibilizar o cidadão para que evite o transporte clandestino, informando os riscos de se recorrer a tal serviço e lembrando que geralmente os veículos são mal conservados.
Segundo Humberto Tannús, a Agência vem intensificando a fiscalização ao transporte regular e o combate aos clandestinos. Desde março, as equipes de fiscalização, quando apreendem um veículo clandestino, encaminham o motorista à Delegacia Especializada em Investigações de Crimes de Trânsito (DICT), onde é lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Com isso, tanto o motorista quanto o proprietário do veículo passam a responder a processo criminal. A AGR mudou ainda os procedimentos para pagamento de multas pelos clandestinos, e atualizou a multa, que era de R$ 1.238 para R$ 1.616, valor que dobra em caso de reincidência.

Números
Em 2011, a fiscalização abordou 16.136 veículos do transporte intermunicipal e interestadual de passageiros, notificou 3.321 por irregularidades e apreendeu 501 clandestinos que realizavam o transporte entre os municípios goianos. Em 2012 foram registradas 1.487 abordagens, 748 autos lavrados e multados 90 clandestinos. A Agência também quer leis estaduais mais duras que facilitem o combate à prática irregular.
Técnicos estão preparando, junto com o Centro Interdisciplinar de Estudos em Transporte (CEFTRU)/UnB, o Marco Regulatório do Transporte Intermunicipal de Passageiros em Goiás, que vai rever e reunir toda legislação sobre transporte intermunicipal de passageiros no Estado e incluir leis mais rigorosas contra os clandestinos. Paralelamente ao trabalho de combate ao transporte irregular, a AGR está promovendo a reestruturação de todo o sistema de transporte intermunicipal de passageiros no Estado de Goiás, e vai lançar, até junho, a minuta para edital de licitação de todas as linhas.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Mais de 500 mil empresas são excluídas do Simples Nacional

17/01/2019

Por causa de irregularidades no Simples Nacional, a Receita Federal excluiu 521.018 empresas do programa. Os empresários nã...

INSS divulga calendário de pagamentos para os aposentados

17/01/2019

Os aposentados e pensionistas do INSS que ganham mais do que um salário mínimo (R$ 998, em 2019) terão reajuste de 3,43% e...

Turismo goiano será incentivado

17/01/2019

A primeira conversa do novo presidente da Goiás Turismo com empresários, secretários de Turismo e presidentes de Conselhos...

Cadastramento para o Passe Livre começa e terá mais fiscalização

17/01/2019

A Secretaria de Governo anunciou, nesta quarta-feira, dia 16, que fará a verificação minuciosa dos cadastros efetuados no ...