(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Trabalho com autores de violência doméstica é ampliado

Geral Comentários 08 de maro de 2018

Ação conjunta da Secretaria Cidadã com outras instituições, já funciona em Goiânia, Aparecida e Anápolis


O Ministério Público de Goiás, a Secretaria Cidadã e o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), assinaram nesta quinta-feira,08, um protocolo de intenções com o objetivo de ampliar o projeto dos Grupos Reflexivos para Autores de Violência Doméstica para mais comarcas do Estado. Atualmente, esses grupos funcionam em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis.
Conforme destacado na minuta do protocolo de intenções, a ampliação do projeto será feita por meio da parceria entre as instituições envolvidas visando fomentar a implantação do programa em âmbito local ou regional.
A proposta do grupo reflexivo é trabalhar com os autores de violência doméstica, visando produzir um efeito ressocializador. Dentro do projeto, os agressores, autores de crimes incursos na Lei Maria da Penha, são obrigados a participar de reuniões como uma das medidas que condicionam suas liberdades. O objetivo é promover o desenvolvimento de recursos e habilidades não violentas no âmbito das relações interpessoais, especialmente conjugais e familiares e, consequentemente, evitar a reincidência na prática do delito. Os grupos envolvem o trabalho de profissionais como advogados, psicólogos, assistentes sociais e musicoterapeutas.
O protocolo de intenções a ser assinado reforça que o trabalho com os autores de violência doméstica “visa evitar a promoção de mais ciclos de violência, além de atuar como uma importante ferramenta no fortalecimento de laços familiares”.
“A violência contra a mulher é um problema que deve ser enfrentado não apenas pelo governo, mas por toda a sociedade”, pontuou o governador Marconi Perillo, durante a solenidade de assinatura do protocolo, em Trindade. “Vivemos em um triste cenário em que dados oficiais relatam que em 2017 houve um aumento do feminicídio no Brasil, uma mulher é assassinada a cada duas horas no país e, nesse cenário desolador, os crimes de feminicídio ainda são subnotificados”, observou.
Nesse contexto, o governador lembrou a importância da ampliação da rede de atendimento à mulher no Estado como sendo algo fundamental para o enfrentamento das situações de violência. Apontou as ações do Governo de Goiás no sentido de combater severamente a violência contra a mulher, entre as quais a criação de 22 delegacias especializadas no combate à violência doméstica, a criação do centro de monitoramento permanente, da Secretaria de Segurança Pública, que acompanha, 24 horas por dia e em tempo real, os passos de agressores e de mulheres agredidas, oferecendo proteção às vítimas. A criação e a atuação dos centros de atendimentos à mulher e das unidades móveis que prestam atendimento à mulher vítima de violência em todas as partes do Estado.
Lembrou ainda a criação da Patrulha Maria da Penha, que colocou o Estado à frente de muitos outros no combate à violência contra a mulher, por meio de um projeto idealizado em 2013 pela senadora Lúcia Vânia, relatora, e presente no evento, a quem o governador cumprimentou e agradeceu muito pela iniciativa. Desejou sorte e sucesso e conclamou a “um engajamento cada vez maior na defesa da mulher e no combate severo e duro à violência”.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Secretaria de Cultura tem inscrição para ciclo de oficinas

10/01/2019

O aperfeiçoamento técnico e artístico na sétima arte é um dos focos do Anápolis Festival de Cinema (AFC). As inscriçõ...

Havan registra R$ 7 bilhões de faturamento em 2018

10/01/2019

O grupo Havan comemora os excelentes resultados obtidos em 2018. As 120 lojas (uma delas em Anápolis), juntas, somaram um fa...

Especialista dá dicas para comprar bem e economizar

10/01/2019

Para quem tem filhos, um dos maiores gastos do início do ano, sem dúvida, é o material escolar. A situação pode ficar ai...

Aprovada lei que exige identificação biométrica nos estádios em Goiás

10/01/2019

O Governador Ronaldo Caiado (DEM) sancionou sua primeira lei e a primeira do ano de 2019, no último dia 03, quinta-feira. Ap...