(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Tecnologia vai reforçar segurança pública em Goiás

Segurança Comentários 08 de abril de 2016

Pacote de ferramentas permitirá uma resposta mais rápida nos serviços prestados para garantir defesa da população. Integração é o mote da política de segurança


“Entre o cidadão de bem e o bandido, nós todos estamos ao lado do cidadão de bem, protegendo o cidadão de bem. E pregando todas as nossas ações dentro da lei e da Constituição. Mas defendendo rigorosamente o cidadão trabalhador do nosso Estado”, disse o governador Marconi Perillo, durante solenidade de lançamento dos novos programas virtuais da Secretaria de Segurança Pública, para aumentar a interação da população com os organismos da segurança, na última quarta-feira,06, no auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico, em Goiânia.
Junto com o secretário de Segurança Pública, José Eliton, o governador salientou a importância das novas tecnologias que vão aprimorar o serviço de atendimento à população. “Os novos programas vão integrar todas as forças de segurança goianas e tornar a gestão mais eficiente. Vão modernizar ainda mais a rede de segurança por meio de soluções tecnológicas”, observou. Em discurso, afirmou que, quando o projeto foi desenvolvido, o governo tinha certeza que estaria dando uma resposta “concreta” que o crime não terá trégua em Goiás.
Foram lançados o Registro de Atendimento Integrado (RAI), o aplicativo I9X, o software Mopi e o software Gisgestão. Na solenidade, o governador também assinou uma ordem de serviço de chamamento de todos os aprovados no concurso da Polícia Técnico-Científica. A partir do dia 1° de maio, os concursados começam a tomar posse em suas respectivas vagas.
Para Marconi investir em inteligência e tecnologia significa investir na redução da criminalidade. “O caminho para muitas soluções no Estado seria a integração das novidades tecnológicas que estão ao nosso dispor hoje no mundo. Investir na inovação significa investir na inteligência, na eficiência do nosso trabalho com vistas na prestação de serviços de qualidade ao usuário do serviço público”.
O governador caracterizou a importância de investir em novos profissionais e valorizar o serviço público com a autorização de concurso para o preenchimento de vagas na área da Segurança. “Tenho certeza que com mais essas três mil novas contratações aliadas a todas as tecnologias que estão sendo agregadas e às câmeras que estão sendo instaladas em Goiânia, nós conseguiremos reduzir ainda mais os índices de criminalidade e transformar Goiás em um dos estados mais seguros do Brasil”, assegurou.

Conceito inovador
José Eliton disse, durante entrevista coletiva, que a integração efetiva das forças policiais do Estado é um conceito inovador no País. E que o eixo de integração entre o cidadão e as forças policias através do aplicativo I9X multiplica a capacidade de olhar dos policiais. “Goiás é o primeiro Estado em relação à integração efetiva das forças policiais”, assinalou.
De acordo com o secretário, todos os programas já estão em funcionamento e o cidadão pode baixar o aplicativo IX9 nas lojas virtuais. Lembrou em seu discurso que o trabalho das novas ferramentas na Segurança é um trabalho que começou ainda na gestão do secretário Joaquim Mesquita. Parabenizou a atuação das polícias Militar e Civil e apresentou também os índices de criminalidade no Estado que apontaram expressivas quedas no mês de março. “Observamos que estamos no caminho certo. Tivemos no mês de março o menor índice de homicídio dos últimos seis meses em Goiás.”

As novas ferramentas lançadas pelo Governo
RAI- Registro de Atendimento Integrado (RAI): com a chegada do novo sistema, o fluxo de ocorrências será integrado e mais ágil. Todas as instituições podem atuar sobre ele, inserindo dados, fazendo contatos.

I9X – Integrante do Programa de Inovação e Tecnologia do Estado de Goiás (Inova Goiás), o aplicativo vai permitir registro de ocorrências e denúncias pelo celular, desde homicídio, roubo, até violência doméstica. Será possível o envio de fotos, vídeos e mensagens de voz. O cidadão poderá acompanhar o deslocamento de viaturas e conversar com atendente via chat. Representa o que há de mais moderno no País em Segurança Pública.

Mopi – Software visa otimizar todas as estratégias policiais para alcance de metas de redução de criminalidade e aumento de proatividade das forças policiais.

Gisgestão – Este é um software de análise criminal e geoprocessamento que disponibilizará em tempo real todas as avaliações dos crimes considerados de alta prioridade e os convertidos em metas de redução pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...