(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

TCU brecou licitação do Centro de Internação, diz vereador

Cidade Comentários 11 de outubro de 2013

Agetop promete que a nova licitação vai ocorrer no mês de novembro, para iniciar a obra ainda este ano


Em visita à Agência Goiana de Transporte e Obras Públicas (Agetop), ocorrida na manhã da última terçafeira,08, o vereador Pastor Wilmar Silvestre (PT), foi informado pelo chefe de gabinete do órgão, que o adiamento, mais uma vez, da licitação para a construção do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), ou Centro de Internação de Menores Infratores, se deveu a exigências que teriam sido formuladas por parte do Tribunal de Contas da União (TCU). O adiamento foi confirmado na semana passada ao CONTEXTO, com exclusividade, pelo Juiz da Vara da Infância e Juventude, Carlos Limongi Sterse que, na ocasião, lamentou o fato, lembrando que a verba de cerca de R$ 10 milhões, está parada há cerca de quatro anos aguardando tão somente os desentraves burocráticos governamentais.
O Vereador Wilmar Silvestre discorreu sobre a visita que fez à Agetop, na sessão ordinária da Câmara Municipal, ainda na terça-feira. E, relatando as informações que obteve no órgão, atendendo as orientações do TCU, estão feitas correções no edital da licitação, que devem ser concluídas até a próxima semana. O projeto, que era estimado em R$ 10 milhões, deve chegar aos R$ 14 milhões.
A expectativa agora, disse Wilmar Silvestre, é de que até meados de novembro, a nova licitação seja realizada. A intenção da Agetop, seria iniciar a obra ainda este ano. “As adequações já passaram pela Procuradoria e pelo Tribunal de Contas, e acredito que não haverá mais reparos. Em meados de novembro concluiremos a licitação e no final do mesmo mês já estará disponível para dar a ordem de serviço”, garantiu ao vereador o chefe de gabinete da Agetop, Celso Flores Pinto, que ficou encarregado de receber o parlamentar, que se mostrou cético em relação ao início da obra este ano, por conta do período chuvoso.
No final de agosto, a Secretaria Estadual de Cidadania e Trabalho, que é a Pasta responsável pelo Case, chegou a anunciar que a construção se iniciaria no dia 10 de setembro. De lá para não havia informações novas, sendo que a confirmação do adiamento da licitação, foi obtida através do Juiz Carlos Limongi, que acompanha desde o início o projeto e trabalhou para buscar os recursos na esfera federal.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

UniEVANGÉLICA apoiou evento voltado a idosos

16/11/2017

A UniEVANGÉLICA participou das celebrações dos 15 anos do Instituto de Seguridade Social de Anápolis – ISSA, vinculado ...

Município vai ter encontro do Projeto Goiás 2038

16/11/2017

A secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico (SED-GO) reunirá representantes do Governo Municipal e da sociedade orga...

Fechamento de bares mais cedo volta à discussão em Anápolis

16/11/2017

Proposta já aplicada em várias cidades brasileiras e defendida por muitas outras, inclusive Anápolis, a limitação de hor...

Mudança extingue a 137ª Zona e remaneja mais de 46 mil eleitores

09/11/2017

Mais de 46 mil eleitores da 137ª zona eleitoral de Anápolis devem ser remanejados para as 3ª, 141ª e 144ª zonas eleitora...