(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Taxa de Expediente deixa de ser cobrada por força de lei municipal

Geral Comentários 26 de outubro de 2017

Medida está prevista em uma Lei Municipal. Em 2016, a taxa havia gerado R$ 1 milhão em receita


A Prefeitura de Anápolis deixou de praticar a cobrança da Taxa de Expediente. Por força da Lei nº 362 de 29 de setembro de 2017, publicada no Diário Oficial do Município no último 2 de outubro, o contribuinte deixou de ser penalizado com a taxa, que foi utilizada como fonte de receita nas administrações passadas. Somente em 2016, aproximadamente R$ 1 milhão foram recolhidos aos cofres públicos, por meio dela.
A iniciativa da atual gestão pôs fim a uma sobrecarga sobre o contribuinte, que se via obrigado a pagar pela emissão de guias de recolhimento e do carnê de quitação do Imposto Territorial Urbano (IPTU), por exemplo. Uma arbitrariedade questionada na justiça.
Do ponto de vista do empresariado, um verdadeiro alívio para quem sobrevive em meio a carga tributária brasileira, uma das maiores do mundo. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis, Wilmar Jardim, considera a novidade um avanço para a classe empresarial. “Temos que parabenizar o prefeito Roberto Naves. Essa conquista é importante e desonera o setor. Também abre caminho para a negociação de outras demandas”, afirmou.
Para pôr fim ao imbróglio, o prefeito enviou a Câmara Municipal a mensagem que tramitou em caráter de urgência. O secretário municipal da Fazenda, Geraldo Lino, agiu rápido e pouco tempo depois da sanção do executivo, a cobrança deixou de existir no sistema de cobrança. “A medida corrige uma distorção e torna mais simples o código tributário”, analisou. Com essa mudança na legislação, a política tributária avançou e a burocracia foi reduzida.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Mais de 500 mil empresas são excluídas do Simples Nacional

17/01/2019

Por causa de irregularidades no Simples Nacional, a Receita Federal excluiu 521.018 empresas do programa. Os empresários nã...

INSS divulga calendário de pagamentos para os aposentados

17/01/2019

Os aposentados e pensionistas do INSS que ganham mais do que um salário mínimo (R$ 998, em 2019) terão reajuste de 3,43% e...

Turismo goiano será incentivado

17/01/2019

A primeira conversa do novo presidente da Goiás Turismo com empresários, secretários de Turismo e presidentes de Conselhos...

Cadastramento para o Passe Livre começa e terá mais fiscalização

17/01/2019

A Secretaria de Governo anunciou, nesta quarta-feira, dia 16, que fará a verificação minuciosa dos cadastros efetuados no ...