(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Tarifa de água e esgoto sobe 5,54% em maio

Cidade Comentários 28 de maro de 2014

Estatal justifica que o aumento visa garantir sustentabilidade dos serviços prestados à população


O Conselho Regulador da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) aprovou na última quarta-feira,26, resolução normativa que trata sobre o reajuste de serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário prestados pelas empresas Saneago e Foz Goiás, que operam no Estado. A partir do dia 1º de maio, tanto a tarifa básica (que corresponde ao valor fixo cobrado independente da existência de consumo) quanto os valores a serem faturados nas diversas faixas de consumo e categorias de usuários, além da conta mínima, sobem 5,54%.
Segundo o gerente de Saneamento da AGR, Eduardo Henrique da Cunha, o Índice de Reajuste Tarifário (IRT) aprovado na agência reguladora foi menor do que o proposto pela Saneago, de 5,91%. “Técnicos das gerências de Saneamento e de Contabilidade Regulatória da AGR analisaram as planilhas de custos do prestador de serviço, referentes aos últimos quatro anos, para determinar a representatividade de cada item de despesa da empresa no custo da mesma”, explicou.
O aumento, detalha Eduardo, é anual e atende a prerrogativas da Lei Federal 11.445/2007 e da Lei Estadual 14.939/2004, com o intuito de assegurar a sustentabilidade econômico-financeira dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário no Estado. O reajuste levou em conta itens de despesa como pessoal, materiais, energia elétrica, telefonia, serviços gerais, terceirizados (segurança, por exemplo) e investimentos. “A cada um destes itens, vinculou-se um índice de preços (IGP-M, IGP-DI, IPCA, INPC) que melhor representasse cada despesa”, detalhou o gerente de Saneamento da AGR.

Simulação
Uma família que esteja enquadrada, por exemplo, na categoria Residencial Normal/Sem Fonte Alternativa de Água (sem cisterna, poço ou afins), com consumo de até 10 m3/mês (conta mínima, portanto), pagará de tarifa de água R$ 25,90, de esgoto (coleta e afastamento, e tratamento) R$ 24,10, mais a tarifa básica de R$ 7,83, totalizando R$ 57,83. Os valores aumentam de acordo com a demanda do consumo.
O presidente da AGR, Humberto Tannús Júnior, encaminhou cópia da resolução normativa nº 13/2014, que trata sobre o reajuste de abastecimento de água e esgotamento sanitário, ao Ministério Público de Goiás e à Saneago. A estatal deverá colocar em seu site e postos de atendimento, para consulta dos interessados, a tabela com os valores a serem cobrados a partir de maio deste ano. Assim que for publicada no Diário Oficial, a resolução também estará no site da AGR (www.agr.go.gov.br), na seção Legislação, Atos do Conselho Regulador, Resoluções Normativas, e também no ícone Reajuste de Tarifas, localizado no lado direito do portal.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis tem novos comendadores

20/07/2017

A Comenda “Gomes de Sousa Ramos”, maior honraria instituída pelo Município, foi entregue a personalidade de diversos se...

Monumentos históricos de Anápolis completam 60 anos

13/07/2017

Ignorados por grande parte da população e, até, pelas autoridades governamentais, dois monumentos que ficam no centro de A...

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...