(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

"Sou o candidato da esperança dos brasileiros", diz Aécio Neves

Política Comentários 23 de outubro de 2014

O candidato do PSDB esteve em Goiânia fazendo campanha e apoiando a candidatura de Marconi Perillo ao Governo de Goiás


Mais de 20 mil pessoas se reuniram na Praça Cívica, em Goiânia, na terça-feira,21, em ato de apoio ao candidato da Coligação Muda Brasil à Presidência da República, Aécio Neves, ao Governador Marconi Perillo (PSDB), que concorre à reeleição para o cargo. Em sua passagem pela capital, Aécio também pontuou alguns de seus compromissos e pediu à população reflexão para as mudanças que o País necessitam.
"Não sou mais o candidato de um partido político, tampouco de uma coligação. Sou hoje o candidato da esperança de milhões de brasileiros, que esperam um governo honrado, decente, que enfrente com coragem e com a verdade os enormes desafios que os brasileiros vivem no seu cotidiano", destacou Aécio.
O tucano salientou que o País está prestes do momento de sua libertação "do jugo de um partido político que se apoderou do poder e abandonou os brasileiros em suas demandas e expectativas". Ele reiterou que seu governo fará as mudanças que a população espera.
"Aqui, no coração do Brasil, quero dizer a cada um dos brasileiros, do Norte, do Sul, do Nordeste, do Centro-Oeste, do Sudeste, que vim para conduzir as mudanças que os brasileiros esperam. Vim para, com coragem e determinação, encerrar este ciclo perverso de governo do PT, que os brasileiros não merecem mais viver. Vim aqui hoje para dizer que me preparei, durante três décadas, para construir a grande reconciliação dos brasileiros com os seus governantes", afirmou.

Novo tempo
Ao lado do governador de Goiás e candidato à reeleição, Marconi Perillo, dos senadores Lúcia Vânia e Cyro Miranda, todos do PSDB, e do vice-governador do Estado, José Eliton (PP), Aécio lembrou que da Praça Cívica de Goiânia, há 30 anos, seu avô, o ex-presidente da República Tancredo Neves, convocava os brasileiros para iniciar um novo tempo, pela vitória da democracia. Trinta anos depois, do mesmo local, ele fez um chamamento aos brasileiros de todos os cantos do país.
"Assim como, há 30 anos, Tancredo convocava todos os brasileiros para que pudéssemos deixar para trás o regime autoritário, quero de novo, aqui dessa praça, convocar os goianos e os brasileiros para deixarmos para trás o tempo da corrupção, do desgoverno, da irresponsabilidade, da infâmia e da mentira. Vamos construir um Brasil novo, generoso, onde todos tenham oportunidade de construir o seu destino e de encontrar um lugar ao sol", disse.
Emocionado, ele garantiu que só há um jeito de agradecer as mais de 20 mil pessoas que compareceram ao ato político em favor de sua candidatura, movidas pelo sentimento de mudança. "Essa fotografia que vejo daqui estará para sempre marcada na minha memória e no meu coração. E só há uma forma de retribuir tanto apoio, carinho e tamanha confiança: trabalhando por Goiás, pelos goianos e por um Brasil mais justo e mais próspero", ressaltou.


Educação será prioridade, caso seja eleito



O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, reiterou o compromisso de dar prioridade à educação em seu governo, assegurando os investimentos e garantindo a melhoria da qualidade do ensino no país.
"De todas as grandes prioridades que vamos ter, a educação será sempre a primeira delas. Porque é com educação que nós vamos transformar de verdade o Brasil de hoje no Brasil que nós queremos", afirmou.
Aécio destacou sua decisão de adotar políticas públicas para incentivar o retorno à escola daqueles que abandonaram as salas de aula, além de assegurar creches e pré-escola. O candidato reafirmou que seu governo vai estabelecer um programa que prevê o pagamento de uma bolsa mensal aos jovens que deixaram as salas de aula sem completar o ensino fundamental ou médio. Segundo ele, a meta é "resgatar" cerca de 20 milhões de brasileiros que estão nessa situação.
Segundo Aécio, o acesso às salas de aula será oferecido desde a infância, assegurando as creches para as mães que precisam deixar seus filhos durante o período de trabalho. "A partir daí, vamos universalizar a pré-escola, o acesso das crianças de 4 anos de idade à pré-escola", afirmou.

Nova escola
Aécio afirmou ainda que sua determinação é estabelecer a "nova escola". "Vamos fundar a nova escola brasileira. A escola que permitirá que a criança e o jovem aprendam", disse ele. "Será uma escola adequada do ponto de vista físico e bem equipada, com professores valorizados e capacitados e, no ensino médio, com currículos flexíveis, que tenham identidade com cada uma das regiões do Brasil e conexão com a realidade que cada um desses jovens vai viver quando completar o ensino médio."

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

19 prefeitos assinam filiação ao PSDB

18/08/2017

Os deputados estaduais Manoel de Oliveira (PSDB), Santana Gomes (PSL), Francisco Oliveira (PSDB), Charles Bento (PRTB), Gusta...

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...