(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Sonho da casa própria leva multidão ao Ginásio

Cidade Comentários 17 de abril de 2009

Mais de cinco mil pessoas compareceram no primeiro dia de inscrição. Algumas dormiram no local, mas prefeitura disse que a avaliação não é por ordem de chegada, mas pelas condições da família


De cada 100 famílias no Brasil, 14 ainda não têm casa própria, vivendo de aluguel, de favores e em domicílios precários ou improvisados, muitos deles sem qualquer infraestrutura. A falta de moradias assume dimensão mais drástica em relação às famílias que recebem até três salários mínimos. Mais de 90% dos núcleos familiares que demandam nova moradia fazem parte desta estatística. Pode-se observar concentração cada vez maior do déficit habitacional em famílias na faixa mais baixa de renda: de 82,5%, em 2000, para 90,7%, em 2006. Esse padrão se repete em todas as regiões, de maneira mais acentuada na Sudeste, que de 77,1%, em 2000 sobe para 89,9%, em 2006, com queda substancial das famílias com renda acima de cinco salários mínimos.
Com base nisso, o Governo Federal está lançando um pacote denominado “Minha Casa, Minha Vida”, em praticamente todas as regiões do País. Para o Centro Oeste foram destinados 6,5 por cento do total de um milhão de moradias, nas cidades com mais de 100 mil habitantes. Anápolis é uma delas onde pretende-se construir duas mil unidades.
O sonho de se conquistar a casa própria movimentou os anapolinos, na manhã desta quinta-feira (16). Tudo por conta das inscrições abertas pela prefeitura para cadastramento de interessados em participar do programa.
Prioridades
Em Anápolis, a prioridade será atender famílias com até três salários mínimos, que não possuem imóvel próprio, que residam na cidade a mais de dois anos e que vivem em áreas de risco. Também são critérios de seleção, a quantidade de filhos menores de idade ou se a família possui algum integrante portador de necessidades especiais.
Para este último caso, no Ginásio foi montada uma ala específica para atendimento de idosos, deficientes e gestantes. As prestações somente começarão a ser pagas pelas famílias escolhidas na entrega do imóvel. Os valores das prestações são de 10% da renda familiar e o beneficiário tem até 10 anos para quitar a casa. Anápolis tem um déficit habitacional de aproximadamente 15 mil famílias.
Atendimento
A prefeitura disponibilizou cinco das 10 áreas disponíveis para construções habitacionais. São elas: chácaras Colorado (saída para Corumbá), Polocentro (saída sul), Residencial das Flores, Cidade Industrial e setor Vitor Braga. Um total de 141.241 metros quadrados.
Podem participar do programa famílias com renda de, até, três salários mínimos. As inscrições serão realizadas até o dia 27, das 8h às 17h, no Ginásio e nas unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). A partir de segunda-feira (20) serão feitas em todas as Unidades do PETI.
Será aceita somente uma inscrição por pessoa. Os interessados devem levar cópia de comprovante de residência, carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, contracheque ou declaração de renda, caso possua. Não podem participar do programa quem já foi beneficiado por outro programa de habitação social do governo federal ou quem já possua casa própria ou financiamento habitacional.

Autor(a): Jackeline Rust

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Oposição e situação criam embate por situação do PETI

19/04/2017

Ao usar a tribuna na sessão de quarta-feira ,19, o vereador Antônio Gomide (PT) falou sobre a necessidade de a gestão muni...

Caixa equilibrado foi a maior conquista, avalia Roberto Naves

12/04/2017

Numa entrevista coletiva, com a presença de quase todos os membros de seu secretariado e de vários vereadores, o Prefeito R...

Prefeitura anuncia revitalização do Mercado Municipal em curto prazo

07/04/2017

O Mercado Municipal “Carlos de Pina” é um dos principais pontos turísticos da cidade e também um local tradicional de ...

Alvará de funcionamento terá rigorosa fiscalização na Cidade

23/03/2017

A Divisão de Fiscalização e Posturas vai desencadear, no início de abril, uma intensa e rigorosa fiscalização em todos ...