(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Solidariedade, operações do MP e atentado a bomba

Especial Comentários 29 de dezembro de 2014

Fatos importantes que repercutira em Anápolis, foram reportadas através das páginas do jornal CONTEXTO


Em 2010, bombeiros de Anápolis vão para o Haiti, ajudar no socorro às vítimas de um terremoto que matou milhares de pessoas, dentre elas, a coordenadora internacional da Pastoral da Criança, Zilda Arns, que recentemente, havia visitado e recebido homenagens no Município.
O Governo do Estado e a Prefeitura assinaram um convênio, em 2010, prevendo investimentos de R$ 100 milhões para obras de saneamento em Anápolis. Aquele, também, foi o ano de comemoração dos 70 anos da Igreja Assembleia de Deus na Cidade. A Caravana da Anistia passou por Anápolis e, num momento histórico, Henrique Santillo (in memoriam), Íris Rezende e dezena de políticos que sofreram perseguição durante o regime militar, receberam o perdão oficial do Governo Brasileiro.
O esporte, também, viveu bons momentos, em 2010, com a realização das etapas finais do Novo Basquete Brasil e o Grand Prix de Futsal.
O ano de 2011 começou marcado por uma tragédia: na Avenida Universitária, a estudante Daniela de Morais, de 19 anos, morreu afogada numa forte enxurrada. Naquele ano, o CONTEXTO trouxe uma matéria especial, mostrando os problemas vividos pelos anapolinos, com a frota de veículos batendo a mais de 200 mil. Ainda em 2010, foi iniciado o serviço de videomonitoramento eletrônico e a inauguração do viaduto da Avenida Universitária com a Presidente Kennedy, um investimento de mais de R$ 10 milhões de recursos próprios da Prefeitura.
No ano de 2012, a violência correu o mundo em imagens que circularam pela internet e foi notícia nos principais jornais e telejornais do País, com o assassinato brutal de Brendo Ribeiro, de 17 anos, que trabalhava em uma locadora. O assaltante era um menor de idade.

La Plata
O Ministério Público deflagrou a Operação La Plata, que levou à detenção de vários empresários, servidores públicos e políticos, dentre eles, o então vereador do PMDB, Wesley Silva.
Mas, 2012 foi, também, o ano de inauguração da reforma da Praça Bom Jesus e do Parque da Liberdade, no final da Avenida Getulino Artiaga. O CONTEXTO trouxe, à época, uma matéria com base em informações do censo do IBGE, sobre as religiões católica e evangélica, as maiores em números de fieis.

Bomba e chacina
No ano de 2013, um início turbulento, com o atentado a bomba, no centro de Anápolis, contra o casal de namorados Thays Mendes e Guilherme de Almeida, que tiveram de ficar em tratamento no Hospital de Queimaduras por vários meses. O empresário Hanna Elias Ibrahim Hajjar, de 86 anos de idade, foi morto por assaltantes dentro de sua residência. Uma das envolvidas, segundo a polícia, era Adriana Fernandes Adriano, conhecida pelo apelido de “Madona”. E, ainda no começo de 2013, ocorreu a chacina do Bairro Novo Paraíso. Rogério Lopes dos Santos, 19, matou com golpes de enxada a avó, de 65 anos, e dois irmãos, de 12 e 15 anos.
No futebol, a Anapolina finalmente deu um passo para a construção do seu Centro de Treinamentos, com a troca de uma área no Bairro de Lourdes por outra, próxima ao Residencial Leblon. Ainda em 2013, o Hospital de Queimaduras anuncia o seu descredenciamento do SUS. Em meio à onda de protestos que sacudiram o País, estudantes invadiram o prédio da reitoria da UEG. Em outubro, a sociedade se mobiliza para discutir o futuro da Base Aérea, com a aposentadoria dos supersônicos Mirage. Os caças franceses foram aposentados, de fato, em dezembro e, logo, a aeronáutica anunciou a compra dos aviões de caça suecos Saab/Gripen, que vão começar a chegar só a partir de 2019.

Homicídios
Uma péssima estatística para começar 2014: Anápolis fechou o ano de 2013 com número recorde de homicídios: 156 registros oficiais. O Ministério Público. Depois de reportagem publicada pelo CONTEXTO, mostrando o estado crítico das passarelas do Viaduto “Ayrton Senna”, orientou a retirada das mesmas. Mas, um recurso na Justiça impediu e elas continuam lá (quase) firmes. O viaduto da Avenida Brasil, batizado de “Nelson Mandela”, em homenagem ao líder sul-africano, foi inaugurado. Mais de R$ 14 milhões de recursos próprios do Município.
Ainda, em 2014, a Saneago entregou a obra de integração dos sistemas Piancó I e II e prometeu que não vai mais faltar água. O IBGE divulgou a estimativa da população para 2014: 361.991 habitantes. A Operação Malavita culminou na detenção de policiais de Anápolis que estariam envolvidos em diversos crimes, entre eles, alguns sequestros que terminaram em morte. A APAE de Anápolis comemorou os seus 45 anos de existência no Município. E, na saúde, o alerta da vez é para a febre chicungunya, que é causada pelo mesmo vetor da dengue, o mosquito Aedes aegypti.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Especial

Equipe realiza Seminário de Educação em Kuito

12/01/2018

A equipe que participa do projeto EDUKA+ANGOLA realizou entre os dias 03 a 05 de janeiro, na cidade do Kuito, na província d...

Força tarefa investiga morte de agentes prisionais em Anápolis

05/01/2018

Em entrevista coletiva na manhã da última quarta-feira, 03, o Delegado Geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio, anunciou a...

RETROSPECTIVA 2017 - Um ano de muitas conquistas para o setor cultural anapolino

29/12/2017

O ano de 2018 foi positivo para o setor cultural de Anápolis, apesar das dificuldades enfrentadas pela Prefeitura. A avalia...

RETROSPECTIVA 2017 - A economia tenta retornar aos trilhos do desenvolvimento

29/12/2017

Balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho revelou que 2016 fechou com saldo negativ...