(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Sociedade se mobiliza para reduzir indicadores de dengue em Anápolis

Cidade Comentários 22 de maro de 2019

Campanha terá a participação de vários segmentos da sociedade, com o objetivo de prevenir e combater o Aedes aegypti


A Prefeitura de Anápolis lança nesta sexta-feira, 22, a campanha: “Todos em ação contra o mosquito – dengue, chikungunya e zika vírus”. O objetivo é reunir a sociedade organizada e os profissionais que atuam diretamente no combate ao vetor das três doenças, o Aedes aegypti, numa grande força-tarefa para reduzir focos do transmissor. O evento acontece às 8h30, no Teatro Municipal, com a presença do Prefeito Roberto Naves e várias autoridades e lideranças.
O chamamento feito pela Prefeitura vem acompanhado de um alerta, em razão do aumento do número de casos notificados de dengue Município. Conforme dados levantados pelo Jornal CONTEXTO junto ao Boletim da Dengue da Secretaria Estadual de Saúde, que conta com uma ferramenta reunindo dados dos 246 municípios goianos, criada com o intuito de mapear e oferecer subsídios às políticas de combate à doença e seu vetor, bem como para nortear as ações de prevenção.
Conforme o boletim, em Anápolis, até a semana 11 (31 de dezembro de 2018 a 16 de março de 2019), foram noticiados 2.001 casos de dengue. Um crescimento de 109% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o número de notificações foi de 956. Estes números são bem diferentes em relação ao comparativo feito de 2017 com 2016, quando houve uma queda em torno de 85%. Foram 7.290 casos registrados em 2016 e 1.118 em 2017. De 2017 para 2018 a queda foi de 14,50%.
O número de casos confirmados, no entanto, caiu 27,70% na semana de 2019, na comparação com o mesmo período de 2018. Os casos confirmados este ano somam 321, enquanto que, no ano passado, foram 444.
O boletim da SES-GO conta com uma ferramenta chamada SIMAZ, que colhe dados acerca do monitoramento do combate ao Aedes aegypti. Na semana 11 deste ano, conforme o levantamento, foram visitados 124.943 imóveis; 98.802 imóveis foram trabalhados; foram encontrados 26.071 imóveis fechados; 307 imóveis continham focos; 70 visitas de agentes foram recusadas. O percentual de imóveis com focos do Aedes aegypti é de 0,31%. O Município está classificado na zona de médio risco, juntamente com 65 outras cidades. 33 estão na classificação de alto risco e 147 na classificação de baixo risco.
Em Goiás, os 10 municípios com maior número de casos notificados de dengue, são: Goiânia (5.088), Aparecida de Goiânia (3.159), Anápolis (2.001), Posse (1.436), Catalão (991), Jataí (900), Itumbiara (765), Rio Verde (751), Caldas Novas (557) e Luziânia (556).
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a doença é cíclica e sazonal com oscilações a cada dois anos, o que explica parte do aumento dos casos notificados não só em Anápolis, mas em Goiás e no Brasil. Além do poder público, a população tem que saber que todos têm a responsabilidade de eliminar criadouros. Nada pode ser feito sem a participação de poder público, instituições e comunidade. “A batalha é contínua e não dá para relaxar”, destaca a diretora de Atenção Básica do Município, Érica Dias. “A dengue mata e as outras doenças transmitidas pelo mosquito podem causar grandes complicações”, completa o secretário municipal de Saúde, Lucas Leite.
O Prefeito Roberto Naves faz questão de estar à frente da mobilização que, segundo ele, é indispensável para a prevenção e o controle da dengue em Anápolis. Ele, inclusive, dá dicas: “Calhas, caixas d’água sem tampa, marquises, vasos de plantas e flores, tudo pode ser criadouro do mosquito. Não podemos deixar água acumulada nestes locais. Além disso, tem tampinhas nos quintais, tem outros objetos como brinquedos ou até objetos que não imaginamos que acumula água e fica ali por dias, o Aedes Aegypti toma conta e causa um estrago. Vamos nos unir! O mosquito deixa um estrago que podemos evitar”, finaliza o chefe do Executivo.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

LDO estima receitas e despesas em mais R$ 1,5 bilhão para Anápolis em 2020

17/04/2019

O Prefeito Roberto Naves encaminhou à Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar (PLC nº 008/2019) dispondo sobre a L...

Procurador da Enel diz que empresa investirá cerca de R$ 6 bilhões

17/04/2019

Já quase na etapa final da sessão da CPI da Enel em Anápolis, o advogado da empresa, Lúcio Flávio de Paiva, teve a palav...

Ações do Governo de Goiás em Anápolis começam pelo DAIA

13/04/2019

O Governador Ronaldo Caiado (DEM) cumpriu agenda em Anápolis nesta quinta-feira 11/04. Foi a primeira vinda dele ao Municíp...

Fechamento da Delegacia da Receita Federal gera apreensão em Anápolis

13/04/2019

O possível fechamento da Delegacia da Receita Federal em Anápolis tem gerado preocupação em diversos setores da sociedade...