(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Sistema de monitoramento vai vigiar a frota nacional

Segurança Comentários 30 de novembro de 2012

Carros que saírem de fábrica a partir de 2013 já virão com o equipamento. Nos usados, a instalação será feita até junho


A partir de janeiro do ano que vem, os veículos que circulam no Brasil vão ser identificados por um sistema automatizado. Informações sobre o automóvel vão ser armazenadas em um chip e antenas espalhadas por ruas e estradas vão detectar os que estão em situação irregular. O chip foi desenvolvido pelo Centro de Pesquisas Avançadas Wernher von Braun, em Campinas, São Paulo, com financiamento conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e das Cidades, no valor de R$ 5 milhões. O projeto baseia-se na Resolução CONTRAN Nº 412 DE 09/08/2012 (Federal) que dispõe sobre a implantação do Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos - SINIAV em todo o território nacional.
Por este dispositivo, os carros que circulam pelas ruas e estradas do Brasil vão ser identificados através de um sistema automático, que vai armazenar informações como a placa e a categoria do veículo. O chip adotado pelo Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos, o SINIAV, tem um milímetro quadrado e vai ser implantado no parabrisas dos carros. Antenas espalhadas pelas ruas e rodovias vão captar o sinal emitido pelo chip, possibilitando o controle do tráfego. O SINIAV, o Sistema Nacional de Identificação Veicular, objetiva identificar com mais eficiência os veículos que estão em situação irregular. Roubo de cargas; roubo de veículos, veículos com busca e apreensão, veículos que estejam com licenciamento vencido, veículos que tenham alguma irregularidade de alguma forma possam ser identificados de uma forma mais eficaz pelos agentes em trabalho nas rodovias. De acordo com o CONTRAN, o veículo vai poder ser separado daquilo que é um veículo que tem uma ocorrência daquele veículo que está totalmente ilegal. Ou seja, a abordagem só incidirá sobre aqueles veículos que tenham algum tipo de irregularidade.
A previsão do DENATRAN é que o Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos deve ser implantado aos poucos, de janeiro do ano que vem até junho de 2014. A medida vale para todas as cidades e já deveria ser colocada em vigor desde junho deste ano. O adiamento se deu por uma série de dificuldades enfrentadas. A expectativa é de que, com a adoção desse novo sistema, o índice de roubos de veículos e/ou cargas, caia sensivelmente no Brasil.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Segurança

Ministério Público cobra investimento no sistema prisional

07/12/2018

O coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal do Ministério Público de Goiás, Luciano Miranda Meireles, juntamente...

Parceria prevê mais 350 câmeras

07/12/2018

A Prefeitura de Anápolis, representada pelo Observatório Municipal de Segurança, e a empresa Enel devem bater o martelo, n...

Milhões de brasileiros são vítimas de fraudes

23/11/2018

Um levantamento da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil...

Promotor exige lanche noturno para presos

16/11/2018

O Promotor de Justiça Marcelo Celestino instaurou incidente de desvio de execução contra a Diretoria-Geral de Administraç...