O Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de Anápolis (SindiAnápolis) realizou, na &ua" />
(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Sindicato cobra mudanças no Plano de Carreiras

Cidade Comentários 26 de agosto de 2015

Assembleia realizada no hall do Centro Administrativo discutiu diversos assuntos de interesse da categoria


O Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de Anápolis (SindiAnápolis) realizou, na última quinta-feira,20, uma assembleia geral para debater e deliberar sobre vários assuntos de interesse da categoria. Um dos itens principais da pauta foi a proposta de mudanças no Plano de Carreiras.


A presidente do SindiAnápolis, Regina Faria, destacou a necessidade de alteração em diversos pontos do atual Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), dentre eles, em relação às faixas de progressão horizontal, que possibilitará o aumento no rendimento para várias faixas de trabalhadores que têm direito ao benefício. A entidade também está propondo mudanças nos critérios de pontuação para promoção na carreira em relação à quantidade de horas de cursos. O SindiAnápolis defende ainda o aumento da progressão horizontal de 2% para 4%. Também está sendo proposta a cobrança do adicional de difícil acesso para os servidores que residam longe do local de trabalho, nos moldes do benefício concedido aos servidores das escolas.


No bojo das proposta do Sindicato, está também um aumento – a título de produtividade - de 0 a 100% sobre o vencimento-base para os analistas de tecnologia. E o adicional de produtividade de 0 a 300% para engenheiros e arquitetos; engenheiros ambientais e sanitários e fiscais do Meio Ambiente. O SindiAnápolis quer ainda assegurar que 20% dos cargos em comissão, de chefia e direção sejam ocupados por servidores efetivos.


Um funcionário que participava da manifestação chamou a atenção que os trabalhadores que são enquadrados como Artífice de Obras (soldador, eletricista, mecânico, pedreiro, pintor de edificação e serralheiro) estão recebendo uma diferença de apenas R$ 10 em relação ao vencimento dos braçais e que, nas propostas apresentadas pelo Sindicato, este segmento não estaria sendo devidamente contemplado.


 


Ano eleitoral


A Presidente do SindiAnápolis, Regina Faria, alertou que ano que vem é um ano eleitoral e que as mudanças no Plano de Careira podem ser feitas até o mês de abril. Mas, o ideal, seria que as mudanças fossem aprovadas até o final do ano, inclusive, aproveitando a proximidade com a data-base dos servidores, em janeiro. Ela destacou que várias outras melhorias têm sido reivindicadas junto à Prefeitura, principalmente, no tocante ao fornecimento de uniformes e equipamentos de proteção individual para aqueles que necessitam.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Prefeitura e Saneago retomam diálogo sobre concessão, mas falta acordo sobre valores

27/04/2019

O presidente da Saneago, Ricardo José Soavinski, acompanhado de diretores da estatal, esteve em Anápolis nesta sexta-feira,...

Prefeitura garante repasse para que Santa Casa mantenha UTI pediátrica funcionando

27/04/2019

Na manhã desta sexta-feira, 26/04, o Prefeito Roberto Naves recebeu a diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis....

Revitalização do centro é desafio na segunda etapa do mandato de Roberto

26/04/2019

Um passo crucial para a revitalização da região central de Anápolis, a retirada dos ambulantes que ocupam as calçadas, ...

Cidade terá exposição de Mangalarga Marchador

25/04/2019

Criadores da raça Mangalarga Marchador de quatro estados brasileiros e do Distrito Federal, estarão em Anápolis durante o ...