(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Sigilo em informações vira alvo do MP

Segurança Comentários 12 de agosto de 2016

Ministério Público vai apurar legalidade de medida adotada para tornar sigilosas informações da Pasta


Os promotores de Justiça do Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Geceap) do Ministério Público de Goiás abriram na terça-feira,09, um procedimento investigatório para apurar a legalidade da ação da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP), que tornou sigilosos 33 tipos de informações relacionadas àquele órgão. Foram classificados dados de 5, 15 e até 100 anos de sigilo.
Segundo o promotor Giuliano da Silva Lima, coordenador do Geceap, dentro do grau de sigilo das informações classificadas pela secretaria há sim alguns dados estratégicos, mas outros não justificariam esta medida. Ele afirma que, nestes casos, podem estar configuradas violações à garantia de direitos individuais e coletivos e aos princípios administrativos da publicidade e da transparência. (Com informações da Assessoria de Comunicação do MP-GO)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Ações provocam redução de homicídios

16/08/2018

Atribuída pelo titular do Grupo de Investigação de Homicídio, delegado Vander Coelho como consequência de várias açõe...

Ex-Delegado Geral receberá homenagem

09/08/2018

O ex-delegado-geral da Polícia Civil Álvaro Cássio dos Santos será homenageado nesta sexta-feira,10, pela manhã, com o d...

Batalhão combate crimes e tem reunião de comando

09/08/2018

Na manhã da última quarta-feira,08, policiais da viatura 8886 do 28° BPM foram solicitados para atender uma ocorrência, ...

Goiás tem queda nos homicídios e roubos

03/08/2018

Goiás registra queda em 11 dos 12 indicadores criminais monitorados nos primeiros sete meses de 2018. A comparação é com ...