(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Seminário debate estratégias de prevenção ao crack e ao Oxi

Geral Comentários 03 de junho de 2011

Nesta sexta-feira,3, no Salão Nobre da Unievangélica, será realizada a segunda edição do Seminário ‘Diga não ao crack’, que tem como novidade a apresentação das estratégias em combate à nova derivação da droga, o ‘Oxi’


Nesta sexta-feira,3, no Salão Nobre da Unievangélica, será realizada a segunda edição do Seminário ‘Diga não ao crack’, que tem como novidade a apresentação das estratégias em combate à nova derivação da droga, o ‘Oxi’. O evento acontece de 8h às 12 horas, com palestras do juiz da Infância e Juventude, Carlos Limongi; do promotor de justiça, Marcelo Henrique dos Santos e do presidente do Conselho Municipal Anti Drogas, Francisco Rosa. No período vespertino, acontecem as oficinas de Políticas Públicas, Prevenção e tratamento.
Logo no início do evento, o Conselho Municipal Anti Drogas será apresentado pelo seu presidente, Francisco Rosa. Em seguida, o juiz Carlos Limongi Sterse destaca o trabalho realizado pela Rede de enfrentamento ao uso de crack e outras drogas, e a experiência de articulação da Associação Cruzada pela Dignidade. O promotor de justiça, Marcelo Henrique dos Santos, irá destacar o atendimento focado no tratamento e recuperação de dependentes químicos, internação compulsória e resultados preliminares.
Ainda pela manhã, Manuel Teles, do SENAD (Secretaria Nacional de Políticas Anti Drogas) irá apresentar as estratégias nacionais para o financiamento de ações de combate ao crack e outras drogas.

Oficinas
As oficinas, no período vespertino, são específicas para grupos de estudo, por isto, foram definidas quantidades de vagas, e é necessária a inscrição antecipada. A oficina de Políticas Públicas será coordenada pelo juiz Carlos Limongi Sterse e tem como objetivo discutir “políticas públicas em curso e propor ações a serem implementadas”.
A oficina de prevenção será coordenada pela Fundação Frei João Batista Vogel, e tem como proposta avaliar as estratégias já em execução e traçar novas ações. A oficina de ‘Tratamento’, coordenada pelo promotor de justiça, Marcelo Henrique dos Santos, objetiva discutir o tratamento disponibilizado, sua eficácia, falhas e ações que devem ser
implementadas para dinamizar o serviço.
O Seminário ‘Diga não ao crack: apresentando resultados’ é promovido pela Fundação Frei João Batista Vogel, Cruzada pela Dignidade, Juizado da Infância e Juventude e Ministério Público. A entrada é franca.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...