(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Segurança e trânsito são os maiores desafios

Política Comentários 21 de dezembro de 2013

Em entrevista coletiva, Antônio Gomide, avaliou o desempenho da Administração nos últimos cinco anos


O Prefeito Antônio Gomide (PT) reuniu a imprensa na última quarta-feira, 18, para apresentar um balanço de sua gestão nos últimos cinco anos - quatro do primeiro mandato e um ano do atual. Segundo ele, a principal conquista desse período foi o resgate da autoestima da população e que os maiores desafios para os próximos três anos são na área do trânsito e da segurança pública.

Trânsito
De acordo com Gomide, Anápolis conta, hoje, com uma frota de cerca de 230 mil veículos emplacados. E, durante o seu Governo – disse - obras importantes foram e estão sendo realizadas, como a construção dos viadutos nos cruzamentos das avenidas Universitária com a Presidente Kennedy e Brasil Norte com a Fayad Hanna, ambos com recursos próprios do Tesouro Municipal, e os viadutos na região do Parque Pirineus e Bairro de Lourdes, cujas obras foram executadas pelo Governo Federal.
O chefe do Executivo adiantou que, no ano que vem, será revisto o Plano Diretor do Município, ao qual estará incorporado o Plano de Mobilidade de Trânsito, sendo que todas as questões contidas nos respectivos planos serão amplamente debatidas com a sociedade, por meio de audiências públicas.

Segurança
Em relação à segurança pública, Antônio Gomide disse que tem feito tratativas com o Governador Marconi Perillo (PSDB), para resolver o problema de falta de efetivo da Polícia Militar. Ele destacou que, há oito anos, a corporação tinha 800 militares compondo o seu efetivo e, hoje, são pouco mais de 300, incluindo os que exercem funções administrativas. O Prefeito disse que o Município financia o Banco de Horas da PM, que é o maior de Goiás e está investindo na ampliação do sistema de videomonitoramento, que atualmente conta com 25 equipamentos e deverá chegar a 68, com a ampliação que está ocorrendo agora.

Economia
O tema principal da coletiva foi, sem dúvida, em torno da divulgação dos números do PIB que, conforme assinalou Gomide, projeta Anápolis entre as 50 cidades mais ricas do País, tomando por base o indicador. Conforme disse, respondendo a um questionamento feito pelo CONTEXTO, embora o crescimento econômico do Município venha ocorrendo de forma acelerada, o Poder Público hoje consegue dar respostas mais eficientes para assegurar que este crescimento ocorre com a melhoria da qualidade de vida da população. Conforme os dados divulgados pelo IBGE, referente a 2011, Anápolis participa com 10,9% para a formação do PIB de Goiás. “Mas devemos estar próximos de 14 a 15%, com a ampliação de grandes empresas como a Ambev, a Hypermarcas e a Hyundai”, enfatizou Gomide.

Educação
Quanto ao setor da educação, o chefe do Executivo informou que, nos últimos cinco anos, foram realizadas várias obras de ampliação e reforma nas unidades do ensino fundamental e construídas 10 Centros Municipais de Educação Infantil (creches), sendo que mais quatro serão entregues em 2014. “Qual cidade aqui em Goiás, nestes cinco anos, construiu, pelo menos, três creches?”, indagou Gomide, lembrando que outra referência na área educacional é o Centro de Educação Unificada (CEU), no Conjunto Filostro Machado, que conta com cerca de mil alunos matriculados que recebem café da manhã, almoço e janta durante o período de permanência na escola, onde desenvolvem uma série de atividades extracurriculares. “É uma modelo de escola integral que queremos implantar na Cidade”, disse, acrescentando que a Rede Municipal conta com 35 mil alunos, um contingente maior do que a maioria da população de dezenas de municípios goianos. São, no total, 64 escolas.

Saúde
Na área de saúde, Gomide destacou a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que será entregue no começo do próximo ano e aproveitou para fazer um desabafo, observando que, neste setor, deveria ocorrer o mesmo que ocorre na educação, com o estabelecimento de regras claras sobre as competências do Município, do Estado e da União. “Na educação, o Município toma conta do ensino fundamental; o ensino médio é de competência do Estado e o superior, da União. Na saúde, não há essa divisão de responsabilidade e tudo ocorre nos municípios, que têm um grande ônus para atender a todas as demandas”, assinalou.

Infraestrutura
Quanto ao setor de infraestrutura urbana, Gomide ponderou que Anápolis tem muitos desafios, pela ausência de investimentos no passado. A maior parte da pavimentação - observou - foi feita com massa fria, pois também não havia tecnologia à época e muito desse asfalto foi feito sem as obras complementares de galerias de captação de águas pluviais. No momento, a Prefeitura trabalha a canalização de um trecho do Ribeirão Antas, nas proximidades do Parque “Senador Onofre Quinan”. “Mas, nós temos uma demanda muito grande e temos de buscar recursos federais para isso, porque são obras caras”, afiançou.

Terminal urbano
Questionado sobre o seu posicionamento em relação à demolição do Terminal Urbano, Antônio Gomide analisou que se trata de uma decisão judicial. Entretanto, informou que está se reunindo com o Poder Judiciário, no intuito de que uma solução seja encontrada para o problema, a fim de que os usuários do transporte coletivo não fiquem prejudicados.

Parcerias
Antônio Gomide ressaltou que um dos segredos da Administração é trabalhar em sintonia com a sociedade organizada e com os demais entes governamentais - Estado e União. Conforme enfatizou, há um relacionamento muito bom com o Governo da Presidente Dilma Rousseff, assim como com os deputados e senadores da bancada goiana no Congresso Nacional. E, também, uma relação harmônica com o Governo do Estado que, conforme observou, está realizando obras importantes na Cidade, como o Aeroporto de Cargas e o Centro de Convenções que, juntamente com a Ferrovia Norte Sul, obra realizada pelo Governo Federal, vão dinamizar ainda mais a economia de Anápolis e do Estado de Goiás. “Temos consciência de que isso (a Administração) é coisa passageira. E nós não queremos discurso, queremos prática. E, sem parceiros, ninguém faz nada. Aqui, além de tudo, conto com uma boa equipe para me ajudar a administrar”, destacou o Prefeito.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Vereador defende mudança no pacto federativo

08/12/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB) usou a tribuna durante a sessão ordinária da última quarta-feira, 06, para defender mudan...

Prefeito pode fazer uma reforma administrativa no começo do ano

08/12/2017

O Prefeito Roberto Naves (PTB) deverá ampliar a reforma em sua equipe, a partir de janeiro próximo. É que algumas Pastas e...

Vereador busca solução sobre fechamento de ruas

30/11/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB), primeiro secretário da mesa diretora da Câmara Municipal, informou na tribuna do plenári...

“Estamos cansados de esperar o Governo”, desabafa Roberto

30/11/2017

“A Cidade não aguenta mais esperar”. A afirmação é do Prefeito Roberto Naves (PTB), que não esconde mais a sua insat...