(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Secretário faz declaração polêmica sobre “sala de visita” de Goiás

Economia Comentários 12 de janeiro de 2017

Luiz Maronesi disse, numa entrevista, que para entrar na rota de desenvolvimento de Goiás é preciso passar por Aparecida de Goiânia


O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação, Luiz Antônio Faustino Maronezi, numa entrevista à imprensa, disse que o Município de Aparecida de Goiânia é a “sala de visita” de Goiás. E mais: que para entrar na rota de desenvolvimento do Estado, é necessário passar por lá.
A declaração soa bem entusiástica, para um empresário e um ex-dirigente da Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia. Mas, soa um pouco destoante para um ocupante de cargo público quem tem a missão de promover a economia de todos os municípios goianos, sem distinção.
O fato é que o posicionamento foi alvo de muitos comentários na Fanpage do Jornal CONTEXTO, que reproduziu a matéria com as citações do secretário. E, na maioria dos posts, o que se pôde observar é que há um inconformismo de muitos anapolinos, não pelo fato em si de Aparecida de Goiânia estar ocupando espaço na industrialização, já que este é um processo natural de competitividade dos municípios, mas em razão, sobretudo, de Anápolis estar com uma série de obras paradas há muito tempo e que poderiam fortalecer a economia local e regional, porém, não saem do papel. É o caso do Aeroporto de Cargas, o Centro de Convenções, a Plataforma Logística Multimodal, o Anel Viário do Daia e, ainda, a falta de novas áreas para a expansão do parque fabril.
Enquanto isso, o Governo trabalha para ajudar a viabilizar, em tempo rápido, o Complexo Logístico Industrial e Alfandegário (Clia), de Aparecida de Goiânia. Portanto, no somatório dos acontecimentos, o bairrismo dos anapolinos tende a falar mais alto e sem - com a devida ressalva - tirar o brilho dos esforços dos aparecidenses, que são também bairristas e quem o melhor para a sua Cidade.

Repercussão
O presidente da Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA), Anastácios Apostolos Dagios, analisa que esta questão de Aparecida vem reforçar a constatação da entidade de que Anápolis precisa recuperar e reforçar a sua representação política e a sua participação no Governo. Conforme observou, o Município, segundo os indicadores econômicos, tem demonstrado um processo de estagnação. O que motivou a criação, no ano passado, de um movimento denominado Pacto por Anápolis. Em relação à “sala de visitas”, Anastácios destacou que a afirmação do secretário recebeu muita crítica de parte do empresariado e que a questão, inclusive, a possibilidade de um desagravo, estará na pauta de debate na próxima reunião da ACIA.
Na Fanpage do Jornal CONTEXTO, até o início da tarde de quinta-feira, 12, já havia mais de 60 mil visualizações no post e mais de 1 mil manifestações de leitores. Confira alguns comentários deixados pelos internautas:


“Parabéns Aparecida de Goiânia! Agora, essa notícia deixa claro que a atenção dos governos de Marconi Perillo com Anápolis não passam de uma simples jogada de marketing que conta com a cumplicidade de veículos de comunicação abastecidos ao longo dos anos para serem coniventes com essa falta de respeito com o povo e principalmente com os votos recebidos aqui”.
Sírio Miguel – ex vereador.


“Anápolis começou perdendo a Secretaria de Indústria e Comércio para Aparecida, mesmo Marconi sempre obtendo mais votos aqui. O povo anapolino trabalha muito e cobra pouco. Temos que exigir mais os resgates dos compromissos assumidos pelos políticos: Ronaldo Caiado, Senador; Baldy, Deputado, Rubens Otoni, e os secretários e superintendentes que estão no governo, como a forte ACIA. Acordem!”
Luiz Rézio, empresário.


Junto estão também os deputados estaduais que nada fizeram por Anápolis, ficam no faz de conta, mas não ajudam. Têm que fortalecerem e ter voz ativa. Agora, juntar e passar o povo pra traz não é o trabalho político, o qual deve ser o bem comum. Preocupam com eles próprios a Cidade vai ficando para trás. Tem exceções, porém, poucas.”
Veri Aparecida Carvalho Silva

“Parabéns aos representantes de Aparecida, porque eles sim sabem fazer articulações políticas afim de desenvolver a cidade. Enquanto Anápolis com sua localização estratégica, está ficando parada no tempo, por falta de representatividade política. Uma pena!”
Pedro Roberto

“Na verdade é tudo jogada política, o Marconi usou Anápolis para obter votos e ganhar, derrubou a Plataforma Logística da cidade e fica segurando obras como o Centro de Convenções e Aeroporto de Cargas para com eles fazer novamente outro palanque político.”
Ezequiel Gomes


“Não adianta ficar reclamando, Anápolis elege Marconi e tantos outros deputados que não fazem nada por nossa Cidade. Fazem da cidade um porta-votos em época de campanha. Estamos sofrendo com a falência da saúde, da educação e da segurança pública. Mas, se eles se candidatarem de novo, os anapolinos votam de novo.”
Ivani Alencar


“O bravo é que nenhum vereador se pronuncia. Acorda, Poder Legislativo de Anápolis! Vocês estão sendo bem pagos para cobrar. Lembrando que vocês são funcionários do povo”.
Junior Cesar Carvalho


“O Marconi só usa Anápolis para ganhar as eleições com votações maciças de eleitores desavisados e, depois, ele vem tirar várias empresas de Anápolis e levar para Aparecida. Além de fazer obras faraônicas, intermináveis, como o Centro de Convenções. Para que serve?”
Davi Corredeira – servidor público


“Anápolis está ficando para trás por descaso político, por falta de incentivo no Município e, para complicar ainda mais a situação da cidade, o PT ainda deixa dívidas milionárias para a nova gestão. Os buracos tomaram conta da cidade. Triste realidade!”
José Osmar da Silva


“O Marconi e os deputados não têm ajudado, mas a incompetência maior está no Executivo e no Legislativo Municipal, que só pensam em fazer politicagem. Com muito custo foi aprovado um Plano Diretor pelas metades, que irá continuar impedindo o município de crescer e gerar emprego e riquezas.”
Romney Eny Zaneli

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...