(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Secretário garante que a situação vai melhorar

Segurança Comentários 08 de dezembro de 2012

Em visita a Anápolis, secretário afiançou que entraves de ordem burocráticos atrasaram a execução do serviço e que não tem falta de dinheiro


O secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás, Joaquim Mesquita, esteve em Anápolis nesta quinta-feira,6, em reunião com os vereadores e com os representantes dos comandos da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e de outros segmentos. A reunião estava agendada para acontecer em Goiânia, mas como o secretário teve de acompanhar o Governador Marconi Perillo em Brasília, ele alterou a programação e pediu que a reunião fosse na Cidade. A reunião foi conduzida pelo vereador Fernando Cunha (PSDB), a primeira após ele ter sido empossado na presidência da Casa.
O encontro no plenário do Legislativo durou cerca de duas horas. O coronel Alexandre Freitas Elias, que é responsável pelo 3º Comando Regional da Polícia Militar e o Delegado Álvaro Cássio, que está à frente da 3ª. Regional da Polícia Civil, fizeram uma exposição sobre o quadro das corporações no Município.
O secretário, ao fazer uso da palavra, fez um apanhado sobre a situação da segurança pública no Estado, observando que há, principalmente, um déficit muito grande de pessoal. Parte desse déficit, conforme disse, será coberto com os concursos em andamento para as polícias Civil e Militar. Porém, salientou que a demanda ainda é muito grande, sobretudo, em relação à Polícia Civil. Para ele, é preciso mais contratações nesse segmento, para que haja uma equilíbrio com o quantitativo da PM.

Presídio
Quanto a questão do novo Presídio de Anápolis, o secretário informou que foi aberta uma licitação, o recurso foi empenhado e o contrato para a execução do serviç.o foi assinado. A empresa contratada iniciou os trabalhos, mas, depois, alegou não ter como executar mais o serviço. “Fiz o levantamento da situação junto a Agetop e creio que na próxima semana, deve ser chamada a empresa que ficou em segundo lugar na concorrência pública, que deverá aceitar fazer a obra pelo mesmo preço da outra, essa é uma exigência legal. Portanto, dentro de mais alguns dias, o contrato deve ser assinado para que, se Deus quiser, possamos iniciar novamente”, ponderou.
Joaquim Mesquista se comprometeu de estar novamente em Anápolis, provavelmente no dia 14 próximo, para conhecer de perto a situação da PM, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros e, possivelmente, ter um encontro com o Prefeito Antônio Gomide. Na opinião do secretário, é fundamental para a solução dos problemas de segurança, que os municípios desenvolvam ações como, por exemplo, a criação dos Gabinetes de Gestão Integrada e os sistema de vídeo monitoramento (já existentes em Anápolis) e a criação de guardas municipais.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...