(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Secretaria faz balanço de investimentos contra o crime

Segurança Comentários 29 de dezembro de 2014

O aumento do efetivo e a ampliação dos recursos de inteligência são as armas da Secretaria de Segurança Pública para combater a criminalidade em Goiás


A Secretaria da Segurança Pública investiu em 2014 em infraestrutura de suas unidades e ampliou o efetivo. O foco tem sido a redução da criminalidade em Goiás e a ampliação da sensação de segurança. Entre os projetos desenvolvidos estão o Grupo de Trabalho de Apoio às Ações de Controle e Redução da Criminalidade em Goiás e o Plano de Segurança por Quadrantes. Houve ainda parcerias com o setor produtivo, como no Procarga, que tem como objetivo específico o combate ao roubo, furto e receptação de cargas em Goiás.
Nesse combate à criminalidade foi criado o Grupo de Trabalho de Apoio às Ações de Controle e Redução da Criminalidade em Goiás. Com esse grupo, foram realizadas ações nos 15 bairros com maior índice de criminalidade em Goiânia, com participação de várias secretarias de Estado (como Educação, Saúde, Cidadania e Trabalho, além da própria Secretaria da Segurança Pública). As ações foram focadas em saúde, educação, mobilidade urbana e sociais.
Outra inovação foi a criação de equipes responsáveis por áreas delimitadas em dez quarteirões, nas regiões de maior incidência criminal. O patrulhamento é feito a pé, o que possibilita maior proximidade dos policiais com a população. Denominado Plano Segurança por Quadrantes, os primeiros resultados desse projeto começam a surgir, como a redução de 27% nos roubos a estabelecimento comercial em Goiânia.

Tecnologia
Ao custo de R$ 33,4 milhões, o projeto implantado neste ano prevê a digitalização dos dados civis e criminais de todos os cidadãos goianos. Com isso, a emissão de documentos de identidade pode ser feita em até três dias, na capital. Na área criminal, a estimativa é um incremento de 40% na resolução de crimes. Além disso, será possível evitar fraudes na folha de pagamento, emissão de documentos e outros serviços do Estado.
Centro Integrado de Inteligência, Comando e Controle - Em uma área de 1,6 mil metros quadrados, o CIICC agrupa as ações das forças policiais, possibilitando maior integração e eficiência. No Centro foram investidos R$ 12 milhões entre obra e equipamentos e é um dos mais modernos do Brasil. A entrega está prevista para dezembro. No Entorno do Distrito Federal foi iniciada a construção de três CIICCs de pequeno porte.
Foi criada a Central de Videomonitoramento. Atualmente, existem 70 câmeras, mas outras 500 foram licitadas e serão instaladas no início do ano que vem. Assim que inaugurado o CICC a Central será transferida para ele.
Por meio do aplicativo para celular, a população pode ter contato direto com a viatura ou Copom, registrar ocorrências, fazer denúncias e avaliar o serviço prestado. Já disponível para aparelhos Android e IOS (Apple).
Lançado em março, o serviço já atinge 1,6 mil reeducandos. As tornozeleiras contribuem para a diminuição da lotação no sistema prisional e ressocialização do preso.

Efetivo
Somente em 2014 ingressaram 1.180 homens por meio de concurso na Polícia Militar e 862 na Polícia Civil. Outros 2,1 mil policiais do Serviço de Interesse Militar Voluntário Estadual foram incorporados este ano. Outros 500 estão em treinamento e se formarão no início de 2015. No total, foram aproximadamente 4,7 mil novos agentes de Segurança em quatro anos. Como forma de estímulo a esses policiais, desde o início de 2014 eles são gratificados por cada arma ilegal apreendida. Além disso, por meio do Programa Dinheiro Direto nos Quartéis e Delegacias foram liberados R$ 4 milhões para reforma, ampliação e modernização de unidades policiais, como delegacias e quartéis.
Algumas delas, como a delegacia de Planaltina e o 24º DP, em Goiânia, já foram entregues. Outras, como a Academia da Polícia Civil, estão em fase final de construção. A Academia da Polícia Civil tem outras fontes de recursos, que totalizarão R$ 7 milhões, e será uma das mais modernas do País, com capacidade para até 1,2 mil alunos por dia. Ainda na melhoria da estrutura das polícias foram entregues 2.141 viaturas novas para a Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Técnico-Científica, Sapejus e SSP. É a terceira renovação completa da frota nos últimos quatro anos.

Unidades prisionais
A SSP entregou a ampliação do Centro de Inserção Social de Anápolis, que ganhou 86 novas vagas, ao custo de R$ 2 milhões. O Centro de Triagem de Aparecida de Goiânia está sendo entregue nesta terça-feira. São 166 vagas, que vão esvaziar as delegacias da Região Metropolitana. E por meio de Parceria Público-Privada será construída a nova Penitenciária Odenir Guimarães. O novo presídio terá capacidade para 1,6 mil presos. A primeira etapa da licitação foi realizada em novembro.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Projeto tem o apoio do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

08/12/2017

A audiência pública realizada no último dia 4 na sede da Associação Comercial e Industrial de Anápolis, para debater a ...

Caso do Uber - Acusado diz: “queria somente divertir”

08/12/2017

O acusado de roubar na semana um veículo Uber e restringir a liberdade do motorista Cleyton da Silva Nascimento já está pr...

Treinamento para delegadas, agentes e escrivãs

30/11/2017

A 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Anápolis realiza vários cursos de atualização voltados para delegados, agen...

Ruas do centro terão policiamento ostensivo durante o fim de ano

30/11/2017

O policiamento nas regiões de maior presença do comércio em Anápolis, terão o policiamento reforçado neste final de ano...