(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Saneago investe R$ 20 milhões na troca de redes de água

Infraestrutura Comentários 04 de maro de 2016

Projeto vai contemplar bairros com redes e ramais muito antigos, onde a tubulação é de amianto onde também ocorrem freqüentes vazamentos


Com obras em execução no Conjunto Raul Balduíno, na Vila Formosa e no Bairro JK Oeste, a Saneago está investindo R$ 20 milhões de recursos próprios na troca da rede de água nestes três regiões, um projeto que deverá se estender por outros bairros onde a rede é antiga e onde o excesso de pressão acaba provocando muitos vazamentos. “Nestas localidades, onde a tubulação da rede é de amianto, foi possível fazer um diagnóstico preciso e identificar as causas de tantos vazamentos”, explicou a gerente local da Saneago, Tânia Valeriano revelando que a baixa qualidade dos ramais exigiu também a implantação de válvulas de controle de pressão para evitar a ocorrência de freqüentes vazamentos.
Concluído o trabalho nestas três localidades, numa extensão aproximada de 9 quilômetros, a equipe técnica da Saneago vai se deslocar para os bairros Jundiaí e Maracanã, onde, segundo ela, a rede não apresenta problemas mas surgem muitos vazamentos nos ramais, exigindo também a sua substituição . “São vários outros bairros onde este mesmo serviço precisa ser feito porque os constantes vazamentos são um indicativo de que a qualidade do material dos ramais e, em alguns casos, também das redes não está boa”.
Tânia Valeriano informou que este trabalho deverá se estender até outubro, caso não ocorra imprevistos na execução dos serviços. Ela reconhece que o período chuvoso acaba atrapalhando o andamento das obras, mas explicou que a empresa tem um cronograma a cumprir, especialmente em relação ao combate às perdas de água, em grande parte causadas pelos inúmeros vazamentos nas redes e nos ramais. A troca de redes e de ramais, segundo a gerente da Saneago, foi iniciada em trechos das ruas Getulino Artiaga e Amazonas, onde os trabalhos já foram concluídos.
Esgoto
Paralelamente a este serviço, a Saneago já iniciou as obras de implantação de redes de captação de esgoto sanitário, um projeto orçado em R$ 92 milhões, com recursos do PAC e que visa ampliar o benefício dos atuais 60% para 90% da população. Tânia Valeriano informou que a execução desse projeto deverá se estender pelos próximos quatro anos e se inicia pelas regiões próximas às bacias hidrográficas que cortam a zona urbana de Anápolis.
A primeira região que está sendo contempladas com o projeto é a da bacia do Córrego das Antas, no setor que compreende o Bairro São Joaquim e setores próximos à Avenida Brasil Sul. “Nos próximos dias estaremos também com frentes de serviços na região da bacia do Córrego Góis , no Bairro São Sebastião e também na bacia do Córrego Felizardos, no Bairro Sumerville e regiões próximas “, disse a gerente da Saneago revelando ainda que o projeto contempla também as regiões das bacias dos córregos Catingueiro e Reboleiras.
O projeto inclui também o aprimoramento da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). De acordo com a gerente da Saneago, com este serviço a ETE vai melhorar sua eficiência, passando do nível secundário para o terciário, de melhor qualidade no tratamento de resíduos. Ela informou que este projeto foi concebido para atender toda a cidade em quatro anos, beneficiando mais de 90% da população. Sobre o projeto de substituição das redes de água e esgoto da área central, muito antigas e de baixa qualidade, Tânia Valeriano informou que a previsão para o início das obras é para 2017 e que o processo licitatório será aberto ainda no primeiro semestre deste ano.

Autor(a): Ferreira Cunha

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Infraestrutura

Secretaria fiscaliza queda brusca de vazão no Ribeirão Piancó

28/09/2017

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos está encaminha...

Drenagem urbana é um grande desafio para a gestão pública

28/09/2017

Durante encontro com empresários na Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA), ocorrido na noite da última qu...

Plano para recuperar estradas

14/09/2017

Para dar garantias de que, no período chuvoso, as estradas vicinais estarão em boas condições de escoamento da produção...

Antigas erosões são combatidas em vários setores

31/08/2017

Enquanto vários projetos estão aguardando a aprovação junto ao governo federal, a Prefeitura de Anápolis, com recursos p...