(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

SAMU - Frota de ambulâncias tem novas viaturas

Saúde Comentários 10 de janeiro de 2019

Chegaram mais duas unidades do Ministério da Saúde. Uma 3ª vai chegar


Um serviço de referência que falta pouco para atingir também o padrão de excelência em atendimento. Trata-se do Samu de Anápolis, que recebeu nesta semana mais duas ambulâncias e aguarda outra para os próximos meses, finalizando a substituição da frota da unidade, que agora segue para outro patamar: o de ampliação. “Conseguimos, em dezembro, a renovação da qualificação no Ministério da Saúde, estamos com veículos novos e nosso projeto de ampliação já foi aprovado e publicado no Diário Oficial da União”, comemora o secretário municipal der Saúde, Lucas Leite.
As novas viaturas são mais modernas e chegam para substituir as antigas que, agora, vão compor a reserva técnica, um ganho da atual gestão que garante a funcionalidade integral do atendimento do Samu. As ambulâncias antigas também vão realizar o transporte sanitário e, após autorização do Ministério da Saúde, poderão servir à remoção de pacientes que não sejam de casos de alta complexidade.
O diretor médico do Samu, Alex Costa, ressalta que a renovação da frota mostra o trabalho sério que é feito em Anápolis. “É uma prova de que estamos no caminho certo”, frisa. Ele lembra que, no mês passado, a unidade conseguiu a renovação de qualificação do Ministério da Saúde, ou seja, além da garantia do pleno funcionamento, significa a autorização da transferência de recursos para custeio e também a sinalização da vinda de mais verbas federais. Isso, no momento em que muitas cidades brasileiras não conseguiram renovar essa habilitação.

Ampliação
A renovação da frota é um pré-requisito para outra novidade que é a ampliação do Samu de Anápolis. O projeto, já aprovado pelo Ministério da Saúde e publicado no Diário Oficial da União, destina, no primeiro lote, mais uma ambulância para Pirenópolis e a criação de uma base descentralizada em Corumbá, com duas unidades – uma de suporte básico e outra avançada. É importante ressaltar que estes municípios integram a Central de Regulação do Samu de Anápolis, que ainda atende Alexânia, Abadiânia, Campo Limpo, Gameleira, Goianápolis, Terezópolis de Goiás, Cocalzinho, Padre Bernardo e Mimoso de Goiás, totalizando cerca de 490 mil habitantes.
E a ampliação não vai contemplar somente as bases descentralizadas. No projeto aprovado consta ainda mais duas ambulâncias que integram o segundo lote. Assim, Anápolis passará a ter oito ambulâncias, além daquelas destinadas às bases descentralizadas e das duas motolâncias, garantindo mais agilidade e eficiência no atendimento às urgências e emergências.

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Combate à “farra” dos cartões do SUS

17/01/2019

O Prefeito Roberto Naves anunciou que deverá enviar uma equipe técnica para conhecer o modelo de gestão de uma espécie de...

Secretário Municipal de Saúde faz “raio-x” nas unidades ligadas ao setor

17/01/2019

Avaliar de perto a realidade de cada uma das unidades da rede municipal e fiscalizar a prestação de serviços ao cidadão. ...

Crise na Saúde - Municípios estão em dificuldades sem os repasses do Estado

10/01/2019

De acordo com o Atlas da Eficiência da Educação (versão 2018) em Goiás, a gestão da educação em 213 municípios (93% ...

Verba para equipamentos na odontologia municipal

10/01/2019

Devido ao trabalho executado na área de saúde bucal, inclusive com a criação de 12 novas equipes em dois anos, a Prefeitu...