(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Saldo positivo nos empregos formais pelo terceiro mês consecutivo

Emprego Comentários 27 de abril de 2017

No primeiro trimestre do ano o saldo positivo foi de 192 novas vagas. No mesmo período de 2016 foram fechadas 966 vagas


Pelo terceiro mês consecutivo, Anápolis registrou saldo positivo na geração de empregos formais, segundo dados do Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego. No mês, ocorreram 3.072 contratações e 3.012 demissões, números que resultaram em um saldo positivo de 60 novos postos de trabalho com carteira assinada.
Com esse resultado, Anápolis acumula um saldo positivo de 192 novos empregos formais no primeiro trimestre do ano, dos quais 72 foram gerados em janeiro, 60 em fevereiro e, novamente, 60 em março. No mesmo período do ano passado, os números foram negativos nos três primeiros meses do ano, com 369 vagas fechadas em janeiro, 282 em fevereiro e 315 em março, totalizando, à época, 966 vagas de trabalho fechadas no primeiro trimestre do ano passado.
Os dados mostram que o setor de serviços foi o segmento da economia de Anápolis que mais abriu postos de trabalho em março, com 180 novas vagas, seguido pelo da indústria de transformação, com 169 novos empregos. Em contrapartida, o comércio foi o segmento que mais fechou postos de trabalho com um sado negativo de 138 vagas, seguido pelo da construção civil, com um saldo negativo de 07 vagas.
A estatística do CAGED mostra, também, que do total de 3.072 trabalhadores admitidos, 260 foram para o primeiro emprego e 2.695 para o reemprego. Já, entre os 3.072 desligamentos, 2005 demissões ocorreram sem justa causa, 349 por causa do término de contrato de trabalho e quatro por morte.
No Estado e no País
Entre os municípios goianos com mais de 30 mil habitantes, também de acordo com o CAGED, a liderança dos que mais criaram emprego ficou com Cristalina, com 1.567 novos postos formais de trabalho, seguido por Morrinhos, com 872; Quirinópolis, com 496; Formosa, com 385; Goiânia, com 159; Aparecida de Goiânia, com 152; Mineiros; com 148; Catalão, com 143; Valparaíso de Goiás, com 132; Itaberaí, com 63; Anápolis, com 60; Minaçu, com 60; Niquelândia, com 57; Planaltina, com 55, Santa Helena de Goiás, com 54; Senador Canedo, com 52; Goiatuba, com 49; Goianésia, com 30; Goianira, com 29; São Luiz dos Montes Belos, com 29; Uruaçu, com 28; Águas Lindas de Goiás, com 24; Cidade Ocidental, com 18 e Novo Gama, com 07.
Também, com mais de 30 mil habitantes, ficaram com saldo negativo na geração de empregos as cidades de Rio Verde, onde foram fechados 265 postos de trabalho; Itumbiara, que perdeu 169 vagas; Jataí, com menos 136; Inhumas, com saldo negativo de 99; Caldas Novas, onde foram fechadas 32 vagas; Jaraguá, com 30 empregos fechados; Porangatu, com menos 30 vagas; Trindade, com saldo negativo de 30 vagas; Iporá, com menos 25 vagas; Santo Antônio do Descoberto, com menos 24 vagas e Luziânia, com saldo negativo de oito vagas.
A exemplo de Anápolis, no Estado, o saldo de postos de trabalho com carteira assinada foi positivo pelo terceiro mês consecutivo, com a criação de 4.304 novas vagas. Com este número, Goiás ficou na segunda posição no ranking de, apenas, cinco Estados que apresentaram saldo positivo de geração de empregos em março. A liderança ficou com o Rio Grande do Sul, a terceira posição com o Mato Grosso do Sul, a quarta com o Paraná e a quinta e última com o Tocantins. Todos os demais estados apresentaram saldo negativo.
No País, depois do resultado positivo de fevereiro, quando foram criadas 35.612 vagas formais de trabalho, em março o País voltou as perder empregos com carteira assinada, embora em numero menor do que o do mesmo mês do ano passado. De acordo com o CAGED, em março o saldo negativo foi de 63.624 vagas, ante a 118.776 em março de 2017.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Emprego

Empregos formais mantêm saldo positivo em maio

22/06/2017

Embora com um número mais reduzido, pelo quarto mês consecutivo o mercado de trabalho em Anápolis manteve em maio um saldo...

Empregos formais em alta no mês de abril

18/05/2017

Depois de três meses de saldo positivo, o mercado de trabalho em Anápolis manteve, em abril, o crescimento na oferta de vag...

Geração de emprego pauta reuniões nos ministérios em Brasília

27/04/2017

Promover a desburocratização os órgãos do Governo para favorecer a geração de empregos no setor farmacêutico foi o obj...

Saldo positivo nos empregos formais pelo terceiro mês consecutivo

27/04/2017

Pelo terceiro mês consecutivo, Anápolis registrou saldo positivo na geração de empregos formais, segundo dados do Cadastr...