(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Rombo na avenida, caos no trânsito

Cidade Comentários 24 de outubro de 2009

A previsão, no entanto, depende de um fator importante: o clima. Se a chuva persistir, o serviço deve demorar um pouco mais para ser concluído. Enquanto isso, a população convive com o caos no trânsito


Se a chuva não atrapalhar, as obras de recuperação da passagem sobre o Córrego “João Cesário”, na Avenida Fayad Hanna, serão concluídas num prazo de aproximadamente 40 a 50 dias. A informação foi dada pelo secretário municipal de Desenvolvimento Urbano Sustentável, Clodoveu Reis Pereira. A via está interditada desde a última segunda-feira, 19, quando, na madrugada, o asfalto “rodou”, abrindo um enorme buraco na extensão das duas pistas, inclusive, afetando algumas moradias e estabelecimentos comerciais próximos.
O secretário informou que o problema colheu de surpresa a Prefeitura que, na segunda-feira iria inaugurar obra semelhante na Avenida Universitária, onde foi feita uma grande intervenção para sanar o problema de constantes alagamentos. “Tínhamos naquela região, um aterro com cerca de 10 metros de altura. Felizmente, terminamos e entregamos a obra, porque ali poderia acontecer uma grande tragédia, devido à proximidade a um condomínio residencial”, ressaltou.
Clodoveu Reis adiantou que as equipes de engenharia da Pasta e da empresa Fuad Rassi, estão definindo que tipo de intervenção será feita na Fayad Hanna, que já estava no pacote da obra da Universitária, assim como as avenidas Afonso Pena e Federal, além da Rua Tonico de Pina. O projeto seria implantar bueiros celulares duplos de 6 X 2,5 metros de altura. Porém, na Fayad Hanna, devido ao ocorrido, pode ser buscada nova alternativa, como a construção de uma ponte. Todo o projeto havia sido contratado pelo valor de R$ 2,4 milhões. O secretário assinalou que a preocupação, entretanto, não é apenas chegar a uma solução, para que o serviço não ultrapasse o valor que estava previsto. “Mas, sobretudo, estamos buscando solucionar o mais rápido possível o problema, para não causar maiores transtornos à população”, enfatizou.
O grande desafio - ponderou Clodoveu Reis - é que as chuvas têm caído de forma sistemática e em grande volume. “Se continuar dessa forma, nos próximos dias, fica difícil fazer uma previsão do término da obra, pois os serviços de engenharia dependem de boas condições climáticas”, ponderou. O secretário apontou ainda que o “buracão” revelou outras surpresas, como uma adutora de água que passa por debaixo das casas e que pela planta técnica, a localização seria outra. Portanto, a intervenção vai também depender da Saneago, para que o serviço no local possa ser executado sem nenhum risco ao sistema de abastecimento.
Situação caótica
O bloqueio da Avenida Fayad Hanna acabou gerando um caos para o trânsito, já que a via é um “braço” da Avenida Brasil em direção ao setor central. Sem esta alternativa, o fluxo de veículos ficou bem mais intenso na Avenida Brasil, no cruzamento desta com a Avenida Goiás, nas imediações da Praça 31 de Julho (Câmara Municipal) e nas avenidas Goiás e Contorno. E, o que já estava ruim, ficou pior. E os congestionamentos, nos horários de pico, são quilométricos.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...

Anápolis ainda tem muito caminho para melhorar em informação

02/06/2017

Criada em 2011, a Lei de Acesso à Informação ainda não é aplicável de forma plena por boa parte dos municípios brasile...

MP pode aliviar dívida municipal com o INSS

18/05/2017

Durante a marcha dos prefeitos à Brasília, na terça-feira,16, o Presidente Michel Temer assinou uma Medida Provisória amp...