(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Roberto do Órion diz que está preparado para governar, caso seja eleito

Política Comentários 27 de outubro de 2016

Candidato do PTB avaliou de forma positiva a campanha e a receptividade dos eleitores. Caso eleito, ele diz que se irá avaliar o quadro e, se necessário, fazer um choque de gestão


CONTEXTO - Que balanço o senhor faz desta campanha, que agora entra para a reta final?

Roberto do Órion - Eu costumo dizer que muitas pessoas, quando começou esta campanha, não conheciam o Roberto e agora me conhecem. E, muita gente tem me perguntado o que é ser o novo. Digo às pessoas que ser o novo é enfrentar, talvez, uma das mais difíceis eleições do período democrático, porque a política nunca esteve tão desmoralizada; os políticos tão desacreditados, enfim, a população nunca esteve tão revoltada quando o assunto é política. Então, ser o novo é saber de todas estas dificuldades e começar uma campanha, mesmo sabendo que seria com 0,2 pontos percentuais. E foi assim que fizemos, com uma campanha limpa, honesta e ética. Não fizemos nenhuma carreata, mas fizemos 60 caminhadas e mais de mil reuniões.

CONTEXTO - O que considera que foi de mais positivo neste contato com os eleitores neste segundo turno da eleição?

Roberto do Órion - Conversamos muito e ouvimos muito a população e retiramos dela aquilo que ela espera do próximo prefeito de Anápolis. Temos um conhecimento administrativo privado; temos um conhecimento administrativo público. Então, por tudo isso, acho que foi uma campanha bonita da nossa parte, onde a gente colocou a população em primeiro lugar e, também, colocamos as propostas em primeiro lugar. Acredito que colocamos Deus na frente e ele nos iluminou e nos guiou, fez com que a gente passasse por todos os problemas. Então, não posso, nesta última entrevista ao Jornal CONTEXTO antes das eleições, deixar de registrar os meus agradecimentos. Queria muito agradecer a todas as pessoas que nos apoiaram no primeiro turno e àquelas que estão conosco no segundo turno; agradecer muito à minha família que me deu esteio, força e segurança; agradecer a todos os partidos e candidatos a vereador que nos acompanharam no primeiro turno e estão conosco agora no segundo turno. Foi uma campanha democrática e que possa estar vencendo o melhor e aquele que Deus quiser para governar a Cidade.

CONTEXTO - O senhor se sente plenamente preparado, caso seja o escolhido nas urnas, para administrar Anápolis, nos próximos quatro anos?

Roberto do Órion - Já me sentia quando decidi ser candidato. Acho que Anápolis precisa de uma gestão moderna, de uma gestão inovadora, enfim, de uma pessoa que não tenha medo de enfrentar estes desafios e foi por isso que me coloquei como candidato, por entender que estou preparado e capacitado para isso.

CONTEXTO - Na visão do senhor, há alguma prioridade que deverá ser trabalhada logo nos primeiros dias após a posse, caso seja eleito?

Roberto do Órion - Com certeza. Precisamos fazer um choque de gestão. Precisamos fazer um estudo da gestão pública atual e ver o que já podemos fazer nos primeiros meses em termos de modernização, de normatização e de enxugamento da máquina, que sabemos que está inchada. Agora, eu gostaria de dizer que, enxugar a máquina pública não significa dizer demitir: significa evitar os desperdícios.

CONTEXTO - Neste domingo, vamos ter a eleição, que é o ponto alto de todo processo político. Qual mensagem o senhor gostaria de deixar para o eleitor anapolino?

Roberto do Órion - A mensagem que eu deixo para o eleitor anapolino é que realmente nós precisamos do voto de cada um. E, mais do que isso, nós precisamos de uma oportunidade para que possamos mostrar o nosso trabalho. Mas, independente de tudo isso, o principal, é que quero deixar a mensagem para os anapolinos que Deus abençoe a nossa Cidade.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...