(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Revista aponta Anápolis como um dos principais corredores da riqueza no Brasil

Economia Comentários 18 de julho de 2014

Revista Exame cita o levantamento feito consultoria Urban, que mostra os dez principais eixos econômicos no Brasil


Anápolis mais uma vez foi destaque nacional devido ao seu potencial de desenvolvimento logístico. A edição 1.068 da revista Exame, veiculada na última segunda-feira, 14, cita a cidade como um dos principais corredores da riqueza no Brasil, conforme levantamento da consultoria Urban Systems, feito com exclusividade para a publicação, que mostra os dez principais eixos econômicos no Brasil e, entre eles, os de desenvolvimento mais recente. Juntos, eles geram 37% do produto interno bruto, uma parcela cinco pontos percentuais superior à que tinham em 2007.
Segundo o estudo, Anápolis está entre os quatro mais promissores eixos do Brasil, juntando-se a corredores econômicos como São Paulo-Campinas; Rio de Janeiro-Campos dos Goytacazes; Joinville-Florianópolis; e Porto Alegre-Caxias do Sul. Além de Goiânia-Anápolis-Brasília, os outros eixos em franco desenvolvimento apontados pela Revista Exame são: Ribeirão Preto-Uberlândia; Fortaleza-Mossoró; e Maceió-Recife-Campina Grande.
A publicação informa que, desde 2009, mais de 31 000 empresas foram abertas nas oito cidades do corredor de riqueza formado por Goiânia, Anápolis e Brasília. Outras 70 000 deverão se juntar a elas até 2025, segundo estimativas da Urban Systems. E a revista destaca: “É, de longe, o maior polo de atração de novos negócios entre os dez principais eixos de desenvolvimento brasileiros”. A reportagem ainda ressalta que esse corredor é “uma amostra de como cidades com economias complementares podem se aproximar para impulsionar o desenvolvimento”.
A localização privilegiada de Anápolis, inclusive, sendo o entrocamento das ferrovias Norte-Sul e Centro Atlântica, a construção do Aeroporto de Cargas e sua evolução econômica, se tornando o maior pólo de medicamentos genéricos da América Latina, também foram destacados na publicação.
Esse cenário positivo e promissor é resultado da política de investimentos desenvolvida pela Prefeitura de Anápolis em setores considerados primordiais pela atual gestão. Infraestrutura, educação, saúde, esportes, habitação e qualificação de mão-de-obra têm recebido atenção especial, com injeção sistemática de recursos, oriundos dos cofres municipais e de parcerias com o governo federal. Esse conjunto de fatores tem refletido na melhoria da qualidade de vida da população e coloca a cidade no radar dos investidores enquanto ambiente favorável ao desenvolvimento de novos empreendimentos, como demonstrado no estudo publicado na revista Exame.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...

Produto Interno Bruto de Goiás registra queda de 4,3% em 2015

16/11/2017

A economia goiana movimentou R$ 173,63 bilhões em 2015, valor R$ 8,62 bilhões acima do registrado no ano anterior (R$ 165,0...

Secretário se compromete a intermediar causas de empresários com a Companhia

09/11/2017

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, afirmou que vai intermediar um encontro para solucion...

Luta nacional transforma-se em uma “briga” caseira em Goiás

09/11/2017

O Governo de Goiás e o setor produtivo travam uma verdadeira batalha em torno do Decreto 9.075, de 23 de outubro de 2017, as...