(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Reunião define trajetória da Tocha Olímpica em solo goiano

Geral Comentários 08 de abril de 2016

Símbolo olímpico vai passar por Anápolis, onde irá pernoitar. Haverá o rito de passagem da tocha e exposição ao público


Em reunião realizada na última terça-feira, 05, no Palácio das Esmeraldas, o vice-governador José Eliton afirmou que o Goiás trabalha para ser o Estado com a melhor programação do País para recepcionar a Força-Tarefa de Recepção, Coordenação e Revezamento da Tocha Olímpica dos Jogos dos Rio 2016. A declaração foi dada em reunião com Marco Aurélio Vieira, diretor Executivo de Operações do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016; Júnior Vieira, superintendente de Esporte e Lazer do Estado e coordenador-Geral da Tocha Olímpica em Goiás; além de prefeitos e representantes dos 15 municípios por onde a Tocha vai passar.
“Goiás se sente muito honrado em ser o primeiro Estado que vai recepcionar a Tocha Olímpica. Garanto que todo o aparato estatal estará à disposição e vamos propiciar as condições para que seja um grande evento.”, atestou o vice-governador, explicando que esta reunião teve o objetivo de traçar e detalhar todo o roteiro da Tocha Olímpica em território goiano.
Goiás recebe a Tocha Olímpica nos dias 4, 5 e 6 de maio. O símbolo esportivo chegará em Corumbá e seguirá por Pirenópolis, Anápolis, Itaberaí, cidade de Goiás, Inhumas, Goiânia, Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba, Morrinhos, Caldas Novas, Pires do Rio, Ipameri e Goiandira. A comissão da Força-Tarefa Goiana é composta pela Agência Goiana de Transporte e Obras Públicas (Agetop), Grupo Executivo de Comunicação, Goiás Turismo, Secretaria de Educação, Cultura e Esporte e Secretaria de Segurança Pública.

Divulgação
Marco Aurélio Vieira explicou que a ideia da iniciativa é percorrer o Brasil inteiro divulgando o maior evento esportivo mundial. Segundo ele, serão cerca de 300 pessoas e 150 veículos envolvidas na caravana, que percorrerá 329 cidades brasileiras. “A caravana da Tocha Olímpica tem dois objetivos. O primeiro é anunciar os Jogos Olímpicos no Brasil. O segundo objetivo é engajar a população brasileira para acompanhar e participar das atividades desse grande e espetacular evento que vai ser o acontecimento dos Jogos Olímpicos no Brasil”, informou Marco Aurélio.
Eliton afiançou ainda que foram feitos estudos de inteligência, detectando pontos de alerta e de atenção em cada quilômetro de passagem da Tocha Olímpica. Segundo ele, Goiás fará uma grande festa de recepção. “Portanto, é uma oportunidade ímpar, onde bilhões de pessoas mundo afora terão acesso à visibilidade do Estado de Goiás”, disse.
“Nós temos riquezas naturais e culturais muito grandes e queremos apresentar ao Brasil e ao mundo. Cada município está preparando as suas diversas formas de representação da nossa cultura e das nossas riquezas naturais para que o Brasil e o mundo possam nos conhecer”, disse o vice-governador, citando como exemplo de Caldas Novas, cuja programação inclui a descida da tocha por um tobogã aquático.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Adoção de selo eletrônico é adiada

22/06/2017

A Secretaria da Fazenda informa que a obrigatoriedade de uso do Selo Fiscal Eletrônico para as embalagens descartáveis de ...

Jovem anapolino abre portas para o difícil universo das fragrâncias

15/06/2017

O jovem anapolino Helder Machado Owner é um exemplo de que o empreendedorismo não tem barreiras. A primeira coisa para aven...

Subseção da OAB entrega Moção a juíza de Anápolis

09/06/2017

A juíza titular da 2ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Anápolis, Aline Vieira Tomás, recebeu, na segunda-feira...

Controle da folha de pagamento é um desafio para a Prefeitura

02/06/2017

Dentro do que preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Prefeito Roberto Naves e a equipe econômica apresentaram, ...