(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

RETROSPECTIVA 2017 - Um ano de muitas conquistas para o setor cultural anapolino

Especial Comentários 29 de dezembro de 2017

Osecretário de Cultura, Erivelson Borges, fez um balanço das atividades desenvolvidas pela Pasta durante o ano


O ano de 2018 foi positivo para o setor cultural de Anápolis, apesar das dificuldades enfrentadas pela Prefeitura. A avaliação é do secretário municipal de Cultura, Erivelson Borges Filho, em entrevista ao JORNAL CONTEXTO. Segundo ele, desde o início da gestão, por determinação do Prefeito Roberto Naves, a Pasta teve de trabalhar uma redução em seu quadro de pessoal e com um orçamento mais enxuto. Contudo, afirmou, foi possível manter o calendário de eventos regidos pelo Plano Municipal de Cultura e, ainda, avançar com novas atividades e tirar do papel uma das propostas de campanha para o setor, que era a reativação do Fundo Municipal de Cultura e a integral aplicação dos seus recursos para financiar projetos em diversas linguagens culturais.
O secretário destacou que, logo no primeiro mês da Administração, foi realizado um amplo levantamwnto sobre os projetos em andamento e o funcionamento das escolas que estão sob o “guarda-chuva” da Pasta: Dança, Teatro, Arte e Música, que contam com mais de 2 mil pessoas atendidas. “Ampliamos mais 50 vagas em cada área”, frisou Erivelson Borges, acrescentando que mais de 300 crianças e adolescentes são atendidas também nos quatro centros culturais – Filostro, Boa Vista, Jardim Alvorada e Jardim Calixto- que oferecem atividades diversas como balé, capoeira, circo, teatro, viola e violão, break dance e hip hop, dentre outras
Com relação à questão estrutural, o secretário adiantou que quase todas as unidades da secretaria têm necessidades de obras de revitalização. É o caso do Teatro Municipal, por exemplo, que deverá, agora no início de 2018, ser fechado para uma ampla reforma na parte de palco, iluminação, poltronas, banheiros. Para isso, disse Erivelson Borges, foram buscados recursos de emendas parlamentares no valor de R$ 842 mil. O espaço, há 10 anos, não recebe uma reforma.

Estrutura física
O prédio da secretaria, na Praça Bom Jesus, que abriga Garia de Artes Antônio Sibasolly e Museu de Artes Plásticas Loures, tem um problema grave no telhado, que deverá ser refeito, sem alteração nas características arquitetônicas do prédio, que faz parte do patrimônio histórico da Cidade. Para esta obra, adiantou o secretário, já foi conseguida uma verba de R$ 150 junto ao Fundo Ewstadual de Cultura.
O prédio da antiga estação ferroviária, na Praça Americano do Brasil, de acordo com o secretário, não foi entregue por completo, mas apenas a parte da restauração. “Ali não tem projetos elétrico, hidráulico e sanitário”, pontuou o secretário, observando que também não há estrutura de banheiros e, dessa forma, não há como abrir o espaço para a população, sem que esta estrutura esteja plenamente garantida.
O secretário enfatizou que está buscando recursos para revitalização das escolas de Arte e de Música, que funcionam em prédio própio. A Escola de Teatro funciona em um prédio alugado e com estrutura precária. A Administração trabalha para que a estrutura seja deslocada para um prédio localizado na esquina da Avenida Goiás com a Contorno, próximo ao Centro Administrativo. A Escola de Dança deve continuar funcionando no prédio do CRA, na região central.
Quanto aos centros culturais, o secretário informou que a unidade do Filostro, que ficava em um prédio do CRAS, deverá ser transferida provisoriamente para o local onde funcionava o Centro de Recondicionamento de Computadores e, futuramente, o setor irá ganhar um novo local com estrutura mais ampla. Os demais devem passar por reformas. Além disso, foi inserido no Plano Plurianual do Município, a previsão de construção de três novos centros culturais: na Região Sul, na Jaiara e na Vila Fabril.

Eventos
O secretário, em seu balanço, comemorou o fato de que, num ano de dificuldades financeiras, foi possível cumprir quase 100% dos eventos previstos no calendário anual, além de algumas inovações, como o Arraiá Cultural, que no ano que vem deverá, inclusive, ser ampliado e passar à denominação de Arraiana. Ele lembrou que foram realizados com êxito os festivais de Cinema, Música, Teatro e Viola, além do Digiarte e uma extensa programação de exposições no MAPA e na Galeria Antônio Sibasolly. O ano foi encerrado com chave de ouro, através de uma vasta programação cultural no Natal do Coração, distribuída entre a região central, bairros e distritos, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social e outras pastas e com a ativa participação da Primeira-Dama Vivian Naves.
O secretário observou que a secretaria também procurou atender todos os pedidos encaminhados por igrejas, associações de moradores e de outras representações para a realização de atividades artístico-culturais.

Fundo e bolsa
Finalizando, Erivelson Borges assinalou que a Prefeitura manteve e ampliou o Bolsa Cultura, que oferece ajuda financeira de R$ 400 e contempla participantes do Corpo de Baile, Companhia de Teatro, Orquestra de Violeiros e Orquestra Jovem. No ano que vem, o programa deve também abarcar o Coral, com 20 novas bolsas. Foi ainda realizado o programa da Bolsa Literária, que contemplou o trabalho de 32 escritores, os quais estarão lançando em breve as suas obras.
Em relação ao Fundo Municipal de Cultura, Erivelson Borges ressaltou que, este ano, foi destinado o valor de R$ 465 mil para financiar projetos em várias áreas, o que vai garantir uma grande movimentação cultural no Município ao longo de 2018. Ele lembrou que, antes, o recurso do Fundo era dividido em duas partes: uma para os projetos (70%) e outra para o poder público (30%). Agora, 100% do recurso serão aplicados integramente nos projetos apresentados por artistas e instituições. O que, segundo ele, é um grande avanço.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Especial

Equipe realiza Seminário de Educação em Kuito

12/01/2018

A equipe que participa do projeto EDUKA+ANGOLA realizou entre os dias 03 a 05 de janeiro, na cidade do Kuito, na província d...

Força tarefa investiga morte de agentes prisionais em Anápolis

05/01/2018

Em entrevista coletiva na manhã da última quarta-feira, 03, o Delegado Geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio, anunciou a...

RETROSPECTIVA 2017 - Um ano de muitas conquistas para o setor cultural anapolino

29/12/2017

O ano de 2018 foi positivo para o setor cultural de Anápolis, apesar das dificuldades enfrentadas pela Prefeitura. A avalia...

RETROSPECTIVA 2017 - A economia tenta retornar aos trilhos do desenvolvimento

29/12/2017

Balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho revelou que 2016 fechou com saldo negativ...