(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

RETROSPECTIVA 2017 - A economia tenta retornar aos trilhos do desenvolvimento

Especial Comentários 29 de dezembro de 2017

Mas, está difícil. A ferrovia Norte-Sul continua travada e a Plataforma Logística, com o Aeroporto de Cargas, ainda não viraram realidade


Balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho revelou que 2016 fechou com saldo negativo de 3,2 mil postos de trabalho com carteira assinada. Ou seja, houve muito mais demissões do que contratações. Neste ano de 2017, felizmente, a geração de empregos reagiu e deverá fechar no azul. Outro indicador animador, foi o aumento do PIB do Município. Em 2015, último dado consolidado, mostrou que o Produto Interno Bruto de Anápolis chegou a R$ 13,301 bilhões, contra R$ 12,714 bilhões do ano anterior (2014). Portanto, um crescimento de 4,61. Um resultado positivo, sobretudo, considerando que ele já abarca os primeiros anos da crise que afetou toda a economia do Brasil.

Uber chegou
No mês de fevereiro, Anápolis passou a integrar o grupo seleto de cidades atendidas pela plataforma de transporte por aplicativo Uber. A medida não agradou muito à classe dos taxistas, mas caiu no gosto da população, por ser uma opção mais barata de locomoção. Agora, no final do ano, a 99 POP, concorrente do Uber, anunciou a contratação de motoristas para atuar em Anápolis e região. Pelo visto, a concorrência neste segmento ficará ainda mais acirrada.
No mês de março, a Associação Comercial e Industrial de Anápolis elegeu a nova diretoria por aclamação, tendo à frente o empresário Anastácios Apostolos Dagios. A entidade vem trabalhando, ao longo do ano, para viabilizar o projeto de implantação do Polo de Defesa no Município, projeto este já abraçado pelos governos Municipal e Estadual e pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás. O projeto já foi apresentado, também, ao Governo Federal e nas embaixadas da Argentina e da Itália. No ano que vem, o mesmo será apresentado na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e está sendo projetado um encontro com fornecedores do Ministério da Defesa e possíveis investidores do polo.

Ferrovia
O Governo Federal realizou audiências públicas para lançar o edital de operação da Ferrovia Norte-Sul. Mas, até agora, várias questões ainda impedem o seu funcionamento pleno. E, para piorar a situação, o transporte de containers pela Ferrovia Centro-Atlântica foi paralisado. O Aeroporto de Cargas ainda não saiu do papel e tudo isso, junto, compromete ainda mais o projeto da Plataforma Logística Multimodal, cuja infraestrutura, inaugurada em 2007, ainda aguarda ser povoada por empresas. Mais um ano se passou, e isso não aconteceu. Agora, no mês de dezembro, o Ministério Público pediu interdição na obra do Aeroporto de Cargas, devido a possíveis danos ambientais causados na área da cabeceira da pista, que tem nascentes de água.

Incentivos
O setor produtivo comemorou o fim das ameaças aos incentivos fiscais. O problema causava insegurança jurídica para as empresas e poderia resultar em prejuízos financeiros, caso fosse necessário fazer ressarcimentos ao erário, o que poderia levar ao fechamento de algumas delas.
No mês de setembro, o contribuinte anapolino ganhou uma chance para acertar as contas com tributos e taxas municipais, através de mais uma edição do Programa de Benefícios Fiscais, que se estendeu até outubro e teve um ‘repeteco’ em dezembro, durante a Semana Nacional de Conciliação do Poder Judiciário.

Montadora
A Chery, indústria automobilística da China, anunciou um investimento de R$ 2 bilhões no Brasil. Parte deste investimento será carreada para Anápolis, onde a empresa irá implantar uma linha de montagem na CAOA, que desde 2007 produz modelos da sul-coreana Hyundai. Neste ano, também foi anunciado um investimento da Caracal, uma multinacional fabricante de armas que tem sua sede em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. A Farmtrac, empresa de máquinas e implementos, do Grupo Meimberg, já iniciou uma linha de montagem de tratores no Distrito Agro Industrial de Anápolis (DAIA), com amplas perspectivas de crescimento no mercado nacional. A Farmtrac Brasil é associada a um grupo indiano.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Especial

Equipe realiza Seminário de Educação em Kuito

12/01/2018

A equipe que participa do projeto EDUKA+ANGOLA realizou entre os dias 03 a 05 de janeiro, na cidade do Kuito, na província d...

Força tarefa investiga morte de agentes prisionais em Anápolis

05/01/2018

Em entrevista coletiva na manhã da última quarta-feira, 03, o Delegado Geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio, anunciou a...

RETROSPECTIVA 2017 - Um ano de muitas conquistas para o setor cultural anapolino

29/12/2017

O ano de 2018 foi positivo para o setor cultural de Anápolis, apesar das dificuldades enfrentadas pela Prefeitura. A avalia...

RETROSPECTIVA 2017 - A economia tenta retornar aos trilhos do desenvolvimento

29/12/2017

Balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho revelou que 2016 fechou com saldo negativ...