(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Representantes de 22 países árabes em Goiás

Política Comentários 01 de maro de 2013

Marconi Perillo afirmou que a visita da missão árabe abre uma excelente porta pára a realização de negócios bilaterais, contemplando diversos segmentos da economia goiana


A capital goiana recebeu a visita de representantes de todas as embaixadas árabes instaladas no território nacional, nesta quinta-feira,28. O governador Marconi Perillo recepcionou a comitiva formada por 22 representantes de países árabes interessados em ampliar as relações bilaterais. Os visitantes participam de uma extensa agenda que contempla a apresentação das potencialidades de Goiás e as formas de interação comercial, cultural, educacional e tecnológica com as nações da liga árabe.
“Nossa intenção é, além de ampliar a nossa participação comercial com tais nações, ainda conquistar investimentos para Goiás”, explicou Marconi Perillo. O governador mencionou que já foram identificadas joint venture (empreendimentos conjuntos) envolvendo empresários goianos e de países árabes. “Esperamos que este encontro seja a prévia de nossa futura visita a tais nações”, declarou o governador.
Para o presidente do Conselho de Embaixadores, o decano Ibrahim Alzeben, os países árabes contribuem com o desenvolvimento de Goiás há mais de 70 anos. “Estamos empenhados em identificar maiores campos de operações e investimentos. Nossa meta é abrir espaço para que todos os países árabes possam contribuir com as oportunidades apresentadas pelo Estado”, declarou.
O presidente da Câmara Árabe Brasileira, Marcelo Sahum, afirmou que está empenhado em promover uma missão de empresários goianos às nações árabes para que possam identificar as potencialidades presentes em tais nações. “Esse é o início de uma nova era, de maior abertura e de várias potencialidades a serem exploradas junto aos países árabes”, refletiu.
De acordo com o presidente da Câmara Brasil Líbano, Alfredo Cotait, a visita vai além das relações comerciais mantidas bilateralmente. Sua declaração seguiu a mesma linha defendida pelo governador Marconi Perillo, que declarou estar aberto a todo tipo de relação estabelecida com tais países, nas áreas científica, educacional, tecnológica e cultural. Já o subsecretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, ministro Carlos Ceglia, considerou o evento uma via de mão dupla. “Temos muito a realizar com tais parcerias, principalmente em áreas com a da infraestrutura”, alegou.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Daniel se compromete a reduzir IPVA em até 15%

20/09/2018

O candidato ao governo de Goiás pela Coligação Novas Ideias, Novo Goiás (MDB, PP, PRB e PHS), Daniel Vilela (MDB), afirmo...

Candidatura de Caiado ganha mais reforços de lideranças evangélicas

20/09/2018

O respeito e a credibilidade do Bispo Abigail (PSC) junto à sociedade goiana trouxeram um novo peso político à campanha el...

Zé Eliton diz que educação será prioridade em seu novo governo, caso seja reeleito

20/09/2018

O governador Zé Eliton (PSDB) afirmou que avançar mais na Educação é a máxima prioridade de seu novo governo e que a li...

Samuel Gemus: “Trago um novo jeito de fazer política nesta eleição”

20/09/2018

Aos 36 anos de idade e já dono de um extenso currículo na área médica, Samuel Fayad Gemus, ou Dr. Samuel, como muitos o c...