(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Regional de Anápolis abrangerá 13 unidades da corporação

Segurança Comentários 11 de maio de 2012

O novo comando funciona numa sede localizada no Distrito Agroindustrial, que será transformada num centro de treinamento de referência


O 3º Comando Regional do Corpo de Bombeiros, com sede em Anápolis, será responsável por um total de 13 unidades, sendo que, destas, nove já fazem parte da composição. Outras quatro estão em fase de definição. A estrutura e as ações do novo comando regional, foram apresentados à população durante sessão ordinária da Câmara Municipal ocorrida na última quarta-feira,9, com a presença do comandante, tenente coronel Elias Rodrigues Ramos e o chefe da Divisão Operacional, capitão Gutterman Assunção. O convite para o encontro partiu do vereador Valmir Jacinto (PTC).
Criado através da Portaria nº 122, de 2008, o 3º Comando está efetivamente em operação desde o mês de março último, quando passou a ocupar a sede instalada em uma área de 20,8 mil metros quadrados localizada no Distrito Agroindustrial, que pertencia à Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop) e foi cedida à corporação pelo Goiasindustrial, em regime de comodato, por um período de 20 anos. Além de abrigar a regional, o espaço irá acomodar também um Centro de Treinamento para formação de efetivos especializados em combate a incêndio, que deverá ser referência no Estado.
De acordo com o comandante, a regional- que é diretamente subordinada ao comando geral do Corpo de Bombeiros de Goiás- ficará responsável em desenvolver todas as ações estratégicas e operacionais das unidades que a compõem, inclusive, o batalhão de Anápolis, que tem o maior número de atendimentos no âmbito do 3º Comando. Para se ter uma ideia, de 21 mil ocorrências registradas em 2011, mais de 6 mil foram procedentes de Anápolis, deste total, cerca de 3,5 mil atendimentos hospitalares e mais de 1 mil ações preventivas, dentre outras. Esse número não considera o trabalho de vistoria e inspeções para fins de regularização que somaram, no ano passado, mais de10 mil atendimentos.
Segundo o tenente coronel Elias Ramos, a escolha de Anápolis para sediar o 3º Comando Regional se deu em razão de vários fatores, dentre os quais, citou a questão da localização geográfica, a estrutura já existente do batalhão local que, segundo ele, é uma das melhores de Goiás e, ainda, o fato de o Município ser um grande pólo econômico, com grande concentração de indústrias. A vantagem da instalação da regional, disse, é que o Corpo de Bombeiros poderá atuar ainda mais próximo da população. É dentro dessa visão, disse, que o Comando Geral vem trabalhando para a expansão das regionais. Quando o Corpo de Bombeiros foi desmembrado da Polícia Militar, havia um comando único para todo o Estado, hoje já são quatro regionais e a tendência é que haja ainda uma descentralização maior, em função da ampliação do número de unidades.
O 3º Comando Regional abrange as unidades de Anápolis, Jaraguá, Goianésia, Niquelândia, Minaçu, Uruaçu, Cidade de Goiás, Porangatu e Pirenópolis. Estão ainda previstas as inclusões das unidades de Ceres, Rialma, São Miguel do Araguaia e Itaberaí.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...