(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Reforço no combate à violência sexual contra menores

Geral Comentários 18 de fevereiro de 2011

Seminário envolvendo órgãos governamentais, e entidades da sociedade organizada, debateu mudanças no Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças


A violência sexual infanto-juvenil foi o tema de um seminário promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, envolvendo representações dos órgãos de segurança pública; Judiciário; Ministério Público; Conselhos Tutelares; Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente; Fórum Goiano de Enfrentamento à Violência Infantil, Secretaria Estadual de Cidadania e Trabalho, dentre outros órgãos e segmentos da sociedade civil organizada.
O objetivo do seminário, segundo Andréa Ferreira Lins, coordenadora do Centro Referência Especializado de Assistência Social - CREAS foi debater com a sociedade, propostas para a reformulação do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescente, que é de 2001. Ela enfatizou que de lá para cá muita coisa mudou e, inclusive, é uma necessidade também se adequar ao Plano Nacional que passou por reformulações. “Temos de trabalhar em sintonia com as políticas públicas atuais”, ponderou.
Anápolis, de acordo com a coordenadora do CREAS, vivencia um problema que hoje é quase comum à maioria das médias e grandes cidades brasileiras: o aumento do número de ocorrências de violência sexual contra menores. O Município registra de 10 a 12 casos mensais, sendo que no ano passado, foram 150 casos notificados. No entanto, destaca Andréa Lins, o número de ocorrências deve ser bem maior, já que por medo e por outras razões, as denúncias não são encaminhadas aos órgãos competentes.
Para a coordenadora do CRAS é fundamental que as famílias fiquem atentas ao comportamento dos filhos, principalmente, aquelas que têm computador com internet em casa. Estas devem estar vigilantes com o acesso das crianças aos sites de relacionamento. “Os pais precisam saber com quem os filhos estão conversando, com quem os filhos estão andando, enfim, fazer um monitoramento”, recomendou Andréa Lins.
O Secretário de Desenvolvimento Social, Francisco Rosa, assinalou que a Administração Municipal tem se empenhado na criação de programas de inserção social para as crianças e os jovens, sendo esta uma das armas para a prevenção à violência infanto-juvenil. Segundo ele, somente no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, são atendidas mais de três mil crianças. Já o Programa Esporte Para Todos deve chegar à oferta de 10 mil vagas.
O juiz da Infância e Juventude, Carlos Limongi, apontou a necessidade de se diagnosticarem os fatores que levam ao alto índice de violência contra crianças e adolescentes. “Precisamos conquistar a prioridade de julgamento destes casos e aprimorar o atendimento às vítimas”, defendeu.


O que é o CREAS
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social da Prefeitura de Anápolis é destinado ao atendimento a indivíduos que sofreram violação de seus direitos - crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual, idosos, deficientes vítimas de maus-tratos físicos, psicológicos ou ainda em situação de negligência, abandono e a indivíduos moradores de rua e mendicância.
O atendimento, também, se estende a ações corretivas, como o acompanhamento nos casos de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à Comunidade.
O CREAS conta com uma equipe especializada multiprofissional (Assistente Social, Psicólogo, Educador Social) de modo a potencializar a capacidade de proteção da família e favorecer a reparação da situação de violência sofrida.
Endereço - Avenida Contorno, N° 363 - Centro
Telefones: 3902 1500 e 0800 646 1117 (para recebimento de denúncias)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Construtores vão arrecadar doações

24/11/2017

No início da noite da última terça-feira,21, foi realizada a solenidade de lançamento de mais uma edição do projeto ACA...

Genérico contra o câncer de próstata

24/11/2017

Os pacientes que enfrentam o câncer de próstata poderão contar com mais uma alternativa de tratamento: na próxima segunda...

Médica anapolina no comando de UTI

24/11/2017

A médica Ludhmila Hajjar vai assumir a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio Libanês, em Brasília. Bastant...

Lei institui o programa MP de Olho na Bomba

24/11/2017

Foi publicada no Diário Oficial de Goiás da última terça-feira, 21, a Lei nº 19.888, que aprova o projeto MP de Olho na ...